Aumentos na Função Pública chegam a salários de 693 euros (e salário mínimo deverá subir mais do que o previsto)

José Sena Goulão / Lusa

Os aumentos salariais na Função Pública vão chegar a salários até 693,13 euros brutos e o salário mínimo nacional deverá ser superior a 648,75 euros em 2021 avança o Jornal de Negócios esta quarta-feira. 

De acordo com o Jornal de Negócios, os aumentos salariais na Função Pública vão chegar aos funcionários com salários até 693,13 euros brutos. No total, segundo o mesmo jornal, serão beneficiados cerca de 150 mil pessoas num universo de 700 mil trabalhadores do Estado.

O jornal explica que não serão abrangidos apenas os funcionários públicos que estão na base remuneratória (645,07 euros) que ficou acordada com os sindicatos antes da aprovação do Orçamento do Estado para 2021 (OE2021), mas também os que vão até ao nível remuneratório seguinte – até 693,13 euros brutos.

O Jornal de Negócios adianta ainda que o número poderá ter sido ajustado devido às contratações e saídas de funcionários para a reforma.

Os valores concretos dos aumentos deverão ser avançados em novas reuniões de negociação com os sindicatos da Função Pública. Ainda não se sabe se o aumento reservado para o segundo nível remuneratório de 693,13 euros estará de novo na ordem dos 10 euros euros brutos do OE2020.

Os salários da Administração Pública ainda não tem data para serem debatidos com os sindicatos da Função Pública.

O matutino avança também que o Governo pretende subir o salário mínimo nacional além dos 23,75 euros inicialmente admitidos para mais do que 648,75 euros em 2021.

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, já tinha admitido em novembro que o Governo poderia subir mais a proposta que já fez de aumentar o salário mínimo de 635 para 659 euros a partir de janeiro de 2021, tendo como objetivo atingir os 750 euros no final da legislatura.

Este valor deverá ser decidido na próxima reunião de concertação social, provavelmente na próxima semana.

Assim, caiu promessa do aumento salarial de pelo menos 1% em 2021, feita antes da crise gerada pela pandemia. Para os trabalhadores do Estado que estão acima dos 683,13 euros, não haverá aumentos nominais ou reais, o que acontece pela 12.ª vez em 11 anos.

  ZAP //

PARTILHAR

19 COMENTÁRIOS

    • Subscrevo. Mas permita-me dizer: Que país é este, que trata os seus cidadãos como de primeira e segunda? Toda a gente sabe que para além dos funcionários públicos trabalharem menos horas, de uma maneira geral e é a grande maioria, “encaixa” na função pública não por mérito, mas por nepotismo. Próprio de países corruptos e déspotas.

  1. É uma das formas de atenuar a redução do consumo. São salários baixos, indignos. Uma melhoria, ligeira que seja, incentivará o consumo, logo, beneficiará o comércio. Estou mesmo em crer que se os funcionários públicos tivessem visto os seus salários reduzidos e congelados como na crise de 2009, teríamos muitas mais falências do que as que já temos.

      • Como muitos a pagar salários de fome, a fugir aos impostos, a forjar falências fraudulentas, talvez abras tu. Depois de não pagares os impostos que deves, não te esqueças de usar a escola pública para os teus filhos com manuais à borla, os hospitais públicos e de exigir polícia nas ruas, tudo pago com os impostos que te esqueceste de pagar.

        • És tal como o nome indica, um simples Toino. Tiras conclusões nivelado pela tua triste bitola e apresentas-te aqui como um parolo profundo. Pago mais de 3 milhões de euros / ano em impostos e contribuições SS nas minhas empresas. Pago mais impostos seguramente do que tu a nível pessoal. No entanto, tenho de pôr os meus filhos a estudar no privado (caso contrário iriam para uma escola onde a droga abunda e até casos de prostituição já foram falados) e sempre que preciso de uma consulta tenho de recorrer a médicos no privado. Isto é, pago tudo duas vezes e não beneficio de nada do Estado.
          Um conselho de amigo: já que tens a bitola tão baixa, não partas do princípio que o resto do país é todo como tu. As tuas práticas de ilegalidade, reservar-as para ti e para os teus. Não precisas de vir aqui partilhar connosco.

          • Vê-se que és uma pessoa que atravessa tais dificuldades na vida que até sentes necessidade de vir para as caixas de comentários descarregar a bílis recorrendo ao insulto fácil e à baixeza de opiniões mas, no fim, apenas te estás Armando aos cágados porque o mais certo é não teres um teto para te abrigar.

            • O amigo continua a alinhar pela boçalidade. O seu discurso demonstra bem aquilo que é. Infelizmenrte não tenho mais tempo para si. Tenho de trabalhar para pagar os impostos que o amigo se gaba de fugir de pagar. O mundo é mesmo assim, Uns cumprem e outros incumprem. Seja feliz.

            • És mesmo Toino. Nem sabes o que são empresas. É fácil pagar o que ele diz. Entre IVA, IRC, IMT, Seg Social,… chegas aos 3 milhões num instante. Nem é preciso ser um grande empresa. Arrisco-me dizer que muitas empresas em Portugal pagam isso e valores bem acima disso.
              Mas tu, como TOINO que és, e nivelado claramente por baixo, não fazes puto ideia do que aqui se fala. Reduz-te à tua insignificância e continua a fugir aos impostos se isso te faz feliz.

          • Não te venhas gabar. E, até hoje, nunca se interessaram pela tua vida.
            Não importa se pagas alguns milhões de euros em impostos por ano, não importa se tens filhos. Aquilo que deve prevalecer é a tua noção de dever cumprido, para contigo e para com aqueles que estão sob os teus cuidados.

            Pensa nisto.

            • Caro Abraão. Eu não me estou a gabar. Apenas não admito que venha para aqui um palerma, que provavelmente mais não faz do que não pagar impostos e delapidar o erário público sempre que pode, vir dizer que os empresários em Portugal fogem aos impostos e pagam salários miseráveis. Apenas retratei a minha situação e posso apresentar-lhe mais de 100 ou 200 exemplos de empresas de amigos e pessoas conhecidas que cumprem e pagam anualmente rios de dinheiro ao Estado Português. E olhe que pouco ou nada têm de benefícios do Estado. Mesmo no atual período.

          • Uma pessoa que diz que paga mais de 3 milhões de euros em impostos por ano, tem os filhos num colégio privado e só vai a médicos do privado deve nadar em dinheiro mas vem para aqui criticar quem ganha 635 euros por mês deve ser mesmo boa rês!… Enfim…

          • Armando Dias e João Diogo Simões, como vocês não têm imaginação para criar um nickname, dou-vos uma ajuda que vos vai entreter durante todo o fim de semana, pelo menos. Com dois is, um o, um a, um d e um t, fazem um Nick que vos servirá que nem uma luva. Divirtam-se!

  2. não se pode ter sol na eira e chuva no nabal, por isso o compromisso é dificil. estou convicto que o Costa vai colocar a coisa nos 670 euros talvez pressionado pelo PC e depois nos anos seguintes aumentar 40 euros em cada ano para dar os tais 750 euros prometidos. na fase actual ser empresário neste país deve ser tarefa hercúlea mas de facto o nosso poder de compra é miserável e coitado de quem paga renda de casa com os preços especulativos que por ai se vislumbram.

  3. Um ordenado de 693 euros é realmente um fortuna. Nunca vamos sair da miséria enquanto não se perceber que para uma economia mexer é preciso gastar dinheiro. Enquanto formos pobrezinhos, seremos sempre dependentes do estado. E que o Estado tenha 150 mil pessoas com ordenados abaixo disto é uma afronta. Vendam 80% dos carros que andam ao serviço dos parasitas para levarem os filhos à escola e aumentem os ordenados dos trabalhadores em pelo menos 100 euros. Isso é que era uma grande melhoria na qualidade de vida das pessoas.

  4. Quanta estupidez, parece que alguém aqui acha que os portugueses ganham muito dinheiro, os funcionarios publicos deviam de ganhar muito mais, so para aturar este povo estupido até mereciam o céu

RESPONDER

Psicólogo holandês diz ter vendido "pó suicida" a mais de 100 pacientes

Wim van Dijk não está preocupado com uma possível pena de prisão. A intenção do psicólogo holandês é alimentar o debate sobre a morte assistida. O psicólogo holandês Wim van Dijk disse ter vendido um "pó …

O setor dos livros também se está a ressentir do aumento de preços e dos atrasos na distribuição de mercadorias

Empresas do setor apontam a subida do preço da energia (e das restantes matérias-primas), juntamente com os atrasos na distribuição como dois dos fatores disruptivos. O setor do livro é um dos que deverá ser atingido …

Técnicos insistem que INEM transporta muitos doentes não urgentes para urgências hospitalares

Os técnicos de emergência pré-hospitalar insistiram na necessidade de rever os fluxos de triagem dos doentes transportados pelo INEM para as urgências dos hospitais e reconhecem maior dificuldade na passagem do doente devido à elevada …

Ministro da Defesa não participou na organização das comemorações do Dia do Exército — onde foi vaiado

João Gomes Cravinho não participou no processo de organização do Dia do Exército, cerimónia onde foi vaiado e onde não foi tocado o hino daquela força militar. O governante foi, nas últimas 24 horas, defendido …

Recorde: Palmeiras de Abel rematou... 36 vezes num jogo

Um "massacre" da equipa de Abel Ferreira, que conseguiu uma vitória difícil contra o Sport. O Palmeiras prolongou a série positiva no Brasileirão. A equipa de Abel Ferreira chegou à terceira vitória consecutiva no campeonato, levando …

A vitória em Barcelona deve ajudar... a bilheteira do Real Madrid

O máximo que o Santiago Bernabéu registou nesta época foi 24 mil espectadores. Com condicionantes. O renovado Estádio Santiago Bernabéu já acolheu três jogos do Real Madrid nesta temporada mas muitas cadeiras ficaram vazias. O mítico palco …

Mais três mortes e 829 novos casos por covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal conta mais mais 1284 recuperados. A maioria dos novos casos são em Lisboa e Vale do Tejo e no Centro. Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais três mortes e 829 casos de infecção pelo …

Operação Marquês. Relação de Lisboa obriga Ivo Rosa a admitir o recurso do MP e a ficar com os autos da não pronúncia

O Tribunal da Relação de Lisboa decidiu que o juiz de instrução criminal tem de continuar a ser responsável por parte do megaprocesso da Operação Marquês, contra a vontade do magistrado. O Tribunal da Relação de …

OE2022: Catarina Martins diz que Governo “talvez queira” uma crise política

A coordenadora do BE, Catarina Martins, acusou hoje o PS de não querer uma solução para o Orçamento do Estado, considerando que o Governo “talvez queira” uma crise política e eleições antecipadas, o que será …

Nova maternidade de Gaia entra em funcionamento em janeiro de 2022

Vila Mova de Gaia está prestes a ter uma nova maternidade. Espera-se que as obras fiquem concluídas em dezembro deste ano. O funcionamento deverá ter início em janeiro de 2022. Rui Guimarães, presidente do Conselho de …