“Ele nunca foi imparcial”. Armando Vara acusa Carlos Alexandre de “vingança”

Paulo Novais / Lusa

O ex-ministro Armando Vara

Armando Vara, ex-ministro socialista condenado a cinco anos de prisão efetiva no âmbito do processo Face Oculta, acusou Carlos Alexandre de agir “com uma lógica de vingança”.

O ex-ministro foi condenado a cinco anos de prisão efetiva no âmbito do processo Face Oculta por três crimes de tráfico de influência.

Em entrevista à TVI, Armando Vara reiterou a sua inocência, criticando erros de justiça, a pressão mediática exercida sobre o processo e o papel do juiz Carlos Alexandre, acusando o magistrado de agir “com uma lógica de vingança”.

“Como é que teria sido a minha vida durante estes dez anos se tivesse aceitado ajudar o juiz Carlos Alexandre como me foi solicitado?”, questionou o antigo ministro-adjunto e ex-secretário da Administração Interna, aludindo a uma pergunta feita pela jornalista Judite de Sousa a Marcelo Rebelo de Sousa, então comentador na TVI, sobre um alegado interesse por parte do juiz no cargo de diretor do SIS (Serviços de Informação de Segurança).

Vara defende que toda a acusação de que foi alvo “é absurda desde o primeiro momento”, prosseguindo o ataque a Carlos Alexandre. “Sempre quis ir mais longe. Se um diz mata, outro diz esfola. Ele não é e nunca foi imparcial“, disse, acusando ainda o juiz de se ter atribuído “manualmente a si próprio” os processos Face Oculta e Operação Marquês.

“Fui condenado sem provas, uma aberração, provas zero. Não há uma prova que recebi 25 mil euros e prendas. A polícia foi a minha casa e não encontrou nada em lado nenhum”, afirmou sobre as acusações de que foi dado culpado, afirmando ter exercido mas não traficado influências: “Tráfico de influências? Ligar para uma pessoa que eu conheço?”

Vara afirmou que os juízes do processo “deixaram-se influenciar pela máquina de propaganda do Ministério Público e por toda a pressão dos órgãos de comunicação social”, acusando o “grupo que tomou o poder no Ministério Público” de ter “uma agenda política que, no limite, põe em causa a democracia”.

O antigo ministro deixou ainda críticas às instâncias de recurso, e em concreto ao Tribunal da Relação, acusando-as de “fazer copy-paste” das sentenças originais.

Também sobre o processo Operação Marquês, o antigo ministro socialista afirmou que “todas as acusações” de que é alvo “são mentira”. “Não existem provas de atos de corrupção”, reiterou, lamentando ainda a inclusão da sua filha no processo que, diz, “só se limitou a confiar no pai devido à chantagem feita pelo Ministério Público”.

O ex-ministro garantiu ainda que não vai aguardar pela ordem de prisão e que irá apresentar-se voluntariamente para cumprir a pena, como já tinha dito anteriormente o seu advogado, Tiago Rodrigues Bastos. A condenação de Vara está prestes a tornar-se definitiva, porque já não há a possibilidade de mais recursos.

ZAP ZAP //

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Imparcial? Vingança? ès um vigarista, ladrão do PIOR e ainda tentas por as culpas nas outras pessoas?
    Já devias de estar PRESO ha muito tempo e não era 5 anos devida ser 20 anos.

RESPONDER

Irão condena "firmemente" ataque na Síria. EUA quis enviar "mensagem clara"

O Irão, aliado do regime sírio de Bashar al-Assad, condenou "firmemente" os ataques norte-americanos a milícias pró-iranianas na Síria, considerando que podem "intensificar os conflitos" na região. Segundo o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Said …

Vieira segura Jesus apesar da pressão interna

O presidente do SL Benfica, Luís Filipe Vieira, descarta neste momento avançar para a demissão do treinador encarnado, Jorge Jesus, apesar da pressão interna para o fazer, avança este sábado o desportivo Record. Segundo a …

Os antigos egípcios tinham um segredo para fazer pão. Milénios depois, eis a receita

Ninguém sabia como é que os antigos egípcios faziam pão, até uma investigadora ter posto – literalmente – as mãos na massa e descoberto qual era o seu segredo. "A produção de pão no Egito faraónico …

Afinal, Messi pode mesmo ficar em Barcelona

O internacional argentino Lionel Messi, que no verão passado admitiu publicamente que queria deixar o FC Barcelona, poderá continuar no clube. A informação é avançada este sábado pelo jornal espanhol Marca, que dá conta que …

Governo vai começar a executar o PRR pela área da saúde e apoio aos idosos

O Governo quer começar a executar o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) pela área da saúde e combate às vulnerabilidades sociais. Em declarações ao jornal Público, a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira …

Testes alargados a todas as escolas e passam a contemplar amostras de saliva

Os testes ao novo coronavírus vão abranger todas as escolas de Portugal continental e contemplar a amostra de saliva para a realização dos rastreios laboratoriais, segundo a atualização da norma da Direção-Geral da Saúde (DGS) …

Poeira de asteróide encontrada na cratera Chicxulub encerra caso da extinção dos dinossauros

Uma equipa de investigadores acredita ter encerrado o caso da extinção dos dinossauros após ter encontrado poeira de asteróide na cratera que Chicxulub terá criado há 66 milhões de anos. Desde os anos 1980 que a …

CDS recebeu com "alegria e entusiasmo" candidatura de Moedas a Lisboa

O presidente do CDS-PP afirmou, esta sexta-feira, que o partido recebeu com "grande alegria e entusiasmo" a candidatura de Carlos Moedas à Câmara de Lisboa, considerando que é "um nome forte" e uma "ótima notícia" …

Nem Pote, nem Porro. As estatísticas mostram que Manafá tem sido o melhor em Portugal

O índice de desempenho de uma ferramenta de scouting usada por grandes clubes europeus aponta Wilson Manafá como o jogador em melhor forma da Liga NOS. Não é tecnicamente dotado, nem um favorito dos adeptos. O …

TAP avança com lay-off de um ano a partir de segunda-feira

A TAP vai avançar com um processo de lay-off clássico, que passará por uma redução dos períodos normais de trabalho ou suspensão de contratos, a partir da próxima segunda-feira e durante 12 meses. De acordo com …