Após série de mortes, polícia russa lança manual de instruções para selfies seguras

A polícia russa lançou esta terça-feira um “manual” sobre como tirar ‘selfies’ mais seguras, após uma dúzia de mortes e cerca de 100 pessoas feridas este ano devido a poses arriscadas enquanto se auto-fotografavam.

“Uma selfie espetacular pode custar-lhe a vida”, alerta um panfleto produzido pelo Ministério do Interior da Rússia.

O “manual” surge depois de uma série de casos, como o de uma jovem de 21 anos que disparou um tiro na própria cabeça quando tirava uma ‘selfie’.

O acidente não foi mortal, mas a jovem mulher ficou gravemente ferida.

Em janeiro, na região dos montes Urais, dois jovens morreram na explosão de uma granada quando se faziam fotografar segurando uma granada de mão à qual retiraram o pino de segurança. O telemóvel com a ‘selfie’ “sobreviveu” à explosão e revelou o acontecido.

Em maio, um adolescente da região de Ryazan, a sudeste de Moscovo, morreu quando acidentalmente entrou em contato com cabos elétricos ao tentar tirar uma fotografia a escalar uma ponte de caminho de ferro.

“Infelizmente temos vindo a notar um aumento continuado do número de acidentes causados pelos amantes das ‘selfies'”, disse Yelena Alexeyeva, assessora do ministro do Interior russo.

“Antes de tirar uma ‘selfie’, todas as pessoas deveriam pensar que a corrida para obterem o maior número de ‘likes’ (nas redes sociais pode) levá-los a uma viagem mortal e tornar póstuma a sua mais recente fotografia espetacular“, sublinhou.

O panfleto, em forma de manual, faz parte de uma campanha que inclui também um vídeo e conselhos no site do Ministério do Interior.

Ministério do Interior da Rússia

Como tirar selfies em segurança: panfleto de campanha de segurança distribuído pelo Ministério do Interior da Rússia

Como tirar selfies em segurança: panfleto de campanha de segurança distribuído pelo Ministério do Interior da Rússia

Os episódios peculiares com selfies perigosas — ou no mínimo imprudentes — sucedem-se um pouco por todo o lado.

Em junho, uma selfie publicada por um membro do auto-designado Estado Islâmico permitiu à Força Aérea dos Estados Unidos localizar, bombardear e destruir um quartel-general da organização na Síria.

Em maio, na Roménia, uma jovem de 18 anos morreu queimada quando tentou tirar uma selfie na parte de cima de um comboio.

Em janeiro, três estudantes indianos perderam a vida quando tentavam fazer uma selfie com um comboio que se aproximava ao fundo.

Em novembro do ano passado, uma jovem perdeu a vida em Espanha quando tentava tirar uma selfie no rebordo exterior da histórica Puente de Triana, em Sevilha.

E em agosto do ano passado, um casal de turistas polacos morreu ao cair ao mar na ravina do Cabo da Roca, em Sintra, quando posava enquanto os filhos lhes tiravam uma foto.

As daredevil selfies, “fotos corajosas” em situações perigosas, são a mais recente moda do admirável mundo novo. E parecem estar a chegar ao outro mundo também.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. “E em agosto do ano passado, um casal de turistas polacos morreu ao cair ao mar na ravina do Cabo da Roca, em Sintra, quando posava enquanto os filhos lhes tiravam uma foto.”
    Percebo a razão de adicionar, mas isto não é uma selfie.

RESPONDER

Viagens ao Espaço têm um novo perigo desconhecido para os astronautas

Há um perigo inerente às longas viagens espaciais dos astronautas desconhecido até aos dias de hoje. Um novo estudo aponta que os cosmonautas podem ver o seu fluxo sanguíneo revertido na parte superior do corpo. A …

Macrocilix maia, a misteriosa traça que tem moscas a comer fezes nas suas asas

Macrocilix maia é uma espécie de traça que se destaca pela forma como se camufla dos seus predadores. Nas suas asas vê-se duas moscas a comer excrementos de pássaro. A natureza nunca falha em surpreender-nos e …

Há provas que ligam misteriosa doença que paralisa crianças a vírus raro

Pela primeira vez, foram encontradas provas da associação do Enterovírus D68, um vírus raro até há algum tempo, à Mielite Flácida Aguda, uma doença semelhante à poliomielite que tem afectado centenas de crianças, provocando a …

Antigos egípcios podem ter encurralado milhões de pássaros só para os mumificar

Novas evidências de ADN sugerem que os antigos Egípcios capturavam pássaros selvagens para sacrifícios ritualísticos (e para os poderem mumificar depois). As catacumbas egípcias contêm milhares de pássaros mumificados, especificamente íbis-sagrados (Threskiornis aethiopicus), empilhados uns sobre …

Estudo mostra que sondagens tendenciosas enviesam eleições políticas

Através de experiências práticas, uma investigação recente sugere que as sondagens tendenciosas podem influenciar e enviesar as eleições políticas, até mesmo nas grandes democracias. Enquanto uma eleição se aproxima no Reino Unido e uma votação presidencial …

A Rússia criou a arma mais mortífera da história. Foi há 72 anos

Comummente conhecida por AK-47, a espingarda Kalashnikov foi responsável por milhões de mortes durante a nossa História, sendo uma das armas mais populares do mundo e a mais fabricada pela indústria de armamento. Segundo o The Conversation, …

Luxemburgo 0-2 Portugal | Campeão marca presença no Euro

Portugal venceu o Luxemburgo por 2-0 e apurou-se para a fase final do Euro2020 – a 11ª presença consecutiva da turma das “quinas” em fases finais de grandes competições. Num encontro mal jogado, em parte pelas …

Hologramas e outras tecnologias podem ajudar a combater incêndios florestais

Portugal continua a ser assombrado pela destruição sem precedentes dos incêndios florestais. Agora é a hora de aproveitar as nossas ferramentas tecnológicas e encontrar maneiras inovadoras de ajudar a aliviar o problema e também evitar …

Pombos estão a perder dedos ou patas por causa da poluição

Basta passar algum tempo na praça de uma cidade para ver que alguns pombos têm patas feridas ou dedos em falta. Embora possamos pensar que isto é causado por algum vírus ou pelos eventuais desentendimentos …

Descoberto no Japão fóssil de pássaro com 120 milhões de anos

O fóssil de um pássaro do Cretáceo recentemente descoberto no Japão pode levar os cientistas a repensarem alguns detalhes sobre a evolução do voo. Há cerca de 120 milhões de anos, um pássaro com o tamanho …