Ex-adjunta da ministra da Justiça vai investigar corrupção no Governo

Paulo Vaz Henriques / Portugal.gov.pt

A ministra da Justiça, Francisca Van Dunem

A magistrada Carolina Costa, que foi adjunta da ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, foi escolhida para integrar o Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP). Ora, este órgão, está a investigar vários elementos do Governo por suspeitas de corrupção.

A escolha é apontada pela revista Sábado que nota que Carolina Costa, de 36 anos, é magistrada do Ministério Público (MP). Mas, nos últimos meses, foi adjunta da ministra da Justiça.

Assim, a sua nomeação para o Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) pode levantar questões relacionadas com conflitos de interesses, uma vez que este órgão tem em mãos vários processos relacionados com elementos do Governo, nomeadamente por suspeitas de crimes de corrupção.

Mas esta não é a primeira nomeação polémica a envolver Francisca Van Dunem.

Em Junho de 2020, foi notícia o facto de a ministra da Justiça ter escolhido o juiz conselheiro José Luís Lopes da Mota como seu novo adjunto de gabinete. Isto porque o magistrado foi condenado a uma pena disciplinar por ter pressionado dois procuradores a arquivarem suspeitas contra José Sócrates.

Antes disso, Van Dunem esteve no olho do furacão por causa do marido, Eduardo Paz Ferreira, conceituado jurista e advogado que facturou mais de 500 mil euros a trabalhar para o Governo.

Mais recentemente, Francisca Van Dunem esteve envolvida na polémica relacionada com os erros relativamente ao currículo do procurador europeu José Guerra, reconhecendo falhas, mas afastando um cenário de demissão do cargo de ministra.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

"Toque de Midas" científico. Químicos transformam água purificada em metal dourado

Esta nova descoberta ajuda a entender o estado de transição da água e pode vir a ser importante no estudo de planetas como Neptuno ou Urano. Numa experiência alucinante, cientistas conseguiram transformar água purificada num metal …

Dispositivo movido a energia solar vai transformar água salgada em potável no Quénia

Transformar água do mar em água potável é um processo muito caro e poluente, mas o Climate Fund Manager e a Solar Water Solutions querem mudar isso. A nova solução revolucionária tem uma pegada de …

EUA impõem sanções contra a Polícia cubana pela “repressão” dos protestos

Os Estados Unidos impuseram novas sanções à Polícia Nacional Revolucionária cubana e a dois altos funcionários da instituição, com o Presidente Joe Biden a admitir mais medidas caso não exista uma mudança “drástica” em Cuba. Questionado …

Aumento dos custos de produção. Depois da Unilever, Nestlé anuncia que vai subir os preços

A maior produtora de comida e bebidas do mundo vai aumentar os preços. A Nestlé justifica a decisão com a subida dos custos de produção das mercadorias e dos transportes. A empresa suíça revelou na Quinta-Feira …

Primeiro-ministro da Bélgica considera desnecessário certificado sanitário no país

O primeiro-ministro da Bélgica, Alexander De Croo, considera desnecessária a exigência de um certificado sanitário no país para ter acesso à maioria dos estabelecimentos públicos, semelhante ao que é exigido em França. “A solução nunca pode …

Filha mais velha de Boris fala sobre aceitação do corpo na nova edição da Tatler

A filha mais velha de Boris Johnson, o primeiro-ministro do Reino Unido, abordou na revista Tatler a aceitação do corpo e a utilização de shapewear. Lara Johnson-Wheeler escreveu um artigo na mais recente edição da Tatler …

Mural de azulejos "Quem és, Porto" terá de ser removido por falta de consenso

A Câmara do Porto afirmou esta sexta-feira que o mural de azulejos “Quem és, Porto?”, situado na Rua da Madeira, “não poderá permanecer naquele local”, por se tratar de propriedade privada e por não existir …

Portugal com 17 mortes, 2.590 casos e redução nos internados nas últimas 24 horas

Portugal regista este sábado 17 mortes atribuídas à covid-19, a maioria em Lisboa, 2.590 novos casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 e nova descida nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos, segundo os dados oficiais. De …

Portugal proíbe caça à rola de forma temporária

A caça à rola está proibida de forma temporária na época de 2021/22 em Portugal, depois de se revelar um "decréscimo significativo" das populações daquela espécie protegida, divulgou esta sexta-feira o Instituto da Conservação da …

Johnson & Johnson acusada de vender pó de talco com propriedades cancerígenas a mulheres negras

A gigante farmacêutica Johnson & Johnson continuou a comercializar pó de talco para mulheres negras, apesar de existirem provas de que esses produtos causam cancro. A queixa contra a Johnson & Johnson, apresentada pelo Conselho Nacional …