Armando Vara terá forçado crédito ruinoso na Caixa

Paulo Novais / Lusa

O ex-ministro Armando Vara

O ex-ministro Armando Vara

Funcionários da Caixa Geral de Depósitos (CGD), ouvidos no âmbito da Operação Marquês, testemunharam que o crédito ruinoso concedido pelo banco ao empreendimento de Vale do Lobo, no Algarve, foi determinado por “ordem superior” de Armando Vara, então administrador da instituição.

Armando Vara é um dos arguidos da Operação Marquês, por suspeitas relacionadas com o seu papel, enquanto administrador da CGD, aquando da concessão de um crédito ao empreendimento turístico de Vale do Lobo, no Algarve.

Sócrates é também suspeito de favorecimentos no âmbito do resort de luxo.

Agora, o Correio da Manhã garante que “testemunhos de quatro funcionários da CGD comprometem de forma clara o papel de Vara no processo”.

De acordo com o jornal, citando estes testemunhos, a CGD concedeu um crédito de 194 milhões de euros ao empreendimento e ainda entrou no capital da empresa que o adquiriu, a Resortpart.

A Caixa terá exigido aos investidores, como requisito para a concessão do crédito, que “tivessem capitais próprios de 36 milhões de euros”, salienta o CM.

Mas “como estes avançaram apenas com seis milhões, a CGD acabou por entrar no capital da Resortpart com dois milhões de euros e deu também 28 milhões de euros em suprimentos“, aponta o jornal.

Além disso, a CGD acrescentou “um crédito de dois milhões para gastos com escrituras“, sublinha o diário.

Deste modo, o banco estatal cedeu 226 milhões de euros ao empreendimento, num dos vários créditos ruinosos realizados durante a gestão de Armando Vara e que, segundo uma auditoria, foram concedidos com “deficiente análise de risco” ou “com garantias claramente insuficientes”.

Um dos funcionários da CGD ouvidos na Operação Marquês terá garantido aos investigadores que o financiamento ao empreendimento “foi determinado superiormente” e mais três testemunhas “confirmam a intervenção directa de Armando Vara no processo”, realça o CM.

ZAP

PARTILHAR

13 COMENTÁRIOS

  1. Falta conhecer as “ordens dadas” pelos Administradores PSD quando lá estiveram.
    Não gostando de Vara não acredito que só ele tenha dado este tipo de ordens !!!!
    Por muito incauto que se seja não se consegue enterrar 4 mil milhões de euros em 6 anos de gestão !!!!

    • Pessoalmente nunca gostei deste Vara mas, concordo, não é, de longe, o principal responsável. A CGD tem funcionado como um trampolim para os incompetentes e oportunistas que estão nos partidos, particularmente PS e PSD e, portanto, há responsabilidades de ambos.
      Na minha opinião os problemas da CGD, em concreto os 4 mil milhões enterrados, resultam, mais uma vez, duma deficiente supervisão do Banco de Portugal e do facto da CGD ser constantemente chamada a enterrar dinheiro para safar outros Bancos. Tem dinheiro metido no Banif, no BPN, entre outros que, como sabemos, será praticamente incobrável ou apenas será recuperada uma pequena parte.

  2. Nem compreendo o espanto do pessoal……a justiça leva tanto tempo a actuar que um dia destes o sacripanta tem um ataque qualquer e vai desta para melhor e ai o caso é arquivado, como sempre acontece……ora ora, eixem de se preocupar com estes casos sejam felizes no Natal que se aproxima.

  3. Gente isto não é uma questão de partidos. Este banco foi sempre administrado de forma RUINOSA quer por PS quer por PSD, mas sempre foi muito mais RUINOSA sempre que o PS está no governo, senão vejam esta “novela” que decorre á meses nesta ultima escolha p/ a administração da CGD. É c/ este tipo de gestores politicos que levam qualquer empresa a “FALENCIAS”!! Senão reparem o BCP está como está porquê, quem lá esteve ? Armando Vara como não podia deixar de ser. Sempre que os politicos se metem em empresas nada fazem p/ além de arruinarem as mesmas!!

    • Não passas de um ignorante mal intencionado. Pafiosos e mafiosos é tudo a mesma gente. Metem nojo. Usam palas nos olhos como os burros. Por acaso o Oliveira e Costa, Dias Loureiro, Caprichoso ou Sanchez eram ou são do PS? O Salgado também é do PS? E o BCP foi o Vara que o arruinou? Estás a esquecer-te do Paulo Teixeira da Cruz, que foi secretário de Estado de Cavaco e que deixou o BCP na miséria. Mas saiu com uma reforma de 40.000 euros mensais e um choruda indemnização. E o Bagão félix também lá esteve e tem uma reforma da ordem dos 25.000 euros. E o que é que fez de bom?? Não sejas Toino pafioso e mafioso.

  4. È incompréhensible,a polícia faz os inquéritos,apanham os responsáveis,pela ruína desse país,que esses banqueiros ladrões e courruptos enchem os bolsos deles e dos amigos, metem os bancos na falência,arruinam o país,e aonde è que está a justiça,no meio disto tudo, porque è que ninguém vai para a prisão, esses tipos andam à solta como se nada tivesse acontecido,è incrível de ver a impunidade desses ladrões, será que a justiça não tem vergonha de deixar esse país chegar ao ponto que chegou,façam qualquer coisa para meter fim a toda esta vergonha de imponidade dos ladrões.

  5. Os funcionários da Caixa foram, certamente, arregimentados para depôr de acordo com o interesse do Procurador. Quem conhece, minimamente os procedimentos da concessão de créditos de montantes elevados, como foi o caso dos 194 miilhões, sabe que a aprovação destes créditos é feito por um colégio cediticio do Conselho de Administração, composto por 8 ou 9 administradores, e depois do processo ter passado por diversos departamentos de análise de risco e de recuperação dos créditos e ter em anexo, os pareceres das diversas entidades que analisaram o processo. Os administradores aprovam ou recusam o crédito de acordo com os pareceres e também pela sua experiência e conhecimento dos factos. Não há nenhum crédito deste montante, ou outro até de menor valor aprovado por um único administrador. Só por ignorância ou má-fé dos comentadeiros, jornalistas, procuradores ou juizes é que se pode acusar uma única pessoa de ter sido o responsável pela aprovação de um crédito de 194 milhões de euros. Arregimentar gente da côr para dizerem o que o procurador quer, é fácil. Dificil é convencer o juiz de que um só homem aprovou fosse o que fosse, quando as regras não permitem. Somos todos burros, ou querem fazer-nos de asnos com merda na cabeça?????

RESPONDER

Detido proprietário de jornal de Hong Kong ao abrigo da lei de segurança nacional

A polícia de Hong Kong fez buscas, esta segunda-feira, ao grupo de comunicação social Next Media, considerado pró-democracia, pouco depois da detenção do seu proprietário, ao abrigo da lei de segurança nacional. Dezenas de agentes das …

Detetado surto de covid-19 em lar do Barreiro. Há pelo menos 47 infetados

Um surto de covid-19 no Lar São José, no Barreiro, contabiliza 47 casos positivos e dois internamentos de idosos, mas a "situação está controlada", disse, este domingo, o delegado de saúde adjunto regional de Lisboa …

Índia regista recorde diário de mortes. Reino Unido atinge marca negra

O novo coronavírus continua a alastrar-se um pouco por todo o mundo. Enquanto alguns países estão a conseguir lidar com a pandemia de covid-19, outros estão a fracassar nessa tarefa. Este domingo, no total, registaram-se 6.106 …

"Um disparate". Presidente nega envolvimento na vinda de Juan Carlos para Cascais

O Presidente da República afirmou que “qualquer pessoa minimamente inteligente e sensata” perceberia que o chefe de Estado não se poderia envolver na questão do rei emérito de Espanha, classificando essa ideia como um "disparate". Em …

Plano do hidrogénio vai sair "muito caro" aos portugueses

Os fundadores da Tertúlia Energia defendem que o plano do hidrogénio do Governo tem várias lacunas e vai custar "muito caro" aos consumidores portugueses. Num artigo publicado no jonal ECO, os fundadores da Tertúlia Energia, Abel …

Governo vai lançar plano para salvar empresas viáveis em dificuldades (e perdoar juros ao Fisco)

O Governo vai lançar um plano para salvar empresas viáveis que será um novo mecanismo temporário para ajudar empresas que se encontrem em situação económica difícil ou em insolvência devido à pandemia. O plano, que se …

Fábio Silva a prazo no Dragão. Avançado deverá sair por 40 milhões

Fábio Silva deverá abandonar o FC Porto dentro dos próximos dias. O jovem avançado permitirá um encaixe de 40 milhões de euros para os cofres portistas. A saída de Fábio Silva do FC Porto parece praticamente …

"Há filhos e enteados?". Marques Mendes arrasa decisão "inacreditável" de realizar festa do Avante

Luís Marques Mendes criticou este domingo a realização da festa do Avante, considerando "inacreditável" que a habitual festa comunista seja realizada no atual contexto da pandemia de covid-19 em Portugal. No seu habitual espaço de …

Varandas só tem espaço para 24 jogadores. Metade será de Alcochete

Com o intuito de reduzir custos, o presidente sportinguista, Frederico Varandas, diz que quer um plantel com 24 jogadores para a próxima época. Cerca de metade são produtos de Alcochete. Frederico Varandas pretende encurtar o plantel …

Duas demissões no Governo do Líbano. Beirute ficou com cratera de 43 metros de profundidade

Duas demissões no Governo do Líbano foram anunciadas nas últimas horas depois da explosão no porto de Beirute que provocou pelo menos pelo menos 158 mortos, 6.000 feridos e dezenas de desaparecidos. A ministra da …