Alemanha tem quase 90 mil curados e relaxa medidas. Merkel preocupada

A Alemanha regista um total de 139.897 casos diagnosticados e cerca de 88 mil curados e dá, a partir desta segunda-feira, os primeiros passos no relaxamento das medidas de contenção.

De acordo com os dados oficiais do Instituto Robert Koch, a Alemanha registou nas últimas 24 horas um aumento de 2.458 casos em relação ao dia anterior, e mais 2.700 pessoas curadas. O número total de vítimas mortais chega agora às 4.294, uma subida de 184 nas últimas 24 horas.

Esta segunda-feira reabrem espaços comerciais que tenham até 800 m2, numa tentativa de regresso à normalidade, depois de as medidas de restrição da pandemia de covid-19 terem sido impostas em todo o país a 23 de março.

O primeiro caso na Alemanha foi reportado a 27 de janeiro e a propagação da doença tem assumido diferentes proporções nos 16 estados federados, com a Baviera, a maior região, a registar mais infeções e um maior número de óbitos.

As medidas restritivas assumidas também têm sofrido variações em cada estado. Por exemplo, já a partir desta segunda-feira, as máscaras vão passar a ser obrigatórias no estado da Saxónia nos transportes públicos e supermercados. Todos os agentes da polícia da região vão passar também a usar este instrumento de proteção.

O ministro da economia, Peter Altmaier, pediu este domingo, numa entrevista divulgada no “Bild am Sonntag” calma a todos os líderes regionais, alertando para a necessidade de uma resposta conjunta. “Se mantivermos a calma agora, podemos evitar um segundo bloqueio. É por isso que a ação conjunta dos governos federal e estadual é tão importante”, sublinhou o Altmaier.

A nível global, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 160 mil mortos e infetou mais de 2,3 milhões de pessoas em 193 países e territórios. A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Para combater a pandemia, os governos mandaram para casa 4,5 mil milhões de pessoas, mais de metade da população do planeta, encerraram o comércio não essencial e reduziram drasticamente o tráfego aéreo, paralisando setores inteiros da economia mundial.

Face a uma diminuição de novos doentes em cuidados intensivos e de contágios, alguns países começaram a desenvolver planos de redução do confinamento e em alguns casos, como Dinamarca, Áustria ou Espanha, a aliviar algumas das medidas.

Merkel “muito preocupada”

A chanceler alemã Angela Merkel manifestou-se esta segunda-feira “muito preocupada” quanto ao eventual relaxamento das restrições contra a propagação da pandemia do novo coronavírus.

De acordo com a agência France-Presse, a chanceler alemã exprimiu preocupações durante uma reunião, por meios remotos, com os dirigentes do partido conservador, CDU.

As fontes da AFP referem que Merkel apelou ao fim das “das discussões que são como orgias” na Alemanha sobre o fim total do confinamento, acrescentando que está “muito preocupada” pela falta de respeito pelas regras de distância social. “O que importa nesta altura é a evolução da situação até ao dia 30 de abril, a data em que expiram as regras de exceção atualmente em vigor”, disse a chanceler durante a reunião.

Segundo as mesmas fontes, Merkel terá afirmado que vai esperar até ao dia 8 ou 9 de maio para tomar decisões sobre a reabertura progressiva das escolas.

Os primeiros estabelecimentos de ensino na Alemanha devem começar a funcionar no dia 4 de maio de acordo com o plano inicial.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Processo de reprivaticação da Efacec atrasado devido à discussão do OE2021

Apesar de as avaliações no âmbito do processo de nacionalização e futura reprivatização da Efacec já estarem concluídas, o processo esteve condicionado pela discussão do Orçamento de Estado para 2021 (OE2021). De acordo com o Jornal …

Costa sobre vacinação: “Há uma luz ao fundo do túnel, mas o túnel é muito comprido e penoso”

O primeiro-ministro, António Costa, advertiu esta quinta-feira que o processo de vacinação terá imponderabilidades externas a Portugal, sendo também complexo ao nível interno, com as dificuldades a aumentarem quanto maior for o universo de cidadãos …

Alterações climáticas podem colapsar os sistemas de saúde, alertam especialistas

O quinto relatório anual da Lancet sobre saúde e clima revelou que todos os países enfrentam ameaças à saúde humana, "que se multiplicam e se intensificam" à medida que as alterações climáticas originam novas pandemias …

Obama, Bush e Clinton vão vacinar-se publicamente para encorajar os norte-americanos

Os ex-presidentes dos EUA Barack Obama, George W. Bush e Bill Clinton disseram que estão prontos para serem vacinados publicamente contra a covid-19, a fim de encorajar os seus concidadãos a fazer o mesmo. Obama disse …

Retenção na fonte mensal reduzida em cerca de 2%. Salários terão um "ligeiro aumento"

As retenções na fonte em 2021 sobre salários de trabalho dependente vão reduzir-se em cerca de 2% face às praticadas este ano e irão permitir um “ligeiro aumento” do rendimento líquido mensal, segundo simulações da …

Em março já deverá haver imunização “suficientemente grande” da população

O epidemiologista Manuel do Carmo Gomes defendeu esta quinta-feira que “se tudo correr normalmente” com a vacinação contra a covid-19, no final de março haverá uma imunização “suficientemente grande” na população para evitar “grandes aumentos …

Quatro mortos e um ferido em explosão em estação de águas residuais em Bristol

Quatro pessoas morreram e outra ficou ferida após uma grande explosão numa estação de tratamento de águas residuais de Bristol, no sul de Inglaterra,. As vítimas mortais são três funcionários e um trabalhador externo, disse o …

Ventura diz que Marcelo quer flexibilização das restrições no Natal

O líder e deputado único do Chega, André Ventura, afirmou esta quinta-feira que o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, manifestou a vontade de que haja alguma flexibilização das restrições à circulação no Natal. Após …

Governo do Brasil aponta início da vacinação entre janeiro e fevereiro

O ministro da Saúde do Brasil, Eduardo Pazuello, disse que o país vai começar a receber 15 milhões de doses de vacinas para a covid-19 entre janeiro e fevereiro de 2021, com mais cem milhões …

Solução para Novo Banco pode não passar por um OE retificativo, diz João Leão

O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, disse que a alternativa à anulação da transferência de 476 milhões de euros para o Novo Banco não tem "necessariamente que passar" por um orçamento retificativo …