Administração dos Estaleiros negoceia na Venezuela construção de navios

ENVC

-

A administração dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) reúne-se esta semana com a empresa de Petróleos da Venezuela (PDVSA) para tentar negociar a passagem do contrato para construção de dois navios asfalteiros ao novo subconcessionário.

Estas reuniões, indicou hoje à Lusa fonte da administração da empresa pública, realizam-se durante a 9.ª reunião da Comissão Mista de Acompanhamento Bilateral, que decorre na Venezuela entre 13 e 15 de janeiro, na presença do vice-primeiro-ministro Paulo Portas e de vários secretários de Estado.

O presidente da Empordef – Empresa Portuguesa de Defesa, que tutela os estaleiros -, que também marcará presença nestas reuniões, tinha já confirmado anteriormente que decorrem negociações com a Venezuela para seja o novo subconcessionário – o grupo Martifer -, a construir os dois navios asfalteiros, encomendados em 2010 por 128 milhões de euros.

“Temos tido negociações no sentido de acordar com a PDVSA as melhores condições para haver possibilidade de esse contrato ser realizado pelo subconcessionário. É um dossiê que está em análise, não está fechado”, disse à Lusa, em dezembro, Vicente Ferreira.

Por este contrato, os ENVC já receberam 12,8 milhões de euros, mas a aquisição de matéria-prima e outros equipamentos só arrancou em maio de 2013.

Com o encerramento da atual empresa e a concretização, na passada sexta-feira, da assinatura da subconcessão dos terrenos e infraestruturas aos novos estaleiros West Sea (grupo Martifer), o objetivo da administração e da Empordef, precisou a mesma fonte, é manter o contrato em Viana do Castelo, decisão que está dependente da vontade da Venezuela.

“Não está a ser preparada nenhuma solução alternativa, nem foi solicitada pela PDVSA nenhuma solução alternativa. Aquilo que é a nossa orientação estratégica é no sentido de concretizar o plano, conforme o Governo português sempre o assumiu perante as autoridades venezuelanas, da construção dos asfalteiros”, acrescentou Vicente Ferreira.

Há cerca de um mês, o administrador da Empordef dizia ainda que depois da normalização do acordo com a PDVSA, em julho de 2013, o contrato estava válido e a empresa até conseguiu cumprir as primeiras quatro fases, de um total de 14, até à entrega dos navios, prevista para meados e final do próximo ano.

A nova empresa West Sea deverá recrutar nos primeiros seis meses deste ano 400 dos atuais 609 trabalhadores, que estão a ser convidados a aderir a um plano de rescisões amigáveis que vai custar 30,1 milhões de euros.

Em paralelo decorre a extinção dos ENVC, decidida pelo Governo devido à investigação de Bruxelas às ajudas públicas atribuídas à empresa, no valor de 181 milhões de euros, desde 2006.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Bolsonaro veta transferência de 1,5 mil milhões de euros para estados e municípios

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, vetou na quarta-feira a transferência de 8,6 mil milhões de reais (1,5 mil milhões de euros) do Fundo de Reservas Monetárias (FRM) para estados e municípios combaterem a covid-19. A decisão …

O núcleo da Terra pode esconder mais de cinco oceanos no seu interior

Um novo estudo sugere que o núcleo da Terra pode abrigar uma grande quantidade de água no seu interior. Segundo os investigadores, a quantidade pode chegar ao equivalente a cinco oceanos. Muitos estudos comprovam que, sob …

Descoberto novo tipo de matéria exótica no "coração" das estrelas de neutrões

Uma investigação levada a cabo por um grupo de cientistas da Finlândia encontrou fortes evidências da existência de matéria exótica de quarks no interior dos núcleos das maiores estrelas de neutrões. Em comunicado, os cientistas …

Os asteróides Ryugu e Bennu podem ser "filhos" de um mesmo pai

Os asteróides Ryugu e Bennu podem ter sido formados a partir de um outro asteróide de grandes dimensões, sugere uma investigação internacional. Simulações numéricas de grandes ruturas de asteróides, como as que ocorrem no cinturão de …

Diário de oficial nazi revela localização de tesouro escondido na Polónia durante a 2.ª Guerra Mundial

Um diário que esteve na posse de uma sociedade secreta durante décadas contém um mapa que descreve a localização de mais de 30 toneladas de ouro escondidas pelos nazis durante a Segunda Guerra Mundial. Escrito há …

"Pés de café" ajudam robôs a andar mais rápido (e sem tropeçar)

Uma das principais aplicações para robôs com pernas é a exploração de locais de desastre. No entanto, para atravessar os escombros, estas máquinas precisam de ter "pés" firmes. Uma equipa de investigadores da Universidade da Califórnia, …

Famalicão 2-1 FC Porto | Dragões falham reentrada

O FC Porto ficou hoje com a liderança da I Liga portuguesa de futebol em risco, ao perder em casa do Famalicão, por 2-1, na 25.ª jornada, que marca o regresso após a paragem devido …

Empresas chinesas compram soja dos EUA apesar de suspensão imposta pelo Governo

Empresas estatais chinesas terão comprado pelo menos três carregamentos de soja aos Estados Unidos (EUA), mesmo após o Governo ter levantado uma suspensão. Esta surgiu depois de Washington afirmar que terminaria com o acordo comercial …

Musk quer bombardear Marte. Pode ser só um "pretexto" para enviar armas nucleares para o Espaço

O plano de Elon Musk de bombardear Marte é apenas um pretexto para o lançamento de armas nucleares para o Espaço, disse o diretor da agência espacial russa Roscosmos, Dmitry Rogozin. Bombardear Marte para tornar o …

Quase 20 mil toneladas de combustível derramadas em rio na Rússia

https://cache-igi.cdnvideo.ru/igi/video/2020/6/2/%D0%BD%D0%BE%D1%80%D0%B8%D0%BB%D1%8C%D1%81%D0%BA.mp4 Quase 20 mil toneladas de combustível foram acidentalmente derramadas num rio no extremo norte da Rússia, levando as autoridades a declarar uma situação de "emergência" e levantando preocupações entre ambientalistas e residentes. Em comunicado, a associação …