Assembleia do Livre quer retirar confiança política a Joacine

Mário Cruz / Lusa

A Assembleia do Livre propôs a retirada da confiança política a Joacine Katar Moreira, considerando que a relação da deputada com os órgãos do partido tem sido de constante “antagonismo”.

A Assembleia do Livre, o órgão máximo do partido entre congressos, vai propor ao congresso do partido, que se realiza este fim de semana em Lisboa, a retirada da confiança política à deputada eleita pelo partido, Joacine Katar Moreira.

A decisão foi tomada durante uma reunião do órgão do partido, na quarta-feira à noite, para introduzir um novo ponto na Ordem de Trabalhos do IX Congresso. A deliberação poderá ser aprovada ou chumbada este sábado, ou remetida para votação pela próxima assembleia, que será eleita durante a reunião magna do partido, avança o Expresso.



“Considerando que a eleição para a Assembleia da República de uma representante do Livre é uma responsabilidade que transcende a deputada eleita, e porque não se vislumbra da parte da deputada, Joacine Katar Moreira, qualquer vontade em entender a gravidade da sua postura, nem intenção de a alterar, a Assembleia do Livre delibera retirar a confiança política à Deputada, pelo que deixa de reconhecer o exercício do seu mandato como sendo exercido em representação do Livre”, lê-se no documento a que o matutino teve acesso.

Por reconhecer as “consequências gravosas” desta medida, a Assembleia garante que não é possível manter a confiança política “em quem, por opção própria, reiteradamente prescindiu” de representar o partido.

“A Assembleia manifesta-se consternada pelos factos que conduziram a esta decisão e que tanto têm custado aos portugueses e portuguesas, sobretudo a eleitores, membros e apoiantes do Livre”, acrescenta o mesmo documento. Além disso, o mesmo órgão lamenta que nenhuma das promessas do partido esteja a ser cumprida e condena que os órgãos internos não sejam respeitados pela representação parlamentar.

A mesma nota reitera que Joacine não exerce o seu mandato como independente. “Não só foi eleita nas listas do LIVRE, como é membro do partido e até da sua direção, e está na Assembleia da República também nessa qualidade. No entanto, a relação da Deputada com os órgãos do partido tem sido de antagonismo e polarização, ao adotar a partir de São Bento, uma postura de constante e reiterado confronto com estes órgãos.”

A deliberação da Assembleia do partido surge depois de ter sido divulgada uma moção para exigir que Joacine Katar Moreira renuncie às suas funções ou para lhe seja retirada a confiança política.

A moção integra uma lista de outras 18 e será votada na reunião magna do Livre, que acontece já este fim de semana em Lisboa.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Presidente da Tunísia governará por decreto, ignorando partes da constituição

O Presidente da Tunísia, Kais Saied, declarou que governará por decreto e ignorará partes da constituição, enquanto se prepara para mudar o sistema político, gerando críticas imediatas da oposição. Desde 25 de julho, dia em que …

Alemanha deixa de pagar quarentena a trabalhadores não vacinados

A Alemanha vai deixar de indemnizar trabalhadores não vacinados que forem forçados a quarentena devido ao coronavírus, por ser "injusto pedir aos contribuintes que subsidiem aqueles que se recusam a ser vacinados", disse na quarta-feira …

Governo acaba com recomendação do teletrabalho

O Conselho de Ministros decidiu acabar com a recomendação da opção pelo teletrabalho e eliminar a testagem em locais de trabalho com mais de 150 trabalhadores. Estas medidas integram a terceira e última fase do plano …

Cansado de denúncias, Betis pede aos seus sócios: "Portem-se bem"

Clube onde jogam dois portugueses quer que os adeptos tenham um "comportamento adequado" durante os jogos no Benito Villamarín. O Betis de Sevilha jogou seis vezes até agora, nesta época. Quatro desses encontros foram disputados em …

Junta militar de Myanmar está a sequestrar familiares de pessoas que pretende deter, diz especialista da ONU

A junta militar de Myanmar está a sequestrar familiares de pessoas que pretende deter, incluindo crianças com 20 semanas de idade, segundo o relator especial da Organização das Nações Unidas (ONU) destacado para o país, …

Regiões portuguesas entre as que mais colocaram trabalhadores em teletrabalho

  Apesar dos números elevados registados em Portugal, futuro do modelo está ainda em aberto, face à preferência dos patrões em ter os funcionários a trabalhar em ambiente de escritório. De acordo com dados revelados pelo Eurostat, …

Reino Unido em choque. Sabina Nessa pode ter sido assassinada por um estranho ainda em liberdade

Sabina Nessa, de 28 anos, terá sido assassinada enquanto caminhava pelo Cator Park, no sudeste de Londres, na passada sexta-feira. O percurso da sua casa até a um bar ia demorar apenas cinco minutos, mas …

A corrida a secretário-geral da UGT terá dois candidatos

É a primeira vez que a corrida à liderança da UGT conta com dois candidatos: além de José Abraão, atual dirigente da Federação de Sindicatos da Administração Pública (Fesap), Mário Mourão, presidente do Sindicato dos …

Colapso da Evergrande. China pede a governos regionais que se "preparem para a possível tempestade"

As autoridades chinesas estão a pedir aos governos regionais para se prepararem para um possível colapso da Evergrande. O The Wall Street Journal noticia, esta quinta-feira, que as autoridades chinesas estão a pedir aos governos regionais …

Governo vai testar 35 mil funcionários de creches e pré-escolar até 3 de outubro

Os funcionários das creches, do pré-escolar e a rede nacional de amas começaram esta quinta-feira a ser testados à covid-19, numa ação que até 3 de outubro abrangerá 35 mil pessoas em todo o país. O …