Atlas da Larousse considera Crimeia território russo

Oxlaey.com / Flickr

O embaixador da Ucrânia em França, Oleh Shamshur, declarou estar “profundamente chocado” por descobrir no Atlas Socioeconómico 2016 da casa de edição francesa Larousse um mapa que mostra “a Crimeia como fazendo parte do território russo”.

A imagem aparece no Atlas Socioeconómico 2016 criado pela Larousse e, contactada esta quarta-feira pela AFP, a editora francesa disse “não querer entrar nesta polémica”.

Oleh Shamshur, o embaixador da Ucrânia em França, apercebeu-se da situação e, por isso, decidiu mandar por correio eletrónico, uma mensagem à editora na qual diz que “apesar do asterisco estipulando que a Crimeia foi ‘unida’ (nem sequer ‘anexada’) pela Rússia, esta representação da Larousse, com efeito, legitima a violação flagrante do direito internacional pela Rússia”.

Posteriormente, a mensagem também foi colocada na conta do Facebook da embaixada para chamar a devida atenção para o caso.

O embaixador acrescentou que “este género de falsa informação joga a favor da propaganda russa, que procura lavar a agressão russa contra a Ucrânia”.

No entanto, Shamshur está “convencido de que a Larousse vai honrar a sua tradição de editora de referência e corrigir este erro vergonhoso“.

TD TUBS / Wikimedia

-

A Federação Russa anexou a Crimeia em março de 2014, depois de um referendo contestado em que 97% dos votantes escolheram a associação com a Rússia, segundo o Kremlin. Desde então, a comunidade internacional tem denunciado regularmente a anexação.

Fundada em 1851, a Larousse foi criada por Pierre-Athanase Larousse e destaca-se pelas suas publicações de referência, nomeadamente pelos seus dicionários e enciclopédias.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Estes países que anexam territórios à força jogam com o tempo para que o facto seja dado como consumado e as pessoas deixem de falar do problema. Veja-se o caso de Olivença, assunto quase tabu, quer em Portugal, quer em Espanha.

  2. Bom, em boa verdade a Crimeia pertence, de facto à Rússia, desde 1783, foi anexada à Ucrânia no tempo da URSS, já na era de Nikita Khrushchev , portanto muito recente. Por isso a Rússia tem sim, razão em querer a Crimeia “de volta”. A maioria dos habitantes da Crimeia, são, de facto, russos. Antes de pertencer à Rússia a Crimeia passou por uma série de domínios, incluindo dos Tártaros, que Stalin deportou em massa durante o seu mandato.

    Quanto ao resto da Ucrânia não, o Ocidente deveria reconhecer a Crimeia como parte da Rússia e a Rússia deveria reconhecer todo o resto da Urcânia como um estado único e não fomentar o separatismo da da sua parte Oriental ou a tentativa de invadir o país.

Manchas gigantes de Betelgeuse podem explicar o seu estranho escurecimento

As manchas gigantes da estrela Betelgeuse podem estar por detrás do estranho escurecimento que esta estrela tem vindo a experimentar, segundo uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Instituto Max Planck, na Alemanha. …

Pela primeira vez, os norte-americanos querem mais imigração - e não menos

Pela primeira vez, os norte-americanos querem ver aumentar a imigração no seu país, escreve o Business Insider citando uma sondagem da Gallup. De acordo com os números apresentados pelo jornal norte-americano, 34% dos cidadãos dos …

Porto 5-0 Belenenses | Segunda parte demolidora no Dragão

O FC Porto respondeu de forma categórica à vitória do Benfica sobre o Boavista por 3-1 na noite de sábado. Na recepção ao Belenenses, os “azuis-e-brancos” golearam por expressivos 5-0, com quatro golos a serem apontados …

Foi exposto o primeiro núcleo exoplanetário. Pode pertencer a gigante gasoso "planeta falhado"

Astrónomos da Universidade de Warwick descobriram o núcleo sobrevivente de um gigante gasoso em órbita de uma estrela distante, oferecendo uma visão sem precedentes do interior de um planeta. O núcleo, que é do mesmo tamanho …

As águas profundas provocam terramotos e tsunamis (e já se sabe como)

Uma nova investigação vincula diretamente o ciclo da água na Terra com a produtividade magmática e a atividade sísmica. A água (H2O) e outros elementos voláteis (como o CO2 e o enxofre) que circulam nas profundezas …

Cidade japonesa acaba de proibir a utilização de telemóveis enquanto se caminha

A cidade japonesa de Yamato acaba de aprovar uma proposta de lei que proíbe as pessoas de utilizarem telemóveis enquanto caminham. A cidade, localizada num subúrbio de Tóquio, entende que os telemóveis são um risco …

MIT apagou base de dados popular que ensinou IA a ser racista e sexista

O Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, viu-se obrigado apagar uma base de dados de treinamento de Inteligência Artifical (IA) depois de esta ensinar vários algoritmos a usar insultos racistas e sexistas. …

Escola Básica e fábrica de Paços de Ferreira encerradas, com nove casos positivos

A Escola Básica n.º 2 e a Fábrica de Lacados Abrelac, em Paços de Ferreira, Porto, foram encerradas após diagnosticados nove casos de covid-19 para “prevenção” e para “interromper as cadeias de transmissão”, disseram hoje …

Mais nove mortes e 328 casos confirmados em Portugal

Portugal regista hoje mais nove óbitos por covid-19, em relação a sábado, e mais 328 casos de infeção confirmados, dos quais 254 na região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo os dados da Direção-Geral …

Cientistas criam miniatura de ondas de choque de supernovas (e quase desvendam um mistério)

Esta versão em miniatura das ondas de choque das supernovas pode ter ajudado os cientistas a chegar muito perto da resolução de um antigo mistério cósmico. Uma equipa de investigadores do Departamento de Energia do Centro …