MP afirma que Sócrates fez exceções à medida para o Vale do Lobo

José Sena Goulão / Wikimedia

Ex-primeiro-ministro e ex-líder do PS, José Sócrates

O procurador Rosário Teixeira suspeita que Sócrates tenha recebido 12 milhões de euros com aprovação do diploma que consagrou “um regime de exceção que terá ido ao encontro dos interesses dos promotores” do empreendimento turístico de Vale do Lobo, no Algarve.

O Diário de Notícias desta terça-feira avança que Rosário Teixeira, que investiga a Operação Marquês, sustenta que Hélder Bataglia, um dos sócios do Vale do Lobo, transferiu dinheiro ao ex-primeiro-ministro por este ter incluído no Plano de Ordenamento do Território para o Algarve (PROTAL) de 2007 um regime de excepção que beneficiou o empreendimento.

O Ministério Público refere que a publicação – com alegadas contrapartidas – do artigo 6º da Resolução do Conselho de Ministros n.º 102/2007, que aprovou o PROTAL, é o crime que sustenta a acusação de ato ilícito praticado por Sócrates, o que foi comunicado à defesa do ex-primeiro-ministro na última resposta a um recurso.

O artigo em questão estabelecia que as novas regras do PROTAL não se aplicavam “aos planos de urbanização e aos planos de pormenor em elaboração que à data da entrada em vigor da presente resolução já tenham sido remetidos à Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve” até 31 de dezembro de 2007.

O PROTAL foi aprovado a 24 de maio, mas só foi publicado em Diário da República a 3 de agosto, entrando em vigor a 19 de dezembro de 2007. A 20 de dezembro, uma nova resolução do Conselho de Ministros alargou o período transitório para 31 de janeiro de 2008. De acordo com Rosário Teixeira, estes intervalos saíram em benefício do empreendimento turístico.

Nuno Correia, ministro do Ambiente à época, já foi ouvido como testemunha no processo.

A defesa de Sócrates, de acordo com o DN, já contestou a tese, reforçando que o PROTAL não foi aprovado por José Sócrates, mas sim pelo órgão colegial do Conselho de Ministros, após ter sido concebido com base num trabalho preparado durante anos por técnicos do Ministério do Ambiente.

A associação ambiental algarvia Almargem faz recuar as suspeitas ao tempo em que Durão Barroso era primeiro-ministro.

De acordo com o DN, a associação alega que qualquer benefício para o Vale do Lobo terá ocorrido com a aprovação de uma alteração a um plano de Vilamoura – Vila Real de Santo António, que permitiu a construção do empreendimento Oceano Clube, propriedade do Vale do Lobo, quando o ex-presidente da Comissão Europeia era chefe de Governo.

ZAP

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. “…Rosário Teixeira suspeita…” é sinal que ainda pensa! O pior é se a ” suspeita” chega a Durão Barroso. Lá fica o processo parado para ser limpo de suspeitas!!

  2. A ”suspeita” tem que chegar a todos os que delapidam o erário público e se aproveitam da boa fé dos votantes/contribuintes. A ”suspeita” tem que chegar a todos os que recebem luvas em proveito próprio com prejuízo de terceiros, neste caso, O POVO.

  3. “…não há meio de comprovar…” – A leitura estimada feita de fora sobre eventuais “raciocínios do investigador” tem destas coisas! Quem diria que não foram depoimentos de Helder Bataglia que conduziu aos especulados raciocínios e que agora não se está mais perto da base da pirâmide – a ver pelas medidas de coação atribuídas? É que a investigação além da prova, deve salvaguardar a sua consistência enquanto goza dos seus próprios prazos!
    – Suspeitar é pensar dizem… ou relacionam o tempo para relevar eventuais actos suspeitos eventualmente praticados! O recurso a ‘estorietas’ de há 4 ou 5 ciclos eleitorais atrás não passa de tronco de bananeira em alto mar!
    – O que passa ao lado de muitos é que os órgãos de soberania da República Portuguesa são: O presidente da República, o Governo, a Assembleia e os Tribunais – Diriam muitos, em 5º lugar a imprensa que os “cruza” a todos – integrantes dos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário.

      • Afinal haverá sempre coisas que se fazem ao desbarato e isso pode ter a ver com o produto, serviço, preço ou alvos a atingir… Outra coisa, do mesmo ponto de vista, é o que sai perniciosamente caro a qualquer sociedade civilizada: Escória da boca para fora, atoarda, verborreia , afinal afirmações com alvos indefinidos, sem “tomates”. Cobardes.
        Resta constatar que sempre haverá “vozes… que não chegam ao céu”!

  4. O que é extraordinário neste notícia é o título. O MP afirma (título)…, depois afinal o procurador suspeita (em subtítulo a “bold”)… e no final (a letra normal) a associação ambiental diz que o responsável da altura era afinal… Durão Barroso?
    Cheira a desonestidade intelectual e jornalística.
    E por que é que o tema é Sócrates (mais uma vez) quando a verdadeira notícia são as suspeitas que a associação ambiental faz recair sobre Durão Barroso (isso sim uma novidade)?

    • À parte a ‘construção’ da notícia e as teorias jornalísticas aplicáveis… A A.Ambiental ALMARGEM foi aqui “repescada” e enconstada à notícia porque na altura do Barroso certamente era do contra! Repare que posteriormente não se pronunciou! Estava tudo bem?! Só em Junho.2015 a tal associação no seu site publica o seguinte título: “décadas de crimes e agressões contra o ambiente e apenas um suspeito ? (Junho)” Sim. Em junho de 2015. Repare-se na cronologia:
      C.Silva – Ago.1994 na sequência do despacho dos Ministros do Plan. e Admin. do Territ. e do Comér. e Turismo aprova regime de excepção para “projectos estruturantes” na área do turístico ultrapassando restrições que beneficiaram para além do Vale de Lobo III, o Vilamoura XXI e Verdelago
      D.Barroso – 10 anos depois, Abr.2004 aprova o projecto Vale de Lobo III .
      J.Sócrates – Em Jun.2005, após polémica alteração do POOC Vilamoura-Vila Real Sto. António, 3 meses após posse como 1º Ministro, permitiu ao Oceano Clube – no Garrão – do empreendimento Vale do Lobo implementar o projecto da frente marítima a 70+70 metros inviabilizado pelos anteriores 120+120metros.
      -Em Nov.2006, qdo terminou o DEBATE PÚBLICO do PROTAL, a sua aprovação teve lugar em Mai.2007 e cerca de 8 meses após terminada a discussão pública, a sua publicação no D.R. aconteceu a 3 de Agosto de 2007.
      Aqui é que a porca torcerá verdadeiramente o rabo! É que aquele atraso “possibilitou a legitimação de cerca de 20 mil camas turísticas suplementares reclamadas por vários Municípios por via das AATs (Áreas de Aptidão Turística) e UOPs (Unidades Operativas de Planeamento) previstas nos respectivos PDMs, isto para além das 24 mil novas camas turísticas propostas pelo próprio PROTAL”-SITE A.A.ALMARGEM.
      Depois, Almargem-Associação de Defesa do Património Cultural e Ambiental do Algarve escreve ainda o assunto como “a ponta do iceber” e enquanto se distancia da investigação judicial e J.Sócrates afirma “… aprovações à medida de construções e empreendimentos turísticos deveriam ter sido objecto de averiguação por parte das autoridades, com ou sem suspeitos mediáticos envolvidos, com arguidos a ser constituídos se se justificasse e muitos mais processos-crime eventualmente a avançar.” !?!
      Sim em jun.2015 a Almargem-Associação de Defesa do Património Cultural e Ambiental do Algarve escreveu no seu portal “Se tal tivesse acontecido, não estaríamos hoje a lamentar todo um conjunto de decisões tomadas ao longo das últimas décadas e que levaram à destruição de uma boa parte desta terra maravilhosa que é o Algarve.” Tardiamente mas sem dúvida nenhuma. Digo eu.

  5. Em Portugal a culpa morre sempre suspeita, nunca morre certeza. Falta de profissionalismo em muitas áreas, entretanto fabricam-se suspeitas, um óptimo serviço prestado à democracia.

RESPONDER

Empresa norueguesa garante que pode "parar" furacões antes que estes se tornam destrutivos

Especialistas ambientais advertem que o sistema de "cortina de bolhas" proposto pela empresa pode provocar efeitos indesejados. A OceanTherm, uma startup norueguesa, assegura que a sua nova tecnologia pode evitar que as tempestades tropicais se tornem …

Afeganistão: Familiares consideram "insuficientes" pedido de desculpas dos EUA

Familiares dos civis afegãos mortos por "engano" durante um ataque de um avião não tripulado 'drone' norte-americano no final de agosto em Cabul consideraram este sábado "insuficiente" o pedido de desculpas de Washington, numa entrevista …

Descoberta de pegadas fossilizadas em Espanha revela a existência de um "berçário" de elefantes

Pegadas fossilizadas foram encontradas numa praia no sul da Espanha e mostram o que pode ter sido o berçário de uma espécie extinta de elefantes. O local costeiro, situado na região de Huelva, estava normalmente coberto …

Morreu aos 98 anos o historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França

O historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França morreu este sábado, aos 98 anos, na casa de saúde de Jarzé, perto da cidade francesa de Angers, disse à Lusa a pintora Emília Nadal, sua …

Ventura: "Não vejo outra possibilidade senão a ministra da Saúde ou pedir desculpa ou ser afastada"

O Chega vai questionar formalmente o Governo pelo “facto de a ministra da Saúde ter utilizado um carro do Estado” para ir a uma ação de campanha no Porto na sexta-feira, anunciou este sábado André …

Ouvir 30 segundos de uma sonata de Mozart pode reduzir ataques de epilepsia

Ouvir a Sonata para Dois Pianos em Ré Maior (K448), de Wolfgang Amadeus Mozart, durante pelo menos 30 segundos, ajuda a reduzir a atividade elétrica cerebral associada à epilepsia resistente a medicação. Os resultados também sugerem …

Astrónomos resolvem mistério cósmico com 900 anos

Um mistério cósmico com 900 anos, em torno das origens de uma famosa supernova observada pela primeira vez na China no ano 1181, foi finalmente resolvido. Uma nova investigação, publicada dia 15 de setembro no The …

Bons hábitos alimentares podem reduzir a probabilidade de contrair covid-19

Um novo estudo indica que as pessoas que comem muitas frutas e vegetais podem ter menos probabilidades de contrair covid-19. Num pesquisa que envolveu 590 mil adultos, os investigadores descobriram que as pessoas que eram adeptas …

Inteligência Artificial está a "alimentar" a violação dos direitos humanos, alerta ONU

Num novo relatório, a Organização das Nações Unidas (ONU) alertou os países que o uso imprudente de Inteligência Artificial (IA) pode estar a pôr em causa o respeito pelos direitos humanos. Michelle Bachelet, Alta Comissária das …

Foi viajar e não voltou. O misterioso desaparecimento de Gabby Petito (e do namorado)

Gabrielle Petito, uma jovem norte-americana de 22 anos, desapareceu misteriosamente. Gabby foi viajar com o namorado, que voltou para casa sozinho e não quis contar o que aconteceu — e agora também está desaparecido. Gabby Petito, …