Mais 2.856 casos de covid-19 e 149 óbitos em Portugal

Portugal regista este sábado 2.856 novos casos de infeção e 149 óbitos, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), nas últimas 24 horas, foram reportados 2.856 novos casos de infeção e 149 mortes, sendo ambos os dados muito semelhantes ao que foi registado na sexta-feira.

Destes 2.856 novos casos, 1.440 registaram-se na região de Lisboa e Vale do Tejo, seguindo-se o Norte (mais 677), Centro (490), Alentejo (113), Algarve (70), Madeira (61) e Açores (5).

Os internamentos registaram uma quebra, com menos 380 pessoas internadas (num total de 4.850) e menos 43 em Unidades de Cuidados Intensivos (de um total de 803).

Já no que respeita o número de óbitos, a maior parte foi registada na região de Lisboa e Vale do Tejo com mais 80, seguindo-se o Centro (25), Norte (21), Alentejo (12) e Algarve (11). Os arquipélagos da Madeira e dos Açores não registaram qualquer óbito nas últimas 24 horas.

É o quarto dia consecutivo com menos de 200 mortes, algo que já não sucedia desde meados de janeiro.

O boletim da DGS refere ainda que recuperaram da doença mais 8.786 pessoas, num total de 661.525 recuperados. Há menos 6.079 casos ativos, num total de 107.371m, e menos 6.478 contactos em vigilância, num total de 143.173.

Portugal regista até este sábado 784.079 casos de infetados desde o início da pandemia e um total de 15.183 óbitos.

Maria Campos, ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

"Contra tudo e contra todos". Moedas fez história em Lisboa

O cabeça de lista da coligação PSD/CDS-PP/MPT/PPM/Aliança à Câmara de Lisboa, Carlos Moedas, afirmou hoje ter vencido “contra tudo e contra todos”, porque “a democracia não tem dono”, agradeceu o “voto de confiança” e comprometeu-se …

Ventura admite que “vitória não foi total” ao falhar objetivo de ficar em terceiro

O líder do Chega admitiu hoje que a “vitória não foi total” nas autárquicas de domingo, ao falhar o objetivo de ser a terceira força política, mas defendeu que se “fez história” em Portugal, recusando …

Liveblog Autárquicas. Carlos Moedas ganha Lisboa

Realizam-se este domingo Eleições Autárquicas em Portugal, nas quais está em jogo a eleição de 308 presidentes de câmaras municipais, os seus vereadores e assembleias municipais, bem como 3091 assembleias de freguesia. Acompanhe tudo no …

Contra a "vigarice" das sondagens, "o PSD teve um excelente resultado"

O PSD conseguiu todos os objectivos a que se propôs nestas eleições autárquicas, segundo Rui Rio. O presidente do PSD considera que o partido teve "um excelente resultado" contra a "vigarice" das sondagens e "contra …

Medina assume derrota em Lisboa. "É uma indiscutível vitória de Carlos Moedas"

Fernando Medina acaba de assumir a derrota nas eleições autárquicas, felicitando Carlos Moedas pela vitória na Câmara de Lisboa. "É uma indiscutível vitória pessoal e política de Carlos Moedas", sublinha Medina. "Foi um privilégio servir esta …

Costa: "PS continua a ser o maior partido autárquico nacional"

António Costa canta vitória nas eleições autárquicas, apesar de ainda não se conhecerem os resultados finais de Lisboa, Sintra e Loures. Para o secretário-geral socialista, não há dúvida de que o "PS continua a ser …

O "primeiro amarelo" para Costa e o "CDS superou todos os objectivos"

"O CDS superou todos os objectivos a que se propôs nestas autárquicas". É assim que Francisco Rodrigues dos Santos, líder do CDS-PP, canta vitória, considerando que António Costa "viu o seu primeiro cartão amarelo". Na reacção …

Pegadas provam que as Américas foram povoadas milhares de anos antes do que pensávamos

Investigadores descobriram evidências da presença de humanos nas Américas: pegadas com, pelo menos, cerca de 23.000 anos. A nossa espécie começou a migrar para fora de África há cerca de 100.000 anos. Além da Antártida, as …

Jerónimo assume que CDU ficou "aquém", mas não é "determinante para a política nacional"

Jerónimo de Sousa reconhece que os resultados da CDU, nas eleições autárquicas, ficaram "aquém" dos objectivos, mas alerta que não são "determinantes para a política nacional" e rejeita a hipótese de deixar a liderança do …

Geringonça à direita... ou à esquerda? Com Moedas e Medina taco a taco, IL e Bloco entram em jogo

Freguesia a freguesia, eis como Fernando Medina e Carlos Moedas estão a disputar a eleição para a Câmara de Lisboa. As sondagens dão um empate técnico e a Iniciativa Liberal já manifestou que está disponível …