Altos níveis de radiação obrigam a retirar robô do reator 2 de Fukushima

Miguel Tona / EPA

-

A operadora da central nuclear de Fukushima divulgou hoje novas imagens do robô que conseguiu introduzir dentro do seu reator número 2, onde se detectaram níveis extremamente altos de radiação que obrigaram à retirada do aparelho.

O robô, operado por técnicos da Tokyo Electric Power Company (TEPCO), acedeu na quinta-feira ao interior do recipiente de contenção do reator após uma tentativa anterior fracassada, com a missão de analisar o estado das instalações e de separar obstáculos para continuar a exploração com outro autómato.

No entanto, os operários tiveram que retirar o aparelho antes de cobrir toda a zona prevista devido aos altíssimos níveis de radiação, estimados pela TEPCO em torno dos 650 sieverts por hora e capazes de danificar a sua parte eletrónica, informou hoje a empresa em comunicado.

Estes níveis “parecem ser maiores que o esperado”, segundo a TEPCO, que acrescentou que é necessário “continuar com as investigações” para determinar se a origem da radiação é, como se suspeita, a presença de combustível fundido no fundo do recipiente de contenção.

A empresa explicou que se trata de um nível muito elevado por ter sido medido pela primeira vez muito perto do núcleo do reator, e recalcou que no exterior do mesmo, os níveis de radiação não variaram nem se detectaram novas fugas.

Uma dose de um só sievert por dia pode causar danos graves na saúde humana e até à morte, pelo que os níveis estimados nesse ponto do interior das instalações nucleares impossibilitam o acesso de operários humanos.

Os reatores 1, 2 e 3 sofreram fusões parciais dos seus núcleos devido ao desastre originado pelo terremoto e o tsunami de março de 2011, e conhecer o estado exato das barras de combustível radioativo é fundamental para o seu manejo e retirada.

No caso da unidade 2, os técnicos da TEPCO acreditam que o combustível se fundiu o suficiente para perfurar o recipiente de pressão e acumular-se no fundo do de contenção.

A TEPCO deve em breve realizar mais análises e introduzir outro robô para continuar com a avaliação do lugar.  Os altos níveis de radiação nas instalações vão dificultar a retirada das barras de combustível do reator, um dos passos necessários para o seu desmantelamento, que calcula-se que irá durar entre 30 e 40 anos.

A crise atómica de Fukushima, desencadeada pelo terremoto e posterior tsunami que castigaram o nordeste do arquipélago japonês, foi o pior acidente nuclear desde o de Chernobyl em 1986.

// EFE

PARTILHAR

RESPONDER

Cães conseguem detetar covid-19, mas não estão a ser usados. "Podiam salvar tantas vidas"

Um cão pode cheirar um pano que antes esteve no pulso ou no pescoço de alguém e identificar imediatamente se a pessoa contraiu o vírus até cinco dias antes do aparecimento de qualquer sintoma. Parece …

Noruega com poucos casos de infeções nas escolas. Medidas podem ser aliviadas

A Noruega mantém as escolas com o segundo nível das medidas para combate à pandemia. Contudo, pondera aliviá-las caso se confirme que as crianças não têm um papel acrescido na transmissão do vírus. As autoridades de …

Ex-SCUT com descontos para passageiros frequentes e transporte de passageiros

Os passageiros particulares frequentes e os veículos de transporte de passageiros vão ter descontos na passagem pelas portagens das antigas SCUT a partir de 1 de janeiro, anunciou esta quinta-feira o Governo. De acordo com a …

Situação "muito grave" leva a uma nova corrida ao papel higiénico na Alemanha

A Alemanha atingiu esta quinta-feira um novo máximo diário, com mais de 11 mil casos em apenas 24 horas. A nova vaga de infeções está a levar os alemães a um novo açambarcamento de papel …

Taça: todos os "grandes" defrontam equipas do terceiro escalão

FC Porto, Benfica e Sporting vão jogar em casa de formações do Campeonato de Portugal. Sporting de Braga estará na Trofa. Decorreu nesta quinta-feira o sorteio da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, a …

DGS vai comprar mais de 100.000 frascos de Remdesivir até março de 2021

A Direção-Geral da Saúde vai adquirir entre este mês e março de 2021 mais de 100.000 frascos do medicamento antiviral remdesivir, com a designação comercial Veklury, para tratamento de doentes com covid-19. A decisão foi tomada …

Utilizadores do PayPal vão poder usar criptomoeda para pagar a mais de 26 milhões de comerciantes

O PayPal anunciou que vai investir no mercado das criptomoedas, lançando um novo serviço que permitirá aos utilizadores da plataforma nos Estados Unidos comprar, guardar e vender moeda digital, já a partir de 2021. De acordo …

Escavações revelam sepulcro do final da Idade do Bronze em Oliveira de Frades

Escavações arqueológicas realizadas recentemente revelaram a existência de um sepulcro do final da Idade do Bronze na Cumeeira, junto à zona industrial de Oliveira de Frades, anunciou esta quinta-feira a autarquia. "Este sítio arqueológico era já …

Farmacêutica Purdue aceita declarar-se culpada em processo sobre analgésico opiáceo

A farmacêutica Purdue concordou em declarar-se culpada pela promoção agressiva do analgésico opiáceo OxyContin. O acordo foi anunciado pelo ministério da Justiça norte-americano e está avaliado em cerca de 8,3 mil milhões de dólares. A farmacêutica …

Norte pode ultrapassar os 2.000 casos diários esta semana e os 4.000 na próxima

As novas infeções pelo novo coronavírus SARS-CoV-2 podem ultrapassar esta semana a "barreira dos dois mil casos" na região Norte, alertaram especialistas esta quinta-feira, afirmando que o atual índice de transmissibilidade (o designado RT) "permite …