Argentina quer imposto sobre grandes fortunas para salvar empresas e ajudar os mais pobres

Enric Fontcuberta / EPA

A Argentina está a discutir um projeto de lei que visa aplicar um imposto único aos detentores de grandes fortunas – mais de 3 milhões de dólares – para reforçar o setor da saúde do país sul-americano.

De acordo com a emissora britânica BBC, que cita os autores do documento, o dinheiro arrecadado através deste imposto serviria para ajudar os mais pobres no acesso a serviços de saúde, ajudando também pequenas e médias empresas a sobreviver à crise económica que o país enfrenta e que se agravou com a pandemia de covid-19.

Batizado de “imposto para os ricos”, o projeto apresentado por deputados no Parlamento da Argentina mereceu o apoio do Presidente do país, Alberto Fernández.

“Somos 45 milhões na Argentina e 12 mil pessoas concentram muita riqueza. É a estas pessoas que vamos pedir este apoio excecional para a situação difícil gerada pela pandemia (…) [O imposto] só será cobrado uma vez”, explicou o chefe de Estado da Argentina em declarações à estação televisiva C5N, sediada Buenos Aires.

Esta será “uma ferramenta útil para a luta contra o novo coronavírus”, representando “a solidariedade” dos cidadãos mais ricos, frisou ainda Alberto Fernández no Twitter.

A medida permitira arrecadar cerca de 3 mil milhões de dólares, de acordo com as estimativas dos criadores do projeto que tiveram por base o património declarado dos detentores das grandes fortunas. O imposto rondaria entre os 2% e os 3,5% dos bens declarados, precisa ainda a emissora britânica.

Além do apoio do Presidente, a iniciativa mereceu apoio dos deputados, mas foi mal recebida pela oposição e pelo setor empresarial.

Quando os primeiros casos de covid-19 chegaram à Argentina, o país já estava mergulhado numa crise económica: está há quase dois anos em recessão, registando altos índices de pobreza (35% da população), de desemprego (10%) e de inflação (35%).

A pandemia, que já fez mais de 400 mil vítimas mortais e infetou mais de sete milhões de pessoas em todo o mundo, veio agravar esta situação. A Argentina tem mais de 24.000 casos confirmados de covid-19, tendo a lamentar mais de 700 vítimas mortais.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. A história já provou várias vezes que o imposto sobre grandes fortunas recai sobre os pobres, pois, os mais ricos saem do país para não pagar mais essa ganância estatal disfarçada de “caridade terceirizada” de político. Os ricos saem do país e levam consigo a fortuna, o patrimônio, os investimentos, as empresas, os empregos…

RESPONDER

Antigo gestor de Isabel dos Santos denuncia "contrato falso" da Sonangol

O antigo assessor da empresária Isabel dos Santos na Sonangol, Mário Leite da Silva, queixou-se junto de reguladores internacionais sobre um “contrato falso” que terá lesado a petrolífera angolana em 193 milhões de euros em …

Presidente do Líbano pede ajuda na ONU para a reconstrução pós-explosão

O Presidente do Líbano, Michel Aoun, pediu na quarta-feira à comunidade internacional apoio para a reconstrução do principal porto do país e dos bairros de Beirute destruídos pela catastrófica explosão ocorrida em agosto. Na sua intervenção pré-gravada …

Ninguém foi indiciado pela morte de Breonna Taylor. Dois polícias baleados durante protestos

Um painel de jurados do Kentucky indiciou esta quarta-feira apenas um polícia por disparar contra apartamentos na vizinhança, mas não avançou com acusações contra nenhum polícia na morte da jovem negra Breonna Taylor. Imediatamente após o …

Multas de transportes públicos não são cobradas há três anos (e já chegam aos 17,6 milhões de euros)

As multas nos transportes públicos não estão a ser cobradas desde setembro de 2017 e já chegam a mais de 17,68 milhões de euros. As primeiras multas desde que foi alterado o regime de sanções, …

Football Leaks. PGR e FPF só souberam de ataques informáticos pela PJ

A Procuradoria Geral da República (PGR) e a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) só souberam que tinham sido alvo de ataques informáticos através da Polícia Judiciária (PJ), revelou esta quinta-feira o inspetor José Amador no …

Governo prolonga prazo das moratórias até setembro de 2021. Portugal em contingência até 14 de outubro

O Conselho de Ministros decidiu prorrogar, esta quinta-feira, a vigência da situação de contingência em Portugal continental até às 23h59 de 14 de outubro. As moratórias de crédito foram prolongadas até 30 de setembro de …

Trump diz que diretrizes mais rigorosas para aprovação de vacina são “jogada política”

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse, esta quarta-feira, que a Casa Branca “pode ou não” aprovar novas directrizes da Food and Drug Administration. As novas diretrizes para aprovação de vacina contra a covid-19 exigem …

Maduro insta ONU a criar fundo que garanta alimentos e medicamentos

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, propôs que a Organização das Nações Unidas (ONU) crie um fundo rotativo de compras públicas para garantir o acesso a alimentos e a produtos de saúde, financiado com recursos …

Mais três mortes e 691 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta quinta-feira, mais três mortes e 691 novos casos de infeção por covid-19 em relação a quarta-feira, mostra o boletim mais recente da Direção-Geral de Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da …

2 em 1. Ryanair está a oferecer um voo na compra de outro (e é só hoje)

Já estava com saudades de viajar e conhecer novos países? A Ryanair não quer que lhe falte nada. A companhia aérea low cost lança uma promoção “inédita” e garante uma oferta 2 em 1. As …