Na América Latina, a doença não é o único inimigo. É proibido pôr “covid-19” nas certidões de óbito

Nos países da América Latina, a informação sobre a pandemia de covid-19 é controlada e até manipulada pelos regimes revolucionários. Entre detenções e multas, os jornalistas tentam trazer a verdade ao de cima.

Numa altura em que a desinformação sobre a pandemia se espalha sem parar, as Nações Unidas reconheceram os jornalistas como um meio de o evitar. No entanto, nos regimes revolucionários da América Latina, a imprensa livre é um alvo a abater.

De acordo com o semanário Expresso, na Vezenezula, o objetivo é o monopólio dos meios de comunicação. No país, há 200 meios encerrados, jornais sem papel, rádios em silêncio e redes sociais manipuladas.  Recentemente, Vladimir Villegas, estrela do canal Globovisión, entrevistou um diplomata dos Estados Unidos. De seguida, o Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, acabou com o programa.

Desde o início do ano até abril, o Instituto Imprensa e Sociedade venezuelano documentou 120 agressões contra profissionais da informação. Cerca de 20 jornalistas foram detidos arbitrariamente e há registos de agressões aos seus familiares.

Mas a Venezuela não é a única, conta o Expresso. Na Nicarágua, os jornalistas não se debatem apenas contra o regime, mas também contra a própria doença. A sua exposição para combater a desinformação no país já levou a três mortes por covid-19 e mais de uma dezena de infetados.

Recentemente, Gustavo Bermúdez, jornalista da Radio Corporacíon, morreu e, segundo o médico que o assistiu, é proibido colocar “covid-19” na certidão de óbito. Oficialmente, Bermúdez morreu por causa de uma “pneumonia atípica”. De acordo com o Expresso, é um dos 600 mortos causados pela covid-19. O regime só reconhece 46.

A organização Jornalistas e Comunicadores Independentes já se queixou de abusos de poder contra jornalistas que desvendam enterros clandestinos e noturnos.

Já em Cuba, o Presidente Miguel Díaz-Canel mostrou-se incomodado nas redes sociais por não ter sido incluído entre os melhores países na resposta à propagação da pandemia. “Será censura, esquecimento ou perversa intenção de não nos reconhecerem?”, perguntou.

Neste país, segundo o assessor principal do Observatório Cubano de Direitos Humanos, quem fizer comentários nas redes sociais e em meios independentes com visão crítica sobre a situação do país arrisca elevadas multas.

Ainda assim, apesar das detenções, interrogatórios e multas, os jornalistas continuam a tentar contar as histórias que ninguém conta.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Também gostava de saber o que se passa aqui ao lado, em Espanha. De um dia para o outro, deixou de haver óbitos por Covid-19? Quem é que querem enganar? E vamos abrir as fronteiras sem saber como está a pandemia do outro lado? Vão entrar assim à vontade sem qualquer controlo? A OMS não se pronuncia? Também, coitada da OMS que anda ao deus-dará desde o início, tal como já tinha acontecido com a Gripe A em que decidiram lançar o pânico afirmando que iria haver países a praticamente desaparecer. Mas ninguém exige a Espanha a divulgação dos dados reais ou, pelo menos, uma explicação para os dados apresentados? Porque é que no dia 25 de maio apagaram 1915 óbitos depois de terem anunciado, três dias antes, 688 a agora não há nenhum?

  2. Há o outro lado da moeda. Alguns governadores de estado, no Brasil, inflacionaram o número de mortes causadas pelo covid 19 para receber mais auxílio financeiro do governo federal.

RESPONDER

Joan Laporta eleito presidente do Barcelona (e já falou sobre o futuro de Messi)

Joan Laporta foi eleito presidente do FC Barcelona, este domingo, sucedendo ao contestado Josep Maria Bartomeu, ao recolher 30.184 votos (54,28% do total), nas eleições para os órgãos sociais do clube espanhol. Joan Laporta, que já presidiu …

Há cargos de supervisão há anos por preencher. João Leão assume atrasos

O Ministério das Finanças assume atrasos na procura por supervisores. Não podem vir do setor bancário e é preciso encontrar mulheres. O gabinete do ministro das Finanças, João Leão, assume atrasos na procura por administradores para …

"Temos de nos preparar". Benfica vai pôr travão no investimento

Após ter gasto mais de 100 milhões de euros em transferências, Jorge Jesus antecipa que o SL Benfica, assim como as outras equipas, vai ter de pôr um travão no investimento. O Benfica foi um dos …

Áustria retira por precaução lote da vacina AstraZeneca após morte de vacinada

As autoridades austríacas suspenderam por precaução as inoculações com um lote da vacina da AstraZeneca. O lote retirado não é usado em Portugal. A Áustria anunciou, este domingo, a retirada por precaução de um lote da …

Amorim não quer surpresas e prepara nuances na estratégia da equipa

Rúben Amorim vai promover alterações na estratégia da equipa para evitar que a equipa se torne previsível na fase final do campeonato. A segunda volta do campeonato está em andamento e o Sporting CP lidera categoricamente …

Medina sondou BE e PCP para coligação. Levou uma nega, mas o futuro depende do sucesso de Moedas

Fernando Medina quis uma coligação pré-eleitoral com Bloco de Esquerda e o PCP, mas os partidos não aceitaram. No entanto, a hipótese poderá voltar a estar em cima da mesa de Carlos Moedas começar a …

"Não é descabido”. Candidato liberal a Lisboa admitiu que nacionalização da TAP podia ser "excelente opção"

Miguel Quintas, o recém-anunciado candidato da Iniciativa Liberal à Câmara Municipal de Lisboa, defendeu, no ano passado, que pensar numa nacionalização da TAP “não é de todo descabido” e que “tudo indica que poderá ser uma …

Mais de 3.500 túmulos descobertos em Xian, a "casa" do mítico exército de terracota

Uma equipa de arqueólogos encontrou milhares de túmulos e objetos de valor arqueológico na cidade chinesa de Xian, a capital da província de Shaanxi e a "casa" do mítico exército de terracota, descoberto no mausoléu …

Bruno Fernandes marca e Manchester United trava líder e rival City

O médio português Bruno Fernandes, de penálti, abriu caminho à vitória por 2-0 do Manchester United no dérbi com o City, na Liga inglesa de futebol, na primeira derrota dos 'citizens' após uma longa série …

Com Pizarro e Carneiro na calha para o Porto, Costa pode ter de desempatar

O primeiro-ministro e secretário-geral do PS, António Costa, pode-se ver obrigado a escolher o candidato do PS à Câmara Municipal do Porto. As estruturas locais parecem alinhadas no apoio a Manuel Pizarro, mas o secretário-geral adjunto …