Almaraz: Espanha não recua, Portugal vai fazer queixa a Bruxelas

Frobles / Wikimedia

Central de energia nuclear Almaraz, Cáceres (Espanha)

Central de energia nuclear Almaraz, Cáceres (Espanha)

Não houve acordo na reunião desta quinta-feira por causa da construção de um armazém de resíduos nucleares na central de Almaraz. Espanha decidiu manter a sua posição, por isso, Portugal vai apresentar queixa na Comissão Europeia.

A reunião desta quinta-feira entre o Ministro do Ambiente João Matos Fernandes e o seu homólogo espanhol, em Madrid, terminou sem qualquer acordo, avança a SIC Notícias.

Em causa está a construção de um armazém de resíduos nucleares na central de Almaraz, localizada a cerca de 100 quilómetros da fronteira portuguesa.

O Governo português considera que a decisão de avançar com o projeto tem um incumprimento de legalidade e lealdade, uma vez que o país vizinho nem sequer fez uma avaliação do impacto ambiental transfronteiriço.

Por isso, avança o canal televisivo, o Governo vai avançar com uma queixa, na próxima segunda-feira, junto da Comissão Europeia.

Esta ameaça já tinha sido feita há uns dias mas o ministro do Ambiente preferiu esperar pela reunião de hoje para tentar chegar a um consenso.

Ontem, o jornal Público tinha apurado que o ministro do exterior espanhol, que esteve em Portugal para o funeral de Mário Soares, confirmou que falou com Augusto Santos Silva sobre a questão e admitiu haver espaço para dialogar sobre o futuro do armazém.

O rei de Espanha também terá assegurado a Marcelo Rebelo de Sousa que o país não ia tomar “decisões unilaterais”.

A funcionar desde o início da década de 80, a central está situada junto ao Tejo e faz fronteira com os distritos de Castelo Branco e Portalegre, sendo Vila Velha de Ródão a primeira povoação portuguesa banhada pelo Tejo depois de o rio entrar em Portugal.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Nuclear?
    3 centrais aqui junto à fronteira
    Se alguma tem um problema desaparecemos
    Depósitos? Onde está a diferença?
    Devíamos era construir uma para ver se a energia desce de preço, para ver se deixamos de a importar e para no final diminuir a nossa dívida
    Há dúvidas, ou continuamos com a hipocrisia?

  2. Construir uma central para a energia descer de preço? Tens electricidade mais barata e morres de cancro, de que te serve, eles deviam era acabar com aquela merda toda, no dia que houver merda grossa, e é uma questão de tempo como aconteceu no Japão, Chernobil, estamos todos queimados e a morrer em sofrimento,
    aí de que te serve a energia mais barata artolas….

RESPONDER

EUA. Homem que detonou bomba no metro em 2017 condenado a prisão perpétua

O autor do ataque à bomba na estação de metro perto de Times Square, em Nova Iorque, nos Estados Unidos (EUA), em dezembro de 2017, foi na quinta-feira condenado a prisão perpétua. Segundo revelou o New …

Bruxelas aprova auxílio intercalar de 462 milhões de euros à TAP

A Comissão Europeia aprovou, esta sexta-feira, um auxílio estatal intercalar de Portugal à TAP, no valor de 462 milhões de euros, para compensar prejuízos devido à pandemia de covid-19. "A Comissão Europeia considera que a medida …

Da despromoção ao ataque dos adeptos. Jogadores do Schalke ponderam não jogar mais esta época

Após a despromoção histórica da equipa, os jogadores foram atacados pelos adeptos nas imediações do estádio. Agora, alguns ponderam não voltar a jogar esta época. Esta semana confirmou-se a despromoção do Schalke 04 à segunda divisão …

Funcionária da polícia esfaqueada mortalmente em França. Agressor abatido

Uma funcionária da polícia francesa morreu, esta sexta-feira, após ter sido esfaqueada por um homem, que foi morto a tiro durante a sua detenção, informaram as autoridades. A polícia identificou o agressor como um tunisino de …

EMA defende administração da segunda dose da vacina da AstraZeneca

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) defendeu, esta sexta-feira, a administração da segunda dose da vacina da AstraZeneca, mesmo com os riscos associados à possibilidade de ocorrência de coágulos sanguíneos. O diretor executivo adjunto da EMA, …

Ex-diretor da PJM sentiu-se "desconsiderado" com retirada de investigação de Tancos

O ex-diretor da PJ Militar disse, esta quinta-feira, ter-se sentido "desconsiderado" com a decisão da ex-PGR de afastá-lo da investigação do furto de armamento de Tancos e rejeitou o envolvimento de uma organização terrorista …

Hackers russos tentam extorquir 50 milhões de dólares à Apple

Um grupo de piratas informáticos radicados na Rússia exigiu à Apple 50 milhões de dólares (mais de 41 milhões de euros) para evitar a divulgação de informações sobre os próximos modelos do MacBook. A informação é …

Vacinação no Superior. Há professores que estão a recusar dar aulas presenciais

Há professores do Ensino Superior que estão a recusar dar aulas presenciais enquanto não forem vacinados contra a covid-19, tal como está a acontecer com os docentes e não docentes de outros níveis de ensino. O …

Viseu está orfã do projeto de Almeida Henriques. Movimento pede a Jorge Sobrado que avance

A morte de Almeida Henriques deixou Viseu "orfã". Cerca de duas dezenas de personalidades subscreveram uma carta aberta pedindo ao ex-vereador da Cultura Jorge Sobrado que se envolva no debate autárquico. Em declarações ao Público, Jorge …

"Parece-me uma coisa feita à pressa". Críticas aos Censos continuam

Os Censos 2021 têm sido alvo de críticas relativamente aos critérios para identificação de pessoas em situação de sem-abrigo, à ausência de questões sobre identidade de género e orientação sexual, bem como sobre a lista …