Estaleiros: Ministro reafirma que Martifer irá recrutar “prioritariamente” actuais trabalhadores

ArmenioBeloPhotographer / Facebook

-

O ministro da Defesa reafirmou hoje que a empresa responsável pelos estaleiros de Viana do Castelo vai recrutar, “prioritariamente”, trabalhadores entre os atuais, mas nem o governante, nem os sindicatos, quiseram adiantar conclusões sobre o plano social em marcha.

“Sabemos que a empresa Martifer, novo subconcessionário dos terrenos e infraestruturas dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo, recrutará, em prioridade, portanto prioritariamente, trabalhadores atuais dos estaleiros de Viana do Castelo, aqueles que precisa para a sua atividade”, disse o ministro da Defesa Nacional, José Pedro Aguiar-Branco.

O ministro falava aos jornalistas à saída de uma reunião no Instituto de Defesa Nacional, no Porto, a segunda realizada, no espaço de quatro dias, com o objetivo de discutir o plano social, no âmbito do fecho dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC).

Além de Aguiar-Branco, participaram na sessão elementos da União de Sindicatos de Viana do Castelo e o presidente do conselho de administração dos estaleiros, Jorge Camões, mas todos remeteram, para segunda-feira, mais novidades sobre o plano social que está em curso, no âmbito do fecho dos ENVC.

“Foi possível, nesta reunião, dar resposta às questões que nos tinham sido colocadas na outra [a 29 de janeiro no Ministério da Defesa Nacional], e entendemos que sejam comunicadas aos trabalhadores em primeira mão”, disse Aguiar-Branco.

O plenário com os trabalhadores está marcado para segunda-feira, pelas 15:30, depois de uma reunião das estruturas sindicais que deverá ocorrer de manhã, segundo adiantou o coordenador da União de Sindicatos de Viana do Castelo, Branco Viana, sem dar mais pormenores sobre a reunião de hoje.

“O senhor ministro transmitiu aquilo que pensa das nossas sugestões da reunião de dia 29. Viemos receber respostas às nossas sugestões. Nós – e pedimos desculpa por isso – não vamos fazer mais declarações porque queremos que sejam os trabalhadores a saber de toda esta realidade primeiro”, disse Branco Viana.

Em cima da mesa estiveram propostas feitas pelos sindicatos, para minimizar os efeitos sociais do encerramento dos ENVC para os trabalhadores ainda com vínculo, no âmbito do plano social definido pela administração dos estaleiros públicos.

O plano social lançado em dezembro envolve indemnizações globais pela rescisão amigável dos respetivos contratos, a pagar aos 609 trabalhadores, no valor de 30,1 milhões de euros.

Até ao momento, aderiram a estes acordos cerca de 150 funcionários dos estaleiros, que receberam indemnizações globais de quase 10 milhões de euros.

À tutela também tem sido pedido que consiga garantir que a nova empresa, a West Sea do grupo Martifer, recrute trabalhadores de entre os atuais funcionários dos estaleiros. A West Sea prevê criar 400 postos de trabalho.

Ao longo de quase 70 anos de atividade, os ENVC construíram mais de 220 navios de todo o tipo.

PARTILHAR

RESPONDER

Garcia de Orta. Governo admite recorrer a pediatras do privado para assegurar urgência

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Francisco Ramos, disse que a falta de médicos pediatras nas urgências do hospital Garcia de Orta “é uma situação que não é possível resolver de um …

Cientistas descobrem um novo benefício de tomar chá

https://vimeo.com/366605754 Se já se sabia que beber chá era bom para a nossa saúde, uma nova investigação vem confirmar ainda mais essa ideia. Cientistas encontraram no chá um novo benefício para o nosso cérebro. Várias investigações apontam …

Governo da Escócia quer novo referendo sobre independência em 2020

A ministra principal da Escócia e líder do Partido Nacionalista Escocês (SNP), Nicola Sturgeon, afirmou esta terça-feira que quer um novo referendo sobre a independência em 2020 e abrir negociações com Londres até ao fim …

As bactérias contradizem Darwin: a mais apta não sobrevive

Uma recente investigação levada a cabo pela Universidade de Copenhaga, na Dinamarca, revela que, no que diz respeito às bactérias, a "sobrevivência das mais cooperativas" excede a "sobrevivência das mais fortes". As bactérias são capazes de …

A Via Láctea roubou minúsculas galáxias à sua vizinha

Utilizando dados obtidos pelo Telescópio Gaia, os cientistas chegaram à conclusão que a Via Láctea "sequestrou" galáxias da Grande Nuvem de Magalhães, uma outra galáxia que a orbita. No nosso Universo, a regra é orbitar: a …

Pode ter sido encontrada (e ignorada) vida em Marte em 1976, defende antigo cientista da NASA

O antigo cientista da agência espacial norte-americana Gilbert V. Levin afirma que foram encontradas evidências de vida em Marte na década de 70. No entender do especialista, deviam ter sido levado a cabo mais investigações …

Era marketing. Fortnite voltou (e está diferente)

Depois de 10 temporadas, um buraco negro engoliu a ilha na qual diariamente milhões de jogadores tentavam sobreviver, matando-se uns aos outros. Durante um dia e meio, ninguém podia jogar. O susto acabou esta terça-feira, …

Cientistas determinam o que diminui a fertilidade das mulheres com o avanço da idade

Investigadores da Universidade de Copenhaga mapearam alguns dos mecanismos que podem afetar a fertilidade das mulheres desde a adolescência até a menopausa. A fertilidade natural das mulheres flutua entre altos e baixos na forma de uma …

Dono do Paris Saint-Germain quer comprar o Leeds (e torná-lo no novo Manchester City)

A Qatar Sports Investments (QSI), empresa que é detida por Nasser Al Khelaifi, quer dar o salto para o mercado inglês e adquirir o Leeds United, emblema que milita atualmente no segundo escalão. Na semana em …

Município italiano proíbe Google Maps. App faz com que muitas pessoas se "percam"

O autarca do município italiano de Baunei, na Sardenha, proibiu o uso do Google Maps na região, argumentando que "muitas" pessoas se perderam por causa de "sugestões enganosas" do serviço de localização. A informação é …