18 meses de prisão para soldado israelita que matou palestiniano ferido

Heidi Levine / EPA

-

Israel condenou esta terça-feira a 18 meses de prisão um militar que matou com um tiro na cabeça um atacante palestiniano, que estava ferido e imóvel, depois de este ter atacado a sua patrulha à facada.

A juíza Maya Heller pronunciou a sentença contra Elor Azaria, de 21 anos, um mês depois de o militar ter sido considerado culpado do homicídio de um palestiniano ferido na Cisjordânia em março do ano passado.

A acusação tinha pedido uma pena de três a cinco anos de prisão, mas o painel de três juízes considerou que seria demasiado severa.

Segundo Heller, foram tidos em conta fatores considerados atenuantes como “o sofrimento da família” do soldado e o facto de o crime ter ocorrido “em território hostil”.

Pelo contrário, segundo a juíza, o soldado não manifestou qualquer remorso pelas suas ações.

O incidente, ocorrido em Hebron, foi filmado por membros de um grupo de defesa dos direitos humanos e colocado na Internet.

Abdul Fatah al-Sharif, juntamente com um companheiro, tinha acabado de atacar à facada um grupo de militares israelitas. Os militares responderam a tiro e atingiram Abdel, que ficou no chão, imóvel – gravemente ferido e, aparentemente, sem constituir perigo.

Depois de o atingir uma primeira vez, Azaria atingiu-o novamente a tiro, na cabeça, aparentemente sem provocação. A defesa do sargento afirmou que o militar disparou porque pensava que este trazia consigo, dissimulado, um cinto de explosivos.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Falta de meios dificulta marcação de testes à Covid-19

Os utentes do Norte referenciados pelas autoridades de saúde para fazerem o teste à Covid-19 estão a ter grandes dificuldades na marcação nos laboratórios recomendados, devido ao disparo na procura e ao facto de a …

"Impõe-se manter as medidas de contenção", diz Marcelo

O Presidente da República afirmou esta terça-feira que se impõe manter as medidas de contenção que vigoram em Portugal, referindo que essa foi uma opinião unânime na segunda reunião técnica sobre a situação da covid-19 …

Crise poderá levar a Juve a vender Ronaldo por 70 milhões

A crise financeira causada pela pandemia de covid-19 poderá "obrigar" a Juventus a vender Cristiano Ronaldo por 70 milhões de euros, avança a imprensa italiana, frisando que existem mais dois cenários em cima da mesa. O …

Pavilhão Rosa Mota transformado em "Hospital de Missão" com 300 camas

O Pavilhão Rosa Mota, no Porto, entrará, na próxima semana, em funcionamento como “Hospital de Missão” e, com 300 camas, servirá para acolher doentes com poucos sintomas de covid-19 ou até assintomáticos sem “retaguarda familiar”. “Trata-se …

Maduro acusa EUA de provocarem "perigoso momento de tensão" no continente

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, enviou na segunda-feira uma carta aos governantes internacionais, alertando que os Estados Unidos (EUA), ao oferecerem uma recompensa por informações que levem à sua detenção, conduzem a "um perigoso …

Prestações ao banco vão subir para quem recorrer à moratória

As prestações dos créditos à habitação vão subir para empresas e clientes particulares que pedirem a sua suspensão no âmbito da moratória criada pelo Governo. Os juros vencidos durante os seis meses da moratória serão …

BE e PCP querem isenção do pagamento de propinas durante estado de emergência

O Bloco de Esquerda e o Partido Comunista Português consideram que os alunos do Ensino Superior devem ficar isentos do pagamento de propinas durante o estado de emergência. Tanto o BE como o PCP sempre defenderam …

Menina de 12 anos morre na Bélgica vítima da covid-19

Uma menina de 12 anos morreu esta segunda-feira na Bélgica devido à pandemia de covid-19, anunciaram esta terça-feira as autoridades de saúde deste país. "É um caso muito raro, mas que nos afeta muito, é um …

"Bomba" de Graça Freitas rebentou-lhe nas mãos. Governo rejeita cerco sanitário ao Porto

O Secretário de Estado da Saúde, António Sales, rejeitou, nesta terça-feira, a possibilidade de impor um cerco sanitário ao Porto. Esta hipótese foi avançada pela directora-geral da Saúde, Graça Freitas, e foi fortemente criticada por …

Novo máximo diário. Covid-19 mata mais 849 pessoas em Espanha

Espanha registou, nas últimas 24 horas, 849 mortos com o novo coronavírus, um novo recorde de falecidos num só dia, elevando o balanço total para 8189. Os números do Ministério da Saúde espanhol revelam ainda um …