Aluna que publicou vídeo de lagarta em refeição escolar alvo de processo disciplinar

A aluna de uma escola de Braga que partilhou o vídeo de uma lagarta no prato de refeição servido na cantina está a ser alvo de um processo disciplinar, denunciou hoje a Associação de Pais da instituição.

Em declarações à Lusa, a presidente da Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola Básica 2/3 André Soares, Dulce Campos, explicou que a mãe da estudante em causa foi chamada à escola para lhe ser comunicado que a filha seria alvo de um processo disciplinar, por ter partilhado um vídeo filmado no estabelecimento de ensino, o que será proibido pelo regulamento interno da instituição.

A Lusa tentou entrar em contacto com a direção da escola mas até ao momento não foi possível.

“A encarregada de educação da aluna que partilhou o vídeo na página pessoal do Facebook foi chamada à escola para a informarem que está a ser instaurado um processo disciplinar. Os contornos ainda não sabemos”, adiantou Dulce Campos.

A responsável disse esperar “que o desfecho seja positivo”, lembrando que está em causa “uma situação verdadeira, que toda a gente assumiu“, incluindo a direção da escola e a empresa que confeciona as refeições servidas na cantina.

“É verdade que o regulamento proíbe a divulgação, mas está em causa um bem maior. As denúncias e queixas sobre a qualidade das refeições têm sido muitas desde o início do ano, o que não é compreensível”, disse.

Na terça-feira começou a circular um vídeo na rede social Facebook que mostrava uma lagarta viva no prato de uma refeição servida na cantina da André Soares, uma situação que a direção da escola classificou como “reflexo” da “falta de funcionários” na empresa que ali serve refeições.

Num esclarecimento dirigido à Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola André Soares, publicado na página de Facebook daquela associação, a diretora da escola, Maria da Graça Moura, explicou que a falta de funcionários no serviço de refeições já foi denunciada e considerou que a empresa contratada pelo Ministério da Educação para servir as refeições escolares, a UNISELF, “deve rever os seus procedimentos”.

A situação da alface mal lavada é o reflexo da falta de funcionários que a empresa tem ao serviço do refeitório. Foi feita a devida chamada de atenção, o cuidado que se deve ter com a higiene dos alimentos”, aponta a diretora da escola no referido esclarecimento.

Segundo Maria da Graça Moura, “a empresa responsável, UNISELF, contratada pelo Ministério da Educação, deve rever os procedimentos no que respeita ao serviço de refeições – principalmente, deve colocar ao serviço o número de funcionários contratualizado, o que não acontece a maior parte dos dias”.

A direção da escola André Soares garantia ainda que iria continuar a “denunciar” a falta de funcionários que a empresa coloca na escola à hora das refeições.

“Esperamos que nunca mais se repita esta situação. É uma situação que nos entristece, pois é o nome André Soares que está em causa”, referiu a diretora da escola.

// Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Alvo de um processo disciplinar? – A aluna merece é o reconhecimento público, afirmado pela boca do ministro da educação, pela coragem que teve de denunciar publicamente, com provas irrefutáveis, uma situação susceptível de por em causa a saúde e a segurança alimentar de jovens indefesos. Aliás se, naquela escola, se enxergasse um bocadinho mais longe dever-se-ia saber já, por esta altura do “campeonato”, que naquelas situações em que estão em causa a saúde pública, a segurança das pessoas, o bem comum e a ordem pública, todos os regulamentos internos se suspendem automaticamente, passando a ser as autoridades nacionais quem superintende. Mas ainda que assim não fosse, existe uma lei fundamental chamada Constituição da República que outorga a todos os cidadãos o direito inalienável de petição e reclamação, que é um direito que não está sujeito a qualquer tutela, conhecimento prévio ou autorização para ser exercido. Ora o que a aluna fez não foi mais do que peticionar e reclamar publicamente com imagens o direito a uma refeição limpa, qualitativamente fiável e quantitativamente adequada, tanto mais que a situação de porcaria na comida já se vinha repetindo sem que medidas saneadoras do problema fossem tomadas. Chamavam a atenção da empresa de catering e “prontos”. Sabemos como interesses mesquinhos da mais diversa ordem se entrelaçam e como os prejudicados são os que não podem ou não sabem reivindicar e fazer prevalecer os seus legítimos direitos. Os pais, no caso do processo disciplinar ir para a frente, deveriam alertar o Ministério Público por perseguição e retaliação ao exercício de legítimos direitos da filha.

    • O texto é de quem anda habituado à barra e sabe muito bem do que fala. É esclarecedor e por isso a todos ajuda. Não é todos os dias que se lê disto. Só diria que, para além da queixa ao Ministério Público, quem merecia um processo disciplinar pela IGEC (inspecção geral da educação e ciência) era a “diretorinha” primeiro porque, à primeira vista, parece querer ser justiceira á margem do Conselho Geral, a quem compete fiscalizar as suas actividades e decisões, depois porque é manifestamente injusta num caso justíssimo de denúncia contra atentado flagrante à saúde pública que, por si só e de facto, suspende qualquer regulamento interno. Tratou-se de uma lagarta mas se fosse excremento humano ou de outro animal e se fosse o “projecto de directora” a detectá-lo no prato? Seria bom que as autoridades vissem este caso de perto, até para servir de jurisprudência em acréscimo à já existente. E que demitissem quem deve ser imediatamente demitida.

Sem Joacine, nova direção do Livre foi eleita com 95 votos a favor e 15 brancos

Este domingo, no segundo dia do IX congresso do Livre, a nova direção do partido foi eleita com 95 votos a favor e 15 brancos (e não conta com a deputada Joacine Katar Moreira). No final …

Juiz pede escusa do caso dos emails por ser adepto do Benfica

O juiz desembargador apresenta vários motivos para pedir escusa do processo, nomeadamente por ser "sócio do Benfica desde 1968". De acordo com o jornal Público, Eduardo Pires, juiz desembargador do Tribunal da Relação do Porto (TRP), …

Afinal, Irão já não vai pedir ajuda para analisar caixas negras do avião

O Irão recuou na intenção de enviar para análise as gravações da caixa negra do avião ucraniano, que abateu acidentalmente na semana passada, para que sejam sujeitas a análises adicionais, revelou a agência noticiosa iraniana. Citado …

Bruno Fialho sucede a Marinho e Pinto na liderança do PDR

Bruno Fialho é o novo presidente do Partido Democrático Republicano (PDR), ao obter 75% dos votos na eleição deste sábado para escolher o sucessor de António Marinho e Pinto, que anunciou o abandono do cargo …

Legislador russo culpa "arma climática" dos EUA pelo inverno quente de Moscovo

Alexei Zhuravlyov, membro da câmara baixa do Parlamento da Rússia (Duma), culpou uma alegada "arma climática" secreta dos Estados Unidos pelas anómalas temperaturas que se fizeram sentir este inverno em Moscovo.  Em declarações à estação de …

Nova espécie de louva-a-deus empala as suas presas como se fossem fondue

O Carrikerella simpira, uma nova espécie de louva-a-deus, caça as suas presas perfurando-as de um lado ao outro com as suas patas em forma de tridente. Cientistas descobriram uma nova espécie de louva-a-deus com uma característica …

Astrónomos descobrem que o fósforo foi gerado na formação de estrelas

Astrónomos descobriram que o fósforo, elemento químico essencial à vida, se constituiu durante a formação de estrelas e sugerem que chegou à Terra através de cometas. Uma equipa de astrónomos detetou monóxido de fósforo na região …

Nova máquina repara e mantém fígados vivos fora do corpo humano durante uma semana

Um novo sistema consegue manter um fígado humano vivo fora do corpo durante sete dias, período no qual o órgão danificado pode ser reparado e preparado para o transplante. As tecnologias convencionais conseguem sustentar um fígado …

Rui Rio vence segunda volta. Líder reeleito quer "estabilidade, lealdade e unidade"

O presidente social-democrata, Rui Rio, afirmou hoje que espera poder “trabalhar com estabilidade e lealdade”, recusou que o PSD esteja “partido” e vincou estar “a iniciar o momento para marcar a unidade” no partido. O líder …

Gatos não se importam de comer pessoas mortas (e há um estudo que mostra como o fazem)

Uma nova investigação analisou como é que dois gatos selvagens se alimentaram de cadáveres humanos. Os animais mostraram preferência por corpos específicos ao longo de vários dias. No Forensic Investigation Research Station, no estado norte-americano do …