Atlas da Larousse considera Crimeia território russo

Oxlaey.com / Flickr

O embaixador da Ucrânia em França, Oleh Shamshur, declarou estar “profundamente chocado” por descobrir no Atlas Socioeconómico 2016 da casa de edição francesa Larousse um mapa que mostra “a Crimeia como fazendo parte do território russo”.

A imagem aparece no Atlas Socioeconómico 2016 criado pela Larousse e, contactada esta quarta-feira pela AFP, a editora francesa disse “não querer entrar nesta polémica”.

Oleh Shamshur, o embaixador da Ucrânia em França, apercebeu-se da situação e, por isso, decidiu mandar por correio eletrónico, uma mensagem à editora na qual diz que “apesar do asterisco estipulando que a Crimeia foi ‘unida’ (nem sequer ‘anexada’) pela Rússia, esta representação da Larousse, com efeito, legitima a violação flagrante do direito internacional pela Rússia”.

Posteriormente, a mensagem também foi colocada na conta do Facebook da embaixada para chamar a devida atenção para o caso.

O embaixador acrescentou que “este género de falsa informação joga a favor da propaganda russa, que procura lavar a agressão russa contra a Ucrânia”.

No entanto, Shamshur está “convencido de que a Larousse vai honrar a sua tradição de editora de referência e corrigir este erro vergonhoso“.

TD TUBS / Wikimedia

-

A Federação Russa anexou a Crimeia em março de 2014, depois de um referendo contestado em que 97% dos votantes escolheram a associação com a Rússia, segundo o Kremlin. Desde então, a comunidade internacional tem denunciado regularmente a anexação.

Fundada em 1851, a Larousse foi criada por Pierre-Athanase Larousse e destaca-se pelas suas publicações de referência, nomeadamente pelos seus dicionários e enciclopédias.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Estes países que anexam territórios à força jogam com o tempo para que o facto seja dado como consumado e as pessoas deixem de falar do problema. Veja-se o caso de Olivença, assunto quase tabu, quer em Portugal, quer em Espanha.

  2. Bom, em boa verdade a Crimeia pertence, de facto à Rússia, desde 1783, foi anexada à Ucrânia no tempo da URSS, já na era de Nikita Khrushchev , portanto muito recente. Por isso a Rússia tem sim, razão em querer a Crimeia “de volta”. A maioria dos habitantes da Crimeia, são, de facto, russos. Antes de pertencer à Rússia a Crimeia passou por uma série de domínios, incluindo dos Tártaros, que Stalin deportou em massa durante o seu mandato.

    Quanto ao resto da Ucrânia não, o Ocidente deveria reconhecer a Crimeia como parte da Rússia e a Rússia deveria reconhecer todo o resto da Urcânia como um estado único e não fomentar o separatismo da da sua parte Oriental ou a tentativa de invadir o país.

RESPONDER

Quartel da Graça vai ser um hotel de luxo

A concessão do Quartel da Graça, em Lisboa, vai ser entregue ao grupo Sana, no âmbito do programa Revive, estando previsto um investimento de 30 milhões de euros, para a instalação de um hotel, foi …

Infarmed retira do mercado protetor solar infantil

O Infarmed disse esta sexta-feira que está acompanhar as precauções da agência espanhola do medicamento em relação aos produtos de proteção solar ISDIN, indicando que em novos testes detetou variabilidade e inconsistência no fator de …

Com 13 anos, herdeira da Coroa de Espanha discursa pela primeira vez

O rei Filipe VI transmitiu esta sexta-feira à princesa Leonor o compromisso "pessoal e institucional" que possui como herdeira da Coroa na entrega dos Prémios Princesa de Astúrias 2019, cerimónia acompanhada no exterior por uma …

"El Mencho" quer ser o próximo "El Chapo" (e está a matar polícias para o conseguir)

"El Mencho", líder de um dos cartéis mais influentes do México, foi responsável pelo massacre de 14 polícias. O barão da droga quer ser o próximo "El Chapo". No México, Nemesio Oseguera Cervantes, conhecido como "El …

Marcelo promulga regime de acolhimento residencial para crianças e jovens em perigo

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou esta sexta-feira o diploma governamental que estabelece o regime de execução do acolhimento residencial, medida de promoção dos direitos e de proteção das crianças e jovens …

Lenny Kravitz regressa a Lisboa para um concerto em 2020

Lenny Kravitz regressa a Portugal em 2020. O músico irá atuar na Altice Arena, em Lisboa, no dia 25 de julho do próximo ano. Este concerto faz parte da digressão "Here to Love", de apoio ao …

Conspirador condenado a pagar 450.000 dólares por negar massacre de Sandy Hook

Um tribunal de Wisconsin, nos Estados Unidos, condenou um conspirador a indemnizar o pai de uma das crianças que morreu no tiroteio de Sandy Hook, em 2012, com 450.000 dólares depois de este afirmar que …

Adepto do Nápoles acusado da morte de apoiante do Inter

  O adepto do Nápoles tem antecedentes criminais e, segundo a investigação, poderá estar ligado à camorra, uma organização criminosa italiana. Um adepto radical do Nápoles foi esta sexta-feira detido sob a acusação de homicídio de um …

As temperaturas no Qatar estão tão altas que já há ar condicionado nas ruas

As temperaturas no Qatar, um dos lugares mais quentes do planeta, aumentaram tanto que as autoridades estão a instalar equipamentos de ar condicionado no exterior dos edifícios, nas ruas e nos mercados. O país, onde as …

Quadro de Nicolas de Staël vendido em Paris por valor recorde de 20 milhões de euros

Um quadro do pintor francês, de origem russa, Nicolas de Staël, foi vendido por 20 milhões de euros, um recorde para o artista, num leilão que decorreu em Paris e que foi organizado pela casa …