“Angola usou Rui Rio para dar bofetada no Governo de António Costa”

Ampe Rogério / Lusa

Rui Rio reúne com o Presidente de Angola João Lourenço

Angola continua com o “irritante” relativamente ao Governo de António Costa. Quem o diz é Marques Mendes no seu habitual espaço de comentário no “Jornal da Noite” da SIC, neste domingo, onde deixou mais críticas do que elogios.

Comentando o encontro entre o presidente do PSD, Rui Rio, e o presidente de Angola, João Lourenço, Marques Mendes entende que “não é normal um chefe de Estado receber com pompa e circunstância um líder da oposição de outro país”.

“Não é normal uma visita preparada com rapidez e em segredo, em antecipação à viagem prevista do primeiro-ministro”, acrescenta o comentador da SIC, referindo-se ao facto de António Costa ter visita oficial a Angola marcada para 7 de Setembro.

“Angola usou Rui Rio para dar uma bofetada política no Governo de António Costa”, não duvida o ex-presidente do PSD, salientando que o encontro com o líder do partido foi organizado para enviar um recado ao Executivo socialista.

“O Governo angolano quis reforçar que a relação política preferencial em Portugal é com o PSD e não com o PS”, sustenta o comentador, concluindo que é algo que vem de “há muitos anos”. “Desde sempre que as relações do MPLA e do Governo de Angola são muito mais com Governos PSD do que com Governos PS”, diz.

Marques Mendes constata que mesmo após o desaparecimento do “irritante judicial do caso Manuel Vicente”, continua a haver “um irritante com o Governo de António Costa”.

Selecção chegou a ser “medíocre”

O comentador também falou da Selecção Portuguesa e da eliminação do Mundial da Rússia, nos oitavos-de-final. “O balanço só não é mais negativo porque a equipa campeã, a Alemanha, ainda se saiu pior”, considera Marques Mendes.

O líder social-democrata diz que a prestação da equipa foi “sofrível” e chegou a ser “medíocre” em dados momentos. “Jogámos sempre a medo, sem autoridade, sem criatividade e, em vários momentos, faltou ambição e atitude”, aponta.

Elogios deixa Marques Mendes aos adeptos que foram ao Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, receber a equipa no regresso a Portugal. “Os portugueses foram de uma generosidade fantástica“, diz.

Marques Mendes comentou também o facto de o Banco de Portugal (BdP) ter emitido um parecer no qual nota a sua oposição à divulgação dos grandes devedores à banca, argumentando com o princípio do sigilo bancário.

Uma posição que o ex-líder do PSD classifica como “lamentável e até censurável”, já que “o BdP está objectivamente a beneficiar o infractor”.

O comentador lembra que “alguns grandes devedores” devem “muitos milhões de euros” aos bancos e que há “empresas falidas” que “por isso não pagam”, mas cujos donos “não parecem falidos”. “Têm dinheiro, têm património, nada pagam e até se vangloriam de que nada lhes acontece”, o que é “jurídica e moralmente inaceitável”, conclui.

Assim, o social-democrata refere que “o BdP devia censurar estes comportamentos” até “para dissuadir que se repitam”.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. … este Portugal vai de vento em popa. Tanto “amor” por Angola. Tanto ciúme por Angola. Tanta traição por Angola. Não chegam os Migrantes, ainda são precisos os Negros. Neste Portugal atual qualquer coisa serve para populismo.

  2. Os Palops desde sempre se deram melhor com a Direita. Angola precisa de investidores e empresários, e não de politiqueiros defensores do estado. Que mais valias tem a geringonça para Angola ?

  3. O Sr. Dr. Marques Mendes tem a memória curta e esqueceu qual foi o motivo que fez com que o governo de Angola estivesse irritado com o governo Português e deve ser por isso porque o Sr. Dr. Rui Rio é do PSD que se entendem na perfeição pois talvez tenha sido no governo do PSD – Versão Sr. Dr. Passos Coelho que tenha existido tanta amabilidade com os corruptos. Triste é verificarmos como o artista que ainda não tem curriculum como politico já se antecipa ao nosso primeiro ministro para parecer que este encontro foi importante.
    Que eu saiba o Rui Rio não é representante do governo Português e se calhar nem para oposição serve.
    É TÃO TRISTE SERMOS TÃO PEQUENINOS E NÃO CONSEGUIRMOS CRESCER TANTO COMO POLÍTICOS NEM SEQUER COMO HOMENS DE CARÁCTER.
    Já verificaram que todas as pessoas que referi antes são Srs. Drs. é o País que temos.

  4. Quinhentos anos de história em comum e quase outros tantos a outros países europeus não nos deram sobretudo a nós o conhecimento certo para lidar-mos com africanos, deste lado vai-se fazendo de conta que não se percebe para não ofender os intocáveis políticos africanos, de lá vão teimando sempre com a mesma casmurrice imaginando-se espertos e atolando o mar mediterrâneo e não só de migrantes fugidos das misérias maiores que um ser humano poderá passar na vida, não será desta forma orgulhosa que o continente africano encontrará a paz e prosperidade de que tanto necessita.

  5. O Marques Mendes não sabe que nós somos Europeus e não Africanos,mas não é só ele que não sabe uma boa parte dos nossos políticos vieram de lá foram lá criados e não sabem o respeito que existe entre os homens na Europa não percebem que existem pessoas em Portugal que querem continuar a serem civilizados então vamos deitar a baixo a civilização que os Romanos nos trouxeram e que nós sofremos para continuar,ó políticos tótós,não era melhor virarem-se para a Grécia está pobre mas tem cultura foi de lá que veio parte do que somos agora ir buscar à África algum exemplo por favor quem vai querer o Rui Rio com ideias africanas ciumes cambalhotas tramboias ai, ai por aí fora estamos a sofrer porque os Africanos nunca mais aprendem o respeito mútuo, e aqui alguns políticos também não,bem como disse o outro quem se lixa é, o mexilhão.

Responder a Rosa Cancelar resposta

Ex-ministro francês François Bayrou acusado de cumplicidade na apropriação de fundos

O ex-ministro francês François Bayrou, dirigente centrista e próximo de Emmanuel Mácron, foi acusado na sexta-feira por "cumplicidade na apropriação indevida de fundos públicos" no caso dos assistentes parlamentares do seu partido. A acusação, "anunciada antecipadamente …

"Profundamente envergonhada", Merkel visitou Auschwitz pela primeira vez

A chanceler alemã, Angela Merkel, visitou esta sexta-feira pela primeira vez o campo de concentração e extermínio de Auschwitz-Birkenau num "sinal de reconciliação com os judeus e o estado de Israel", considera o historiador René …

Capital do Natal de Algés avança com queixa-crime contra promotores

A organização da Capital do Natal, evento que decorre em Algés, Oeiras, vai apresentar uma queixa-crime contra os promotores turísticos que "adulteraram a oferta do parque", o que defraudou "um conjunto alargado de pessoas". Em causa …

Menino de 5 anos convidou todos os colegas do infantário para assistir à sua adoção

Um menino de cinco anos de Michigan, nos Estados Unidos, convidou a sua turma do infantário para testemunhar à sua adoção legal. A criança, identificada como Michael, foi adotada formalmente pela sua nova família na passada …

TDT vai mudar de frequência (outra vez)

A frequência da Televisão Digital Terrestre (TDT) está a ser alterada de forma faseada, o que significa que os portugueses que usem este serviço gratuito de televisão têm de sintonizar novamente os seus recetores e/ou …

Ruas de Águeda entre as "mais bonitas do mundo" para a CNN

As ruas do centro de Águeda, no distrito de Aveiro, decoradas com guarda-chuvas estão entre as 21 mais bonitas de mundo para a emissora norte-americana CNN. A distinção é avançada pelo jornal Público, que dá …

Hospitais vão poder pagar mais a médicos para garantir urgências no Natal

Os hospitais vão poder contratar médicos prestadores de serviço, vulgo tarefeiros, por valores superiores aos de referência durante o Natal e o Ano Novo. De acordo com o presidente da Federação Nacional dos Médicos, Noel Carrilho, …

Jovem que abandonou bebé no lixo esteve 13 anos institucionalizada em Cabo Verde

A jovem que abandonou o filho recém-nascido no lixo, em Lisboa, esteve institucionalizada durante 13 anos em Cabo Verde. A sua mãe está agora a lutar pela guarda da criança. Numa entrevista ao programa Sexta às …

Último debate. Boris defendeu o Brexit e Corbyn falou da Saúde (pelo menos 15 vezes cada um)

No debate televisivo, transmitido pela BBC, o último antes das eleições da próxima quinta-feira, Boris Johnson defendeu que é o melhor preparado para concretizar o Brexit e terminar com o impasse no processo, prometendo ainda …

No São José, há um doente numa cama 9 meses depois de ter alta. Não tem para onde ir

O Centro Hospitalar Lisboa Central tem diariamente uma média de 70 camas ocupadas com doentes que já deviam ter saído do hospital e há atualmente um caso que espera há nove meses por uma solução. Em …