“Apagão” nas Finanças. Há mais de 5 anos que não são publicados relatórios de vários organismos do Estado

José Sena Goulão / Lusa

O ministro das Finanças, Mário Centeno

Há um “apagão” dentro do Ministério das Finanças. Vários organismos da tutela de Mário Centeno deixaram de publicar relatórios e boletins estatísticos com informação essencial de prestação de contas.

Em causa estão documentos como os relatórios de monitorização de áreas como o Setor Empresarial do Estado (SEE), as remunerações dos gestores públicos, o património imobiliário e o parque de veículos do Estado. De acordo com o Jornal de Negócios, esta quinta-feira, há casos em que os últimos relatórios publicados remontam a 2011 e 2013.

A Inspeção-Geral de Finanças (IGF), o principal organismo inspetivo do Estado, é uma das entidades que sofreram um “apagão” na prestação de contas. Desde o final de janeiro que não publica um único relatório com o resumo das auditorias efetuadas.

A Inspeção-Geral de Finanças é um serviço do Ministério das Finanças integrado na administração direta do Estado, dotado de autonomia administrativa, que funciona na direta dependência do Ministro das Finanças, e que tem por missão a avaliação e controlo estratégico da administração financeira do Estado e apoio técnico especializado ao Ministério das Finanças. A sua intervenção abrange todas as entidades do setor público administrativo e empresarial, bem como dos setores privado e cooperativo.

Por sua vez, a Direção-Geral do Tesouro e Finanças é o organismo que mais relatórios e informação deixou de publicar. A DGTF deixou de publicar os relatórios anuais do Setor Empresarial do Estado (SEE), sendo que o último boletim disponível – sobre os “Princípios de Bom Governo” – é de 2015.

De acordo com o site da Direção-Geral do Tesouro e Finanças, o organismo tem por missão assegurar a efetivação das operações de intervenção financeira do Estado, acompanhar as matérias respeitantes ao exercício da tutela financeira do setor público administrativo e empresarial e da função acionista e assegurar a gestão integrada do património do Estado, bem como a intervenção em operações patrimoniais do setor público, nos termos da lei.

O Jornal de Negócios questionou o gabinete do ministro das Finanças sobre as razões para este “apagão” estatístico e de informação, mas não obteve nenhuma resposta.

ZAP //

PARTILHAR

26 COMENTÁRIOS

  1. … mas já está muita gente presa com indecente e má figura pelas falcatruas das Finanças, existem muitas formas de se pagar os favores aos compadres e família. Como escrevo tenho mais medo de ser roubado pelo próprio Estado do que pelos ladrões da rua.

  2. E admiram-se? Num país à beira da bancarrota, só mesmo com apagões se consegue mostrar aos outros que está tudo muito bem…. O pior vai ser quando estes deixarem o poleiro… aí vamos todos ver como estamos num paraíso que vira inferno num instante…

  3. Assim é que eles conseguem um défice baixo. Para além de todos os serviços do Estado estarem na miséria, ainda fazem “apagões” para não mostrarem as contas de muitos organismos. Para o Centeno, para o costa e para o homem das selfies está tudo nos trinkes. Eu também tenho mais medo dos bancos e do fisco do que dos ladrões que andan na rua!

  4. Á boa maneira Xuxalista – está tudo perfeito – tudo muito bom- mas amanhã aparece o homem do fraque a cobrar e anunciar a desgraça – assim também eu apresentava números magníficos!

  5. só Salazar fui altamente honesto o resto de lá para cá todos nos sabemos
    herança 850 toneladas de ouro muitos milhões de escudos o que é que aconteceu?

    • Esse foi tão honesto que entregou país (e colónias) a meia dúzia de famílias para explorarem a seu belo prazer, enquanto o povo vivia na miséria!!
      Bons tempos!…

    • António Alves, aí é que os políticos de agora não o podem criticar. Até tinha dois telefones: um para chamadas de Estado e outro para chamadas particulares, pagas pelo próprio Salazar. Com tanto ladrão que agora temos no executivo, Salazar, onde estiver, deve fartar-se de rir.

  6. Leram Bem ? Há mais de 5 anos que foi o apagão. Deve ter sido o mesmo apagão que fez desaparecer as listas das transferências para as offshores E em que altura foi? Há mais de 5 anos.

  7. Um país de corruptos e ladrões do povo que em 100%, 96% dos processos arquivados!!!
    Roubam sim ao pequeno, porque a eles não roubam, porque são maçons e seja em França ou Portugal a Maçonaria impere, por isso se tratam-se de primos…
    O nosso país está infestado de maçons que assim vão destruindo a classe pobre e média, porque são esses que estão a mais. vão ser substituidos por máquinas e ROBOTS.
    E assim resta a classe alta e outras que se compõem de corruptos e ladões do povo…
    SE NADA FÔR FEITO É ESSA A REALIDADE, A MAÇONARIA ESTÁ PREGADA EM PORTUGAL, NÃO SE DIVULGAM PORQUE É SECRETA.
    ESTÁ NO MEIO DE TODOS MINISTÉRIOS, FORÇAS ARMADAS, JUSTIÇA, BANQUEIROS, EMPRESAS PÚBLICAS, ASSEMBLEIA DA RÉPÚBLICA.
    E AS MAÇONARIAS MAIS CONHECIDAS DE MUITAS É A MAÇONARIA ORIENTE, PORTUGAL, LISBOA ETC….
    NÃO IRÃO VER CORRUPTOS, LADRÕES DO POVO, BANQUEIROS ETC….PRESOS
    Por isso é que Salazar e Marcelo Caetano não queria esses abutres e hienas.
    E assim enganaram o povo para depois do 25 de Abril de 1974 poderem roubar á vontade e assim temos dividas de 600%.
    Em breve se nada for feito cairemos no abismo, mas classe a classe pobre e média…

RESPONDER

MIT apagou base de dados popular que ensinou IA a ser racista e sexista

O Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, viu-se obrigado apagar uma base de dados de treinamento de Inteligência Artifical (IA) depois de esta ensinar vários algoritmos a usar insultos racistas e sexistas. …

Escola Básica e fábrica de Paços de Ferreira encerradas, com nove casos positivos

A Escola Básica n.º 2 e a Fábrica de Lacados Abrelac, em Paços de Ferreira, Porto, foram encerradas após diagnosticados nove casos de covid-19 para “prevenção” e para “interromper as cadeias de transmissão”, disseram hoje …

Mais nove mortes e 328 casos confirmados em Portugal

Portugal regista hoje mais nove óbitos por covid-19, em relação a sábado, e mais 328 casos de infeção confirmados, dos quais 254 na região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo os dados da Direção-Geral …

Cientistas criam miniatura de ondas de choque de supernovas (e quase desvendam um mistério)

Esta versão em miniatura das ondas de choque das supernovas pode ter ajudado os cientistas a chegar muito perto da resolução de um antigo mistério cósmico. Uma equipa de investigadores do Departamento de Energia do Centro …

Na Indonésia, são os recém-licenciados quem mais vai sofrer com o impacto económico da covid-19

A covid-19 continua a desacelerar a economia na Indonésia e pode causar graves impactos nos recém-licenciados que entram no mercado de trabalho pela primeira vez. Na Indonésia, o crescimento económico diminuiu para 2,97% durante o primeiro …

Mudanças climáticas ameaçam 60% das espécies de peixes do mundo

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Instituto Alfred Wegener, na Alemanha, sugere que as mudanças climáticas podem destruir mais espécies de peixes do que se pensavam anteriormente. Se as temperaturas globais subirem …

Engenheiros desenvolvem célula de combustível duas vezes mais eficiente do que a de hidrogénio

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, desenvolveu um novo processo para uma célula de combustível que funciona com o dobro da tensão das células a combustível tradicionais de hidrogénio. O novo …

Preços das bebidas concertados durante anos. Seis supermercados sob suspeita de cartel

Seis grupos de distribuição alimentar e dois fornecedores de sumos, vinhos e outras bebidas, foram acusados pela Autoridade da Concorrência de concertarem preços durante vários anos em prejuízo do consumidor. "Após investigação, a Autoridade da Concorrência, …

Sindicato denuncia mobilização forçada de médicos para tratar surto de Reguengos de Monsaraz

O Sindicado dos Médicos da Zona Sul (SMZS) denunciou hoje o que diz ser uma “mobilização forçada de médicos” pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo para o combate ao surto de covid-19 de …

Novo comboio-bala entra ao serviço na linha Tóquio-Osaka

O mais novo modelo de comboio-bala do Japão - o N700S - entrou ao serviço no dia 1 de julho, numa jornada inaugural de Tóquio a Osaka. A série N700S (sendo que o "S" significa "Supreme") …