Mais de 500 funcionários públicos vão ajudar SNS. Camas de cuidados intensivos podem chegar às 1.000

António Pedro Santos / Lusa

A ministra da Saúde, Marta Temido, anunciou, em entrevista ao Público e à Renascença, que mais de 500 funcionários públicos vão integrar as equipas de rastreio do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Na entrevista conjunta ao jornal Público e à Renascença, Marta Temido, ministra da Saúde, assumiu atrasos no rastreio epidemiológico e anunciou a ajuda de militares e mais de 500 funcionários públicos para libertar profissionais de saúde dos inquéritos.

A governante garantiu que os funcionários públicos, incluindo professores, já foram contactados, faltando neste momento a formação.

“Neste momento, no Norte, estão a ser formados diariamente cerca de uma dúzia de militares que estão a colaborar numa metodologia específica de primeiro contacto com as pessoas que são casos de infeção”, disse a ministra.

Reconhecendo que a situação atual “é complexa, grave e que exige uma gestão diária de grande esforço pelas unidades de saúde e de grande articulação entre as unidades de saúde”, Marta Temido adiantou que as camas nos Cuidados Intensivos têm sido um foco de preocupação.

Apesar de o número de internados nas Unidades de Cuidados Intensivos aumentar diariamente, a ministra garantiu que a capacidade para doentes infetados com covid-19 pode duplicar e chegar às 1.000 camas. 

“Este número é já com prejuízo à resposta a outras áreas de atividade”, alertou a governante.

“O número de camas de cuidados intensivos de que dispomos no SNS tem alguma capacidade de ajustamento e isso significa que tem sido possível diariamente, semanalmente”, disse Marta Temido.

Segundo a ministra, no final de novembro, vão abrir mais 28 camas no Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho e 11 camas no Hospital Fernando da Fonseca.

Relativamente às medidas de confinamento aplicadas nos próximos dois fins de semana nos concelhos de maior risco, a ministra reconheceu que a informação pode ser confusa.

“Quando pedimos que a partir das 13 horas ou nas vésperas do feriado a partir das 15h ficassem em casa, não foi para elas fazerem tudo o que pretendiam fazer nesse dia no período da manhã, foi para as pessoas evitarem contactos. É difícil passar esta mensagem, é muito difícil e, sobretudo, é muitas vezes muito difícil porque não há agora uma coesão social como existia na primeira onda”, disse.

Na mesma entrevista, a ministra não descartou a possibilidade de haver um confinamento mais severo. “Estamos a aguentar-nos, a procurar quebrar a curva. Dezembro vai ser necessariamente um mês muito difícil e um mês particularmente exigente para todos”, afirmou Marta Temido.

Em relação ao plano de vacinação, Marta Temido referiu que há uma equipa constituída que tem “como missão a entrega de um plano para a vacinação contra a covid-19 em Portugal e que vai reunir”. Esse plano deverá chegar “até meados de dezembro”.

Quanto às vacinas da gripe, a ministra informou que já foram vacinadas cerca de 1,5 milhões pessoas e que há “cerca de 300 mil doses em stock”, sendo que esta semana vão chegar mais 200 mil. “Até ao final da primeira semana de dezembro, o programa estará completo“.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. “Não era para fazer tudo de manhã”?….com todos os estabelecimentos comerciais encerrados da parte da tarde?….bem até ficava mais barato, era pegar e andar…

RESPONDER

Astrónomos identificam cinco planetas "Tatooine" que podem sustentar vida

Um novo estudo revelou que cinco sistemas conhecidos com planetas de estrelas duplas - como Tatooine, casa de Luke Skywalker no filme "Star Wars" - poderiam sustentar a vida. “Usamos dados colhidos pela nave espacial Kepler, …

Cientistas criam massa que muda de formato assim que entra em contacto com a água

Da penne à fusilli: as pessoas adoram massas pelos seus formatos. Agora, uma equipa de cientistas liderada pelo Morphing Matter Lab da Carnegie Mellon University está a desenvolver massas planas que se transformam em formas …

Australiana fez uma cirurgia para remover as amígdalas (e acordou com um sotaque irlandês)

No dia 19 de abril, Angie Mcyen foi submetida a uma cirurgia para remover as amígdalas, um procedimento bastante simples que demorou apenas meia hora. Uns dias depois, acordou e apercebeu-se de que tinha um …

“Foi o crime do século“. Museu Britânico mostra o impacto do assassinato de Thomas Becket na Europa

Thomas Becket foi abatido dentro da Catedral de Cantuária por cavaleiros da comitiva do rei Henrique II. O assassinato, em 1170, causou ondas de choque em toda a Inglaterra. Agora, o religioso será recordado através …

Na Índia, ser-se rico ou pobre pode fazer a diferença no acesso à vacina

A Índia enfrenta uma grave escassez de vacinas contra a covid-19. Até ao momento, só 2,5% da população recebeu ambas as doses, enquanto 10% recebeu uma. Na Índia, as pessoas que vivem em cidades com fácil …

Ilha italiana torna-se "covid-free" e mostra-se pronta para receber turistas de todo o mundo

Numa altura em que vários países da Europa já começam a planear a abertura ao turismo de forma intensiva, há regiões que mostram já estar um passo à frente. É o caso da ilha de …

Política chinesa torna uigures reféns nas suas próprias casas

A China introduziu, em 2016, uma política de parentesco para promover a harmonia nacional e a unidade étnica, levando a que desde então mais de 1,1 milhões de funcionários do Estado ocupassem periodicamente as casas …

O palco de um dos maiores contos britânicos de sempre vai transformar-se num hostel

A Irlanda aprovou uma proposta para converter num hostel um dos pontos de referência de James Joyce mais icónicos de Dublin. O irlandês James Joyce é um dos maiores escritores da literatura britânica, sendo autor de …

Liz Cheney é a cara da oposição ao "trumpismo" no Partido Republicano

Esta quarta-feira, e depois de ter criticado o antigo Presidente dos Estados Unidos, a congressista Liz Cheney foi afastada de um cargo de liderança no Partido Republicano. Na noite desta terça-feira, e pouco antes de …

SC Braga punido com dois jogos à porta fechada por falta de habilitações de Custódio

O Sporting de Braga foi punido com dois jogos de interdição do seu estádio, após queixa da Associação Nacional de Treinadores de Futebol (ANTF), devido à falta de habilitações de Custódio, anunciou o Conselho de …