Armando Vara terá forçado crédito ruinoso na Caixa

Paulo Novais / Lusa

O ex-ministro Armando Vara

O ex-ministro Armando Vara

Funcionários da Caixa Geral de Depósitos (CGD), ouvidos no âmbito da Operação Marquês, testemunharam que o crédito ruinoso concedido pelo banco ao empreendimento de Vale do Lobo, no Algarve, foi determinado por “ordem superior” de Armando Vara, então administrador da instituição.

Armando Vara é um dos arguidos da Operação Marquês, por suspeitas relacionadas com o seu papel, enquanto administrador da CGD, aquando da concessão de um crédito ao empreendimento turístico de Vale do Lobo, no Algarve.

Sócrates é também suspeito de favorecimentos no âmbito do resort de luxo.

Agora, o Correio da Manhã garante que “testemunhos de quatro funcionários da CGD comprometem de forma clara o papel de Vara no processo”.

De acordo com o jornal, citando estes testemunhos, a CGD concedeu um crédito de 194 milhões de euros ao empreendimento e ainda entrou no capital da empresa que o adquiriu, a Resortpart.

A Caixa terá exigido aos investidores, como requisito para a concessão do crédito, que “tivessem capitais próprios de 36 milhões de euros”, salienta o CM.

Mas “como estes avançaram apenas com seis milhões, a CGD acabou por entrar no capital da Resortpart com dois milhões de euros e deu também 28 milhões de euros em suprimentos“, aponta o jornal.

Além disso, a CGD acrescentou “um crédito de dois milhões para gastos com escrituras“, sublinha o diário.

Deste modo, o banco estatal cedeu 226 milhões de euros ao empreendimento, num dos vários créditos ruinosos realizados durante a gestão de Armando Vara e que, segundo uma auditoria, foram concedidos com “deficiente análise de risco” ou “com garantias claramente insuficientes”.

Um dos funcionários da CGD ouvidos na Operação Marquês terá garantido aos investigadores que o financiamento ao empreendimento “foi determinado superiormente” e mais três testemunhas “confirmam a intervenção directa de Armando Vara no processo”, realça o CM.

ZAP

PARTILHAR

13 COMENTÁRIOS

  1. Falta conhecer as “ordens dadas” pelos Administradores PSD quando lá estiveram.
    Não gostando de Vara não acredito que só ele tenha dado este tipo de ordens !!!!
    Por muito incauto que se seja não se consegue enterrar 4 mil milhões de euros em 6 anos de gestão !!!!

    • Pessoalmente nunca gostei deste Vara mas, concordo, não é, de longe, o principal responsável. A CGD tem funcionado como um trampolim para os incompetentes e oportunistas que estão nos partidos, particularmente PS e PSD e, portanto, há responsabilidades de ambos.
      Na minha opinião os problemas da CGD, em concreto os 4 mil milhões enterrados, resultam, mais uma vez, duma deficiente supervisão do Banco de Portugal e do facto da CGD ser constantemente chamada a enterrar dinheiro para safar outros Bancos. Tem dinheiro metido no Banif, no BPN, entre outros que, como sabemos, será praticamente incobrável ou apenas será recuperada uma pequena parte.

  2. Nem compreendo o espanto do pessoal……a justiça leva tanto tempo a actuar que um dia destes o sacripanta tem um ataque qualquer e vai desta para melhor e ai o caso é arquivado, como sempre acontece……ora ora, eixem de se preocupar com estes casos sejam felizes no Natal que se aproxima.

  3. Gente isto não é uma questão de partidos. Este banco foi sempre administrado de forma RUINOSA quer por PS quer por PSD, mas sempre foi muito mais RUINOSA sempre que o PS está no governo, senão vejam esta “novela” que decorre á meses nesta ultima escolha p/ a administração da CGD. É c/ este tipo de gestores politicos que levam qualquer empresa a “FALENCIAS”!! Senão reparem o BCP está como está porquê, quem lá esteve ? Armando Vara como não podia deixar de ser. Sempre que os politicos se metem em empresas nada fazem p/ além de arruinarem as mesmas!!

    • Não passas de um ignorante mal intencionado. Pafiosos e mafiosos é tudo a mesma gente. Metem nojo. Usam palas nos olhos como os burros. Por acaso o Oliveira e Costa, Dias Loureiro, Caprichoso ou Sanchez eram ou são do PS? O Salgado também é do PS? E o BCP foi o Vara que o arruinou? Estás a esquecer-te do Paulo Teixeira da Cruz, que foi secretário de Estado de Cavaco e que deixou o BCP na miséria. Mas saiu com uma reforma de 40.000 euros mensais e um choruda indemnização. E o Bagão félix também lá esteve e tem uma reforma da ordem dos 25.000 euros. E o que é que fez de bom?? Não sejas Toino pafioso e mafioso.

  4. È incompréhensible,a polícia faz os inquéritos,apanham os responsáveis,pela ruína desse país,que esses banqueiros ladrões e courruptos enchem os bolsos deles e dos amigos, metem os bancos na falência,arruinam o país,e aonde è que está a justiça,no meio disto tudo, porque è que ninguém vai para a prisão, esses tipos andam à solta como se nada tivesse acontecido,è incrível de ver a impunidade desses ladrões, será que a justiça não tem vergonha de deixar esse país chegar ao ponto que chegou,façam qualquer coisa para meter fim a toda esta vergonha de imponidade dos ladrões.

  5. Os funcionários da Caixa foram, certamente, arregimentados para depôr de acordo com o interesse do Procurador. Quem conhece, minimamente os procedimentos da concessão de créditos de montantes elevados, como foi o caso dos 194 miilhões, sabe que a aprovação destes créditos é feito por um colégio cediticio do Conselho de Administração, composto por 8 ou 9 administradores, e depois do processo ter passado por diversos departamentos de análise de risco e de recuperação dos créditos e ter em anexo, os pareceres das diversas entidades que analisaram o processo. Os administradores aprovam ou recusam o crédito de acordo com os pareceres e também pela sua experiência e conhecimento dos factos. Não há nenhum crédito deste montante, ou outro até de menor valor aprovado por um único administrador. Só por ignorância ou má-fé dos comentadeiros, jornalistas, procuradores ou juizes é que se pode acusar uma única pessoa de ter sido o responsável pela aprovação de um crédito de 194 milhões de euros. Arregimentar gente da côr para dizerem o que o procurador quer, é fácil. Dificil é convencer o juiz de que um só homem aprovou fosse o que fosse, quando as regras não permitem. Somos todos burros, ou querem fazer-nos de asnos com merda na cabeça?????

RESPONDER

O Brasil está a construir uma nova estátua gigante de Cristo. Vai ser mais alta que a do Rio de Janeiro

Uma nova estátua gigante do Cristo que está a ser construída no sul do Brasil será ainda mais alta do que a icónica estátua do Cristo Redentor com vista para o Rio de Janeiro. Cabeça e …

Costa anuncia 252 milhões de euros de investimento na investigação e economia do mar

O primeiro-ministro anunciou hoje que o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) vai ter uma verba de 252 milhões de euros autonomizada para financiar investimentos na investigação, na economia do mar e na segurança pesqueira. Além …

Setor da restauração diz que os apoios e horários estabelecidos aumentam a “escravização"

Segundo um documento da PRO.VAR, dois em cada três (66,4%), dos estabelecimentos localizados em centros comerciais, ponderam apresentar pedidos de insolvência. O trabalho tem por base um inquérito a empresas do sector realizado entre os dias …

Ucrânia diz que Rússia não responde a pedido de conversações, mas conta com o apoio da NATO

O Presidente ucraniano, Volodimir Zelenskii, disse que ainda não conseguiu falar com o seu homólogo russo, Vladimir Putin, para discutir a escalada do conflito no Leste da Ucrânia. A Rússia e a Ucrânia acusam-se mutuamente de …

"O trabalho liberta." Polícia comunica pichagem nazi no Porto ao Ministério Público

A Polícia Municipal vai comunicar ao Ministério Público (MP) uma pichagem num portão da Avenida do Brasil, no Porto, com a frase nazi "o trabalho liberta". Uma pichagem num portão da Avenida do Brasil, no Porto, …

Um morto e um ferido em tiroteio junto a hospital em Paris. Atirador encontra-se em fuga

Um tiroteio numa rua no bairro 16 da capital francesa causou a morte de um segurança do hospital Henry Dunant e ferimentos muito graves numa utente. Os disparos deram-se em frente ao hospital Henry Dunant, …

Bloco de Esquerda quer plano nacional de férias de Verão financiado pelo Governo

O Bloco de Esquerda vai entregar um projeto de lei na Assembleia da República para que o Governo defina um programa de férias de Verão. Catarina Martins, coordenadora do partido, frisa que a maior parte …

Índia ultrapassa Brasil e é o segundo país mais afetado pela covid-19

A Índia é o segundo país mais afetado pela pandemia de covid-19, ultrapassando o Brasil, depois de registar um valor máximo de 168 mil novas contaminações nas últimas 24 horas. O país, com 1,3 mil milhões …

Dois anos depois, mulher de Assange pede que Reino Unido pressione EUA para acusações caírem

A mulher de Julian Assange, Stella Moris, disse que a Grã-Bretanha seria mais forte a fazer campanha contra regimes autoritários se pressionasse o Governo Biden a retirar o seu apelo para o extraditar sob acusações …

Operação Marquês. Ministério Público pede alargamento do prazo previsto na lei para recorrer

Depois da decisão instrutória tomada pelo juiz Ivo Rosa, os procuradores Rosário Teixeira e Vítor Pinto já entregaram um requerimento a pedir 120 dias para o recurso. O alargamento do prazo passaria assim a ser …