Aluna que publicou vídeo de lagarta em refeição escolar alvo de processo disciplinar

A aluna de uma escola de Braga que partilhou o vídeo de uma lagarta no prato de refeição servido na cantina está a ser alvo de um processo disciplinar, denunciou hoje a Associação de Pais da instituição.

Em declarações à Lusa, a presidente da Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola Básica 2/3 André Soares, Dulce Campos, explicou que a mãe da estudante em causa foi chamada à escola para lhe ser comunicado que a filha seria alvo de um processo disciplinar, por ter partilhado um vídeo filmado no estabelecimento de ensino, o que será proibido pelo regulamento interno da instituição.

A Lusa tentou entrar em contacto com a direção da escola mas até ao momento não foi possível.

“A encarregada de educação da aluna que partilhou o vídeo na página pessoal do Facebook foi chamada à escola para a informarem que está a ser instaurado um processo disciplinar. Os contornos ainda não sabemos”, adiantou Dulce Campos.

A responsável disse esperar “que o desfecho seja positivo”, lembrando que está em causa “uma situação verdadeira, que toda a gente assumiu“, incluindo a direção da escola e a empresa que confeciona as refeições servidas na cantina.

“É verdade que o regulamento proíbe a divulgação, mas está em causa um bem maior. As denúncias e queixas sobre a qualidade das refeições têm sido muitas desde o início do ano, o que não é compreensível”, disse.

Na terça-feira começou a circular um vídeo na rede social Facebook que mostrava uma lagarta viva no prato de uma refeição servida na cantina da André Soares, uma situação que a direção da escola classificou como “reflexo” da “falta de funcionários” na empresa que ali serve refeições.

Num esclarecimento dirigido à Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola André Soares, publicado na página de Facebook daquela associação, a diretora da escola, Maria da Graça Moura, explicou que a falta de funcionários no serviço de refeições já foi denunciada e considerou que a empresa contratada pelo Ministério da Educação para servir as refeições escolares, a UNISELF, “deve rever os seus procedimentos”.

A situação da alface mal lavada é o reflexo da falta de funcionários que a empresa tem ao serviço do refeitório. Foi feita a devida chamada de atenção, o cuidado que se deve ter com a higiene dos alimentos”, aponta a diretora da escola no referido esclarecimento.

Segundo Maria da Graça Moura, “a empresa responsável, UNISELF, contratada pelo Ministério da Educação, deve rever os procedimentos no que respeita ao serviço de refeições – principalmente, deve colocar ao serviço o número de funcionários contratualizado, o que não acontece a maior parte dos dias”.

A direção da escola André Soares garantia ainda que iria continuar a “denunciar” a falta de funcionários que a empresa coloca na escola à hora das refeições.

“Esperamos que nunca mais se repita esta situação. É uma situação que nos entristece, pois é o nome André Soares que está em causa”, referiu a diretora da escola.

// Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Alvo de um processo disciplinar? – A aluna merece é o reconhecimento público, afirmado pela boca do ministro da educação, pela coragem que teve de denunciar publicamente, com provas irrefutáveis, uma situação susceptível de por em causa a saúde e a segurança alimentar de jovens indefesos. Aliás se, naquela escola, se enxergasse um bocadinho mais longe dever-se-ia saber já, por esta altura do “campeonato”, que naquelas situações em que estão em causa a saúde pública, a segurança das pessoas, o bem comum e a ordem pública, todos os regulamentos internos se suspendem automaticamente, passando a ser as autoridades nacionais quem superintende. Mas ainda que assim não fosse, existe uma lei fundamental chamada Constituição da República que outorga a todos os cidadãos o direito inalienável de petição e reclamação, que é um direito que não está sujeito a qualquer tutela, conhecimento prévio ou autorização para ser exercido. Ora o que a aluna fez não foi mais do que peticionar e reclamar publicamente com imagens o direito a uma refeição limpa, qualitativamente fiável e quantitativamente adequada, tanto mais que a situação de porcaria na comida já se vinha repetindo sem que medidas saneadoras do problema fossem tomadas. Chamavam a atenção da empresa de catering e “prontos”. Sabemos como interesses mesquinhos da mais diversa ordem se entrelaçam e como os prejudicados são os que não podem ou não sabem reivindicar e fazer prevalecer os seus legítimos direitos. Os pais, no caso do processo disciplinar ir para a frente, deveriam alertar o Ministério Público por perseguição e retaliação ao exercício de legítimos direitos da filha.

    • O texto é de quem anda habituado à barra e sabe muito bem do que fala. É esclarecedor e por isso a todos ajuda. Não é todos os dias que se lê disto. Só diria que, para além da queixa ao Ministério Público, quem merecia um processo disciplinar pela IGEC (inspecção geral da educação e ciência) era a “diretorinha” primeiro porque, à primeira vista, parece querer ser justiceira á margem do Conselho Geral, a quem compete fiscalizar as suas actividades e decisões, depois porque é manifestamente injusta num caso justíssimo de denúncia contra atentado flagrante à saúde pública que, por si só e de facto, suspende qualquer regulamento interno. Tratou-se de uma lagarta mas se fosse excremento humano ou de outro animal e se fosse o “projecto de directora” a detectá-lo no prato? Seria bom que as autoridades vissem este caso de perto, até para servir de jurisprudência em acréscimo à já existente. E que demitissem quem deve ser imediatamente demitida.

Responder a HUJ Cancelar resposta

Pneumonia viral já chegou à Coreia do Sul. China regista terceira morte

A Coreia do Sul confirmou esta segunda-feira o primeiro caso de um novo tipo de pneumonia viral, que apareceu na China em dezembro e já provocou a morte a três pessoas no país. De acordo com …

Há uma espécie de árvore praticamente imortal (e o seu segredo foi descoberto)

Uma equipa de investigadores descobriu o segredo da Ginkgo biloba, a espécie de árvore que é praticamente imortal. Esta espécie existe desde o tempo dos dinossauros. A Ginkgo biloba, também conhecida popularmente por nogueira-do-japão, é uma …

O planeta extrassolar mais próximo da Terra pode ter companhia

Uma equipa internacional de astrofísicos encontrou evidências da existência de um segundo planeta a orbitar Próxima Centauri, a estrela mais próxima do Sol. Na prática, o mundo extrassolar mais próximo de nós pode ter companhia. …

Uma estrela ajudou a perceber quando é que a Via Láctea devorou outra galáxia

Recentemente, astrónomos descobriram que uma colisão com uma galáxia satélite encheu a Via Láctea de estrelas. Agora, graças a uma única estrela, já é possível perceber quando é que isso aconteceu. A galáxia satélite Gaia-Enceladus foi, …

Homem pede "julgamento por combate" com espadas japonesas para resolver disputa legal com a ex-mulher

Para resolver uma disputa legal com a sua ex-mulher, David Ostrom sugere que seja feito um "julgamento por combate" com espadas japonesas. Há precedentes legais que o podem favorecer em tribunal. O insólito aconteceu no Iowa, …

Crimes violentos podem aumentar drasticamente nos EUA devido ao aquecimento global

O número de crimes violentos nos Estados Unidos pode aumentar drasticamente nos próximos anos devido ao aquecimento global, concluiu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade do Colorado, em Boulder. "Dependendo da rapidez …

Twitter pede desculpa por permitir anúncios direcionados a neonazis

O Twitter emitiu esta quinta-feira um pedido de desculpa público depois de a BBC denunciar que a rede social estava a permitir anúncios direcionados a neonazis, islamofóbicos e outros grupos de ódio. A emisorra britânica …

Carlos Silva alega falta de apoio do PS e anuncia saída da liderança da UGT

O secretário-geral da UGT não é candidato a um novo mandato na central sindical, alegando que o “desgaste tem sido tremendo” e que é visto como força de bloqueio. “Não quero continuar”, “já está decidido e …

A maior aeronave do mundo vai ficar ainda maior. Medirá quase 100 metros

A maior aeronave do mundo vai ficar ainda maior: o dirigível híbrido Airlander 10, que media 92 metros de comprimento, vai bater o seu próprio recorde. De acordo com a emissora britânica BBC, a aeronave passará a …

Mortes nos Comandos. Governo só indemniza famílias se for condenado

O Governo deu ordem para parar as negociações com as famílias dos recrutas que morreram durante o 127.º Curso de Comandos, que decorreu na região de Alcochete, em 2016. Segundo o Jornal de Notícias, o Governo …