Na América Latina, a doença não é o único inimigo. É proibido pôr “covid-19” nas certidões de óbito

Nos países da América Latina, a informação sobre a pandemia de covid-19 é controlada e até manipulada pelos regimes revolucionários. Entre detenções e multas, os jornalistas tentam trazer a verdade ao de cima.

Numa altura em que a desinformação sobre a pandemia se espalha sem parar, as Nações Unidas reconheceram os jornalistas como um meio de o evitar. No entanto, nos regimes revolucionários da América Latina, a imprensa livre é um alvo a abater.

De acordo com o semanário Expresso, na Vezenezula, o objetivo é o monopólio dos meios de comunicação. No país, há 200 meios encerrados, jornais sem papel, rádios em silêncio e redes sociais manipuladas.  Recentemente, Vladimir Villegas, estrela do canal Globovisión, entrevistou um diplomata dos Estados Unidos. De seguida, o Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, acabou com o programa.

Desde o início do ano até abril, o Instituto Imprensa e Sociedade venezuelano documentou 120 agressões contra profissionais da informação. Cerca de 20 jornalistas foram detidos arbitrariamente e há registos de agressões aos seus familiares.

Mas a Venezuela não é a única, conta o Expresso. Na Nicarágua, os jornalistas não se debatem apenas contra o regime, mas também contra a própria doença. A sua exposição para combater a desinformação no país já levou a três mortes por covid-19 e mais de uma dezena de infetados.

Recentemente, Gustavo Bermúdez, jornalista da Radio Corporacíon, morreu e, segundo o médico que o assistiu, é proibido colocar “covid-19” na certidão de óbito. Oficialmente, Bermúdez morreu por causa de uma “pneumonia atípica”. De acordo com o Expresso, é um dos 600 mortos causados pela covid-19. O regime só reconhece 46.

A organização Jornalistas e Comunicadores Independentes já se queixou de abusos de poder contra jornalistas que desvendam enterros clandestinos e noturnos.

Já em Cuba, o Presidente Miguel Díaz-Canel mostrou-se incomodado nas redes sociais por não ter sido incluído entre os melhores países na resposta à propagação da pandemia. “Será censura, esquecimento ou perversa intenção de não nos reconhecerem?”, perguntou.

Neste país, segundo o assessor principal do Observatório Cubano de Direitos Humanos, quem fizer comentários nas redes sociais e em meios independentes com visão crítica sobre a situação do país arrisca elevadas multas.

Ainda assim, apesar das detenções, interrogatórios e multas, os jornalistas continuam a tentar contar as histórias que ninguém conta.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Também gostava de saber o que se passa aqui ao lado, em Espanha. De um dia para o outro, deixou de haver óbitos por Covid-19? Quem é que querem enganar? E vamos abrir as fronteiras sem saber como está a pandemia do outro lado? Vão entrar assim à vontade sem qualquer controlo? A OMS não se pronuncia? Também, coitada da OMS que anda ao deus-dará desde o início, tal como já tinha acontecido com a Gripe A em que decidiram lançar o pânico afirmando que iria haver países a praticamente desaparecer. Mas ninguém exige a Espanha a divulgação dos dados reais ou, pelo menos, uma explicação para os dados apresentados? Porque é que no dia 25 de maio apagaram 1915 óbitos depois de terem anunciado, três dias antes, 688 a agora não há nenhum?

  2. Há o outro lado da moeda. Alguns governadores de estado, no Brasil, inflacionaram o número de mortes causadas pelo covid 19 para receber mais auxílio financeiro do governo federal.

RESPONDER

Governo prolonga prazo das moratórias até setembro de 2021. Portugal em contingência até 14 de outubro

O Conselho de Ministros decidiu prorrogar, esta quinta-feira, a vigência da situação de contingência em Portugal continental até às 23h59 de 14 de outubro. As moratórias de crédito foram prolongadas até 30 de setembro de …

Trump diz que diretrizes mais rigorosas para aprovação de vacina são “jogada política”

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse, esta quarta-feira, que a Casa Branca “pode ou não” aprovar novas directrizes da Food and Drug Administration. As novas diretrizes para aprovação de vacina contra a covid-19 exigem …

Maduro insta ONU a criar fundo que garanta alimentos e medicamentos

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, propôs que a Organização das Nações Unidas (ONU) crie um fundo rotativo de compras públicas para garantir o acesso a alimentos e a produtos de saúde, financiado com recursos …

Mais três mortes e 691 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta quinta-feira, mais três mortes e 691 novos casos de infeção por covid-19 em relação a quarta-feira, mostra o boletim mais recente da Direção-Geral de Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da …

2 em 1. Ryanair está a oferecer um voo na compra de outro (e é só hoje)

Já estava com saudades de viajar e conhecer novos países? A Ryanair não quer que lhe falte nada. A companhia aérea low cost lança uma promoção “inédita” e garante uma oferta 2 em 1. As …

Autarca de Almada diz que declarações sobre Bairro Amarelo foram descontextualizadas

A presidente da Câmara de Almada disse esta quarta-feira que as suas afirmações sobre o Bairro Amarelo surgiram em resposta a uma pergunta feita pelo Bloco de Esquerda (BE), considerando que foram descontextualizadas devido …

Vendas tardam em recuperar. Empresas pouco preparadas para mudanças

Um estudo do Banco de Portugal (BdP), publicado na quarta-feira, revelou que as empresas enfrentam um "cenário de recuperação muito gradual" do volume de negócios para níveis anteriores à pandemia e poucas estão preparadas para …

Hospital de Lisboa deixou entrar pessoas sem máscara

O Hospital da Luz, em Lisboa, permitiu a entrar e circulação de pessoas sem máscara dentro das instalações. O hospital garante que foi um "erro humano" e que não voltará a acontecer. A Rádio Renascença escreve, …

A Estação Espacial Internacional moveu-se para evitar uma colisão

Esta terça-feira, a Estação Espacial Internacional realizou uma "manobra de evasão" para evitar ser atingida por um pedaço de lixo espacial. Controladores de voo russos e norte-americanos terão trabalhado em conjunto para mover a Estação Espacial …

Professor de Direito que ataca feminismo está a ser julgado por violência doméstica

Francisco Aguilar, professor na Faculdade de Direito de Lisboa, está a causar polémica devido a conduta que escolhe para dar as suas aulas. O professor que leciona algumas cadeiras do mestrado em Direito, aproveita as …