Caixa tem 2,3 mil milhões em risco por empréstimos concedidos sem garantias

Paulo Novais / Lusa

O ex-ministro Armando Vara

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) tem mais de 2,3 mil milhões de euros de empréstimos que correm o risco de não serem pagos. Uma auditoria coloca em causa a forma como foram concedidos vários créditos sem garantias suficientes.

Os resultados desta auditoria, que terminou em Agosto de 2015, são divulgados pelo Correio da Manhã num artigo intitulado “Crédito a amigos afunda Caixa”.

O diário faz referência ao facto de Armando Vara e Carlos Santos Ferreira, que foram nomeados para a administração da CGD, em 2005, pelo então ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, terem alegadamente autorizado “os créditos mais complicados”.

Entre os nove maiores devedores da CGD estão os grupos Espírito Santo, Lena e Efacec e o grupo do angolano António Mosquito com dívidas da ordem dos 912 milhões de euros, conforme avança o CM.

A auditoria citada pelo CM atesta que a Caixa concedeu empréstimos com “deficiente análise de risco” ou “com garantias claramente insuficientes“, salientando que estão em causa “mais de 2,3 mil milhões de euros de empréstimos em risco de não serem pagos”.

A mesma análise apurou que, entre 2011 e 2015, os créditos da CGD dados como perdidos chegaram aos 6,1 mil milhões de euros, com uma margem financeira a situar-se no zero.

O maior devedor da CGD é o Grupo Artlant, com empréstimos de 476,4 milhões de euros e 214,4 milhões em créditos perdidos (imparidades). Este grupo tinha planos para a construção, em Sines, do maior projecto industrial de Portugal, para produzir ácido tereftálico purificado, a matéria-prima das embalagens de poliéster, mas teve que abandonar a ideia depois da falência do seu principal accionista, os espanhóis do La Seda.

O Grupo Efacec, vendido pelo Grupo Mello e pela Têxtil Manuel Gonçalves a Isabel dos Santos, obteve 303,2 milhões de euros de créditos da CGD e tem 15,2 milhões de créditos perdidos.

Segue-se o empreendimento do Vale de Lobo com 282,9 milhões de euros de exposição e 138,1 milhões em imparidades. O papel de Armando Vara como administrador da CGD, no âmbito do empreendimento turístico no Algarve, já lhe valeu a constituição como arguido na Operação Marquês, processo onde José Sócrates é também suspeito.

A Auto Estradas Douro Litoral, com 271,3 milhões de exposição e 181,4 milhões de imparidades, está também entre os principais devedores da CGD, tal como o Grupo Espírito Santo com 237,1 milhões de euros em créditos e 79 milhões de imparidades.

O Grupo Lena tem 225 milhões de créditos e 76,7 milhões de imparidades na CGD, enquanto o grupo de António Mosquito tem 178 milhões de euros de empréstimos e 49,2 milhões de euros de créditos perdidos.

A Reyal Urbis tem 166,6 milhões de euros de empréstimos e 133,3 milhões de imparidades, enquanto a Finpro SCR conta com 123,9 milhões de euros e 24,8 de imparidades na CGD.

ZAP

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. “A mesma análise apurou que, entre 2011 e 2015, os créditos da CGD dados como perdidos chegaram aos 6,1 mil milhões de euros, com uma margem financeira a situar-se no zero.”

  2. Maldito xuxalismo e malditos lideres xuxalistas e boiadas afins, que desde o tempo do marocas merdioso chulores, ao estroina tonecas, ao bandalho canalha retorico cigarra despesista zeca sokratino que duplicou dívida de 60%PIB para 115%PIB ou seja de 90000 milhoes euro para 175000 milhoes euro (entre 2005 e junho 2011, qd fugiu para Paris), até ao ultimo boneco oportunista monhé-sem-costas, tudo fizeram e fazem para DESTRUIREM PORTUGAL de bancarrota em banbcarrota. Grandes putas pú-liticas os pariram, kus deviam ter abortado à nascença.

  3. Enquanto houver gente gananciosa (de dinheiro ) e prostitutas políticas no poder , este país nunca mais se endireita. A função de um governante é trabalhar no sentido de criar e preocupar-se com as melhores condições de vida do seu povo…. E isso não acontece. A expressão ” o povo é quem mais ordena” é mais não é mais do que uma conversa de café deitada fora… Deixaram pousar os abutres, o problema foi esse….

  4. g1.globo.com
    G1 – O portal de notícias da Globo
    g1.globo.com
    ‘Não existe país com governo corrupto e população honesta’, diz historiador
    g1.globo.com.
    Ninguém tem moral…Ter tem… no máximo a 5% em cada mil. Estão todos longe de ser considerados como JUSTOs. Então será de bom senso ignoral a moral…A… e criar uma lei que condene severamente qualquercorrupto que roubar qualquer colega. Essa lei deve ficar conhecida como Moral B

    • Eh lá…
      5% em mil?
      Onde é que vive?!
      Isso é mais um site manhoso brasileiro e a notícia aplica-se ao Brasil…
      Felizmente, onde eu vivo aqui em Portugal, diria que 95% das pessoas tem “moral”!!
      Mau seria se fosse ao contrário…
      E nem sequer acredito que, mesmo no Brasil, só haja 5% de pessoas com “moral!…

RESPONDER

Tribunal de Contas trava medicamento "essencial" no Hospital de Guimarães

O Tribunal de Contas (TdC) recusou o visto a um contrato, no valor de 2,9 milhões de euros, celebrado pelo Hospital de Guimarães para aquisição de um medicamento considerado “essencial” para a prestação de cuidados …

Francisco Rodrigues dos Santos não se quer eternizar "na cadeira de presidente do CDS"

"À medida que as pessoas se vão eternizando nos lugares, começam a confundir o interesse público com o interesse particular". Por isso, Francisco Rodrigues dos Santos não se quer eternizar no CDS-PP. Em entrevista à TVI, …

Menos 115 deputados. Itália realiza referendo para reduzir Parlamento

A Itália organiza em 29 de março um referendo sobre a alteração da Constituição e a redução do número de deputados, uma data esta proposta pelo Governo de coligação entre o Movimento Cinco Estrelas (M5S) …

Flamengo chega a acordo com o Inter por Gabigol

Flamengo e Inter de Milão já chegaram a acordo para a transferência definitiva de Gabigol, jogador que esteve durante a última temporada na equipa brasileira por empréstimo. Segundo o portal brasileiro Globo Esporte, os dirigentes do …

Espanha quer "assaltar" o lugar de Centeno no Eurogrupo

Nadia Calviño, a número dois do Governo Espanhol, assume-se como favorita para assumir a presidência do Eurogrupo, caso o ministro das Finanças português, Mário Centeno, decida não entrar na corrida. A notícia é avançada esta terça-feira …

Dívidas de hospital de Lisboa travam compra de dois medicamentos para cancro

As dívidas do Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Norte, que inclui os hospitais de Santa Maria e Pulido Valente, levaram o Tribunal de Contas (TdC) a chumbar a compra de dois medicamentos para um cancro …

Em 15 dias, foram transferidos 73 milhões da Sonangol para uma empresa de Isabel dos Santos

Em 15 dias, foram transferidos 73 milhões das contas da petrolífera estatal Sonangol no private banking do Eurobic, em Lisboa, para uma empresa de Isabel dos Santos, avança o Correio da Manhã esta terça-feira. …

Livro de John Bolton pode prolongar julgamento de Donald Trump

  Ao segundo dia de defesa dos advogados da Casa Branca no julgamento do impeachment de Donald Trump, caiu uma "bomba" no Senado. O livro escrito por John Bolton, ex-conselheiro de segurança nacional do Presidente dos …

Afinal, Bruno Fernandes pode rumar ao Barcelona (e fazer escala no Valência)

Afinal, o futuro do internacional português Bruno Fernandes pode passar por Espanha e não por Inglaterra, onde foi dado como quase certo. O negócio envolve dois emblemas espanhóis e o avançado ex-Benfica Rodrigo Moreno. De …

Coronavírus já matou 106 pessoas na China. E já chegou à Alemanha

A China elevou para 106 o número de mortos causados pelo coronavírus e o número de infetados já chegou aos quatro mil. Esta segunda-feira, confirmou-se um caso na Alemanha, sendo agora o segundo país da …