Académicos chineses assinam petição a exigir liberdade de expressão

Luca Zennaro / EPA

Vários académicos e outras centenas de cidadãos chineses assinaram uma petição na qual exigem que seja protegido o direito à liberdade de expressão no país.

De acordo com o jornal South China Morning Post, a petição online, dirigida ao Congresso Nacional do Povo (o Parlamento chinês), faz cinco exigências: proteger o direito à liberdade de expressão; discutir esta questão nos encontros do congresso; fazer do dia 6 de fevereiro o dia nacional da liberdade de expressão; garantir que ninguém é punido, ameaçado, interrogado, censurado ou detido pelo seu discurso; e, por fim, que os residentes de Wuhan e da província de Hubei tenham acesso a um tratamento equitativo, nomeadamente no que diz respeito aos cuidados de saúde.

6 de fevereiro foi escolhido para assinalar a liberdade de expressão, uma vez que se trata do dia em que o médico Li Wenliang morreu, vítima do Covid-19 e que tentou alertar a comunidade médica para a existência de um novo coronavírus, tendo sido recriminado pela polícia e acusado de “espalhar rumores”.

Segundo o jornal, alguns dos subscritores da petição já estão sob pressão, como é o caso da socióloga Guo Yuhua, professora na Universidade Tsinghua, e do seu colega e professor de Direito Xu Zhangrun, cujas contas na rede social WeChat foram bloqueadas.

Na semana passada, o jurista escreveu um artigo com duras críticas a Pequim pela forma como tem atuado nesta situação do coronavírus e ao regime, incluindo ao Presidente Xi Jinping, considerando que o “sistema político colapsou sob a tirania”.

Zhangrun tem estado sob vigilância das autoridades e, em 2018, já tinha sido impedido de dar aulas na faculdade chinesa por ter escrito outro artigo em que criticava a decisão do Executivo de acabar com o limite de dois mandatos presidenciais.

Para Yuhua, a petição online “pode ser apenas outro gesto que é travado antes de ter qualquer consequência”, mas considera que, mesmo assim, “é importante assumir uma posição”.

Ao mesmo jornal, outro professor de Direito que assinou a petição, Zhang Qianfan, da Universidade de Pequim, afirmou tê-lo feito como forma de luta pelo direito do povo à informação, por ser essa a chave para conter crises de saúde pública.

“Será necessário algum tempo para perceber se todo este descontentamento irá colocar em causa a legitimidade do Governo de Pequim”, disse, acrescentando que tudo dependerá das “consequências do atual surto para a economia nacional”.

O coronavírus já infetou mais de 40 mil pessoas e matou mais de mil na China continental, com casos de pessoas infetadas em mais de 20 países.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. xi, caramba, mas não sabem com quem se estão a meter, esse grupo do Mr. Shithole não para brincaras, os Direitos da Raça Humana para eles são Lixo!
    Tenham cuidado, vão desaparecer um a um.
    Esses gajos são umas bestas Humanas, disfarçados de cordeiros

RESPONDER

Alunos do ensino profissional vão poder entrar no ensino superior sem exames nacionais

Os estudantes que terminem um curso profissional ou artístico terão melhores condições de acesso ao ensino superior já no próximo ano. O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, anunciou esta quarta-feira que os …

Trump indulta ex-governador que tentou "vender" lugar de Obama no Senado

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, indultou na terça-feira o ex-governador de Illinois Rod Blagojevich, preso por corrupção após ser considerado culpado de tentar "vender" o lugar de Barack Obama no Senado, depois …

"Toca a reunir" no PS para aprovar eutanásia (e 6 médicos admitem que já a praticaram)

O PS está a mobilizar os seus deputados no sentido de garantir que, desta feita, a eutanásia passará no Parlamento. Tudo indica que venha a ser aprovada numa altura em que os médicos estão divididos …

CP está a escapar à multas por falhas nos serviços

A CP - Comboios de Portugal está a escapar às multas por falhas nos serviços, como atrasos e supressões de comboios, porque ainda não entrou em vigor o contrato de serviço público assinado com o …

Marega e Pepe vão ser alvos de processos disciplinares

A Comissão de Disciplina da FPF abriu processos disciplinares a Moussa Marega e Pepe devido a alegadas agressões sobre Taarabt, no jogo com o Benfica. Os jogadores do FC Porto Moussa Marega e Pepe vão ser …

Costa arrasa proposta "forreta" de orçamento europeu

A proposta de quadro financeiro plurianual para 2021-2027 do presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, vai morrer na praia. António Costa diz que os líderes europeus não devem ceder à pressão dos quatro países “forretas”. "Esta …

Malásia suspeita que desaparecimento do voo MH370 foi ataque suicida

O ex-primeiro ministro australiano Tony Abbott disse que altos responsáveis do governo da Malásia suspeitam há muito tempo que o desaparecimento do avião da Malasian Airlines, há quase seis anos, tenha sido um ataque suicida …

Champions. O viking norueguês, a revolta de Neymar e a lição tática do "Cholismo"

Haaland foi a estrela da noite ao marcar os dois golos da vitória do Dortmund frente ao PSG. O Atlético de Madrid conseguiu ainda quebrar a invencibilidade do Liverpool. A Liga dos Campeões está de volta …

Auditoria ao Novo Banco vai custar três milhões. É o triplo do que custou a da CGD

A auditoria especial da Deloitte ao Novo Banco vai custar cerca de três milhões de euros, segundo avança o jornal ECO. Este valor é três vezes superior ao custo da auditoria da EY à Caixa …

Passos Coelho ataca falhas de Costa (e revela que segurou Maria Luís)

O antigo primeiro-ministro Passos Coelho esteve na apresentação do livro de Carlos Moedas no El Corte Inglés, onde aproveitou para criticar António Costa. Passos preferiu falar do passado, lembrando o momento em que esteve perto …