Atraso de três meses do Governo terá facilitado venda de barragens da EDP

Mário Cruz / Lusa

O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes

O Ministério do Ambiente demorou quase três meses a pedir uma avaliação do negócio das seis barragens da EDP à Engie, o que terá facilitado o processo de venda.

Em 30 de julho de 2020, a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) deu um parecer negativo ao negócio de venda das seis barragens da EDP à empresa francesa Engie por considerar “muito preocupante” a diferença entre o valor da venda (2,2 mil milhões de euros) e a compensação que a elétrica tinha pago ao Estado (141,7 milhões de euros).

De acordo com o Correio da Manhã, o parecer negativo da APA mostra que a EDP valorizou as seis barragens que vendeu à Engie em quase 1500%. A empresa pagou ao Estado uma compensação, definida pelo Governo de José Sócrates, de 141,7 milhões de euros, mas agora vendeu-as por 2,2 mil milhões.

O documento considera “muito preocupante” esta diferença nos valores.

Assim, o parecer concluiu que a APA não estava em condições de autorizar o negócio, “já que está em causa o interesse público”.

Segundo o mesmo jornal, apesar do parecer negativo de julho, o Governo só encomendou um estudo à Parpública para fazer essa avaliação, na sequência das dúvidas levantadas pela agência, a 26 de outubro, quase três meses depois.

O parecer desta empresa pública referiu que essa análise não chegou a ser feita devido a “limitações em termos temporais, informação disponibilizada e capacidade técnica“.

No início de novembro, depois de várias comunicações enviadas pela EDP a pressionar a aceleração da aprovação do negócio, a APA acabou por mudar o sentido do parecer inicial e dar “luz verde” à operação de venda das seis barragens à Engie.

A EDP concluiu, em 17 de dezembro, a venda por 2,2 mil milhões de seis barragens na bacia hidrográfica do Douro a um consórcio de investidores formados pela Engie, Crédit Agricole Assurances e Mirova.

O negócio tem levado os partidos da oposição a lançar várias dúvidas, nomeadamente sobre o facto de a EDP não ter pagado o Imposto do Selo no valor de 110 milhões de euros.

O PSD e o Bloco de Esquerda acusaram o Governo de “criar um conjunto de fantasias” que levaram o processo para uma “engenharia fiscal” ou “planeamento fiscal (agressivo) para evitar os impostos nesta transação”.

Maria Campos Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Mas o que é que este sr. anda a fazer, ou a desfazer, para não ter tempo de tratar daquilo que é o verdadeiro interesse nacional? São muitas as asneiras e, neste caso, até parece ser um grande accionista da EDP se avaliarmos a sua grande inoperância em respeitar prazos quando estavam em causa milhões de euros! Para este sr os milhões devem ser peanuts já que gasta, também, milhões a incenerar lixo reciclável que as pessoas, cheias de boa vontade, perdem tempo a separar ! Mas afinal estamos a brincar ou a governar?!!

RESPONDER

Presidente da República promulga Carta de Direitos Humanos na Era Digital

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou este sábado a Carta de Direitos Humanos na Era Digital, aprovada em abril na Assembleia da República, segundo uma nota divulgada no site da Presidência. A lei, …

Depois de 17 anos no subsolo, biliões de cigarras vão emergir nos Estados Unidos

Biliões de cigarras vão emergir nos Estados Unidos. O aviso é de um grupo de cientistas que alerta que, dentro de alguns dias ou semanas, as cigarras da Ninhada X vão surgir depois de 17 …

Foguetão chinês regressou à Terra (e a maior parte desintegrou-se)

Um importante segmento do foguetão chinês desintegrou-se este domingo ao reentrar na atmosfera terrestre e caiu no oceano Índico, perto das Maldivas, anunciou a agência espacial da China. "De acordo com o percurso e análise, pelas …

"Se eu encaixar, eu sento-me." Os gatos adoram caixas ilusórias

Qualquer amante de gatos sabe que estes animais têm uma predileção inata por se sentarem em espaços fechados, mesmo que o espaço seja apenas um contorno bidimensional de um quadrado no chão.  Os cientistas analisaram esta …

Jet pack da Marinha britânica. Fuzileiros navais testam macacão Gravity em exercício de embarque

Quem melhor do que as organizações militares para testar e usufruir dos jet packs? A Marinha Real Britânica e os Fuzileiros Navais reais testaram um macacão a jato, desenvolvido pela empresa Gravity Industries. Esta semana, a …

Marés de Júpiter podem ajudar a perceber a história do Sistema Solar

Uma equipa de investigadores detetou uma pequena perturbação gravitacional em Júpiter. A descoberta pode ajudar a investigar o interior do planeta e perceber melhor a história do Sistema Solar. "Se você tentasse mergulhar em Júpiter, nunca …

Em 1925, "O Isolador" prometia bloquear qualquer tipo de distração

Procrastinar foi, é e sempre será um passatempo irresistível. Por isso, nos anos 20, houve quem apresentasse uma solução radical para evitar este problema: "O Isolador". De acordo com o site IFLScience, o chamado "Isolador" foi …

Seca no México revela uma igreja submersa há 40 anos

Uma igreja no estado de Guanajuato, no México, sobrevive entre a água e os peixes, como única testemunha de um povoado inundado por uma barragem há mais de 40 anos. Agora, devido à seca que …

Neymar prolonga contrato com o Paris Saint-Germain até 2025

O avançado internacional brasileiro Neymar renovou contrato com o Paris Saint-Germain até 30 de junho de 2025, informou hoje o tricampeão francês e vice-campeão europeu de futebol. “O Paris Saint-Germain tem o prazer de anunciar que …

Países usaram modelo do queijo suíço para conter a covid-19. Na Índia, alguns "buracos" eram demasiado grandes

A grande maioria dos países adotou a estratégia do queijo suíço para responder à pandemia. Na Índia, os "buracos" eram demasiado grandes em três das camadas mais importantes. Para responder à crise sanitária desencadeada pela covid-19, …