Assim que fez 18 anos, desafiou os pais (e foi finalmente tomar vacinas)

Ethan Lindenberger fez 18 anos e decidiu desafiar os pais. Agora que atingiu a maioridade, o jovem decidiu ser vacinado a quase tudo.

A mãe de Ethan, Jill Wheeler, é anti-vacinas. Segundo o jovem, a mãe foi influenciada por desinformação online, nomeadamente um estudo que alegou que certas vacinas estavam relacionadas com o autismo. Esta teoria de que as vacinas causam danos cerebrais acabou por ser desmentida.

No entanto, estudos e ideias como esta espalharam-se como se fossem um incêndio, de tal forma que o Centro para Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) norte-americano tentou combatê-las arduamente, publicando artigos explicativos com informação adicional, com o título “As vacinas não causam autismo“.

A irmã mais velha de Ethan é vacinada e o seu irmão mais velho é parcialmente imunizado. Só Ethan foge à regra, uma vez que nasceu depois de a mãe ter descoberto que ela tinha o direito de escolher se os filhos podiam ou não ser vacinados. Assim, a norte-americana optou por não vacinar os seus cinco filhos menores, Ethan incluído.

Só Deus sabe como ainda estou vivo“, escreveu o jovem no Reddit, em novembro. Na publicação, Ethan pede ajuda para descobrir como se pode vacinar, e recebeu mais de mil respostas. A sua publicação junta-se a tantas outras de jovens como ele que procuram na Internet informações sobre vacinação, mesmo contra a vontade dos pais.

Segundo o NPR, Ethan ouviu durante a sua vida inteira que as vacinas eram prejudiciais à saúde, com perigosos efeitos secundários – um discurso difundido pela sua mãe.

Para o jovem, era normal não se ser vacinado. Mas na escola, percebeu que todos os seus amigos tinham sido vacinados, assistiu a vários debates anti-vacinação e, lentamente, começou a questionar o que a sua mãe lhe dissera a vida toda. Foi assim que decidiu fazer uma pesquisa.

“Quando comecei a investigar, ficou muito claro que havia muitas mais evidências em defesa das vacinas, do que a favor da anti-vacinação”, disse.

Depois de pesquisar o suficiente, Ethan decidiu confrontar a mãe com um artigo do Centro para Controlo e Prevenção de Doenças dos EUA com provas científicas de como as vacinas não causam autismo. “A resposta dela foi simples: ‘é isso que eles querem que tu penses’.”

“Eu fiquei chocado pelo facto de a minha mãe descartar a maior organização de saúde de todo o mundo a favor de uma espécie de declaração de teoria da conspiração”, confessou o jovem. Apesar dos múltiplos esforços, Ethan não conseguiu mudar a opinião da mãe, mas a sua sim: foi nesse momento que decidiu que iria ser vacinado.

Recentemente, Ethan recebeu a primeira dose de vacinação para a hepatite A, hepatite B,  gripe e HPV (Papiloma Vírus Humano). “A minha mãe encarou a minha decisão como um ato de rebelião e não como um passo para o meu bem-estar e saúde”, contou o rapaz.

Numa entrevista recente para a revista Undark, Jill Wheeler disse que a decisão de Ethan de ser vacinado foi um insulto. “Uma bofetada na cara”, afirmou. No entanto, como Ethan é agora legalmente adulto, a mãe nada pode fazer para o impedir.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Aceitava a opinião dela se fosse fundamentada por dados científicos!
    Agora, não vacinar apenas porque cede às teorias da conspiração… Por amor de um qualquer Deus!
    Santa estupidez…

  2. Realmente as noticias hoje em dia tem um misto de curiosidade e de incredulidade:
    Gostava de entender, quando é que alguém “toma” um vacina, ou será que já é novidade? … Tomar ou é injectável? !!
    Depois, um jovem tomar uma decisão destas? bom sinal, aos ensinamentos dos pais.
    Finalmente, a maioridade não é sinónimo de inteligência, cada um toma as decisões que acha melhor para si. Agora espero que seja a decisão mais ajustada qual respeito obrigatoriamente. A ver vamos se amanhã se o sujeito, venha a público dizer que se arrependeu.

  3. O jovem tomou a decisão que achou mais correcta. Essa falácia de que as vacinas provocam autismo, já foi desmentida cientificamente, mas ainda há muitas pessoas sem a mínima noção de como a ciência funciona, e dessa forma são presas fáceis de charlatães que espalham teorias de conspiração. Actualmente existe muito boa informação, mas também desinformação. A vacinação apenas consegue ser eficaz quanto é aplicada na maior percentagem da população. Informe-se como a vacinação funciona, são apenas alguns minutos que podem evitar futuros dissabores, e se ainda tiver dúvidas, pergunte a um especialista na área de saúde em vez de confiar em desconhecidos que ignoram toda a ciência que nos proporciona os benefícios que os nossos antepassados nem sonhavam ter.

    • Você não faz ideia das vezes que a ciência já nos enganou com os seus estudos encomendados, influenciados pelos seus interesses monetários.
      Só lhes servimos doentes, caro amigo. Já cheguei a esta conclusão há muito tempo através da simples observação de casos. Sem doença, não há €€€€€€€€€€€. Agora pense.

      • A ciência enganou-o?
        Ou foi alguém que usou a ciência erradamente?
        A ciência não faz estudos nem vende NADA!!
        Mas, como chegou a essa conclusão?
        Terá sido através da ciência?!
        Pois… agora pensa!

      • Sabe o que faço quando vejo um estudo que me suscita dúvidas?
        Pergunto a um ou mais especialistas da área em questão, com mais conhecimentos técnicos do que eu. Confio mais num profissional de saúde credenciado, do que em desconhecidos na internet, que espalham todo o tipo de teorias da conspiração. Ninguém é possuidor de todo o conhecimento, e é precisamente devido a esse facto que existem disciplinas especializadas em áreas específicas do conhecimento científico. Teorias da conspiração (que no campo científico não passam de palpites), apenas são apelativas para quem ignora a ciência.

RESPONDER

Há três datas prováveis para o Apocalipse. Duas das quais ainda este século

A humanidade corre o risco de ser extinta devido à colisão da Terra com um corpo celeste, a uma catástrofe natural ou até tecnológica. Este cenário não é uma fantasia saída dos filmes de Hollywood, …

Tondela vs Porto | Dragões garantem vantagem para o Clássico

O FC Porto fez o que lhe competia para garantir que chegava ao “clássico” do próximo sábado, com o Benfica, no primeiro lugar do campeonato. Na visita ao Tondela, os “dragões” não deram grandes veleidades …

Enfermeiras suspeitas de sabotar hospital com baratas. Queriam emprego melhor

Enfermeiras das emergências de um hospital italiano terão, alegadamente, libertado baratas no seu departamento. O objetivo era conseguirem uma transferência para outro hospital. As autoridades sanitárias da região de Nápoles abriram uma investigação a um caso …

Cancro do colo do útero pode ser extinto até 2100

Todos os anos, o cancro do colo do útero é a causa de morte de mais de 300 mil mulheres em todo o mundo - mas pode ser extinto até 2100. No ano passado, o diretor-geral …

Fortnite retira anúncios do YouTube para fugir aos predadores sexuais

A produtora de videojogos que criou o Fortnite, muito popular entre jovens e crianças, decidiu retirar os anúncios publicitários do YouTube por temer que estes apareçam ao lado de comentários publicados por pedófilos. A empresa norte-americana …

O alpinista sem pernas que chegou ao cume do Everest foi premiado com o "Momento do Ano"

Um alpinista chinês de 69 anos, que tem ambas as pernas amputadas, conseguiu chegar ao topo do Evereste em maio de 2018. A perseverança de Xia Boyu valeu-lhe nesta semana um prémio.  Em 1975, Xia Boyu …

Numa empresa neozelandesa só se trabalham quatro dias por semana (mas a produtividade aumentou)

Em março e abril do ano passado, uma empresa neozelandesa implementou um novo modelo laboral: trabalhar apenas quatro dias por semana. O estudo final foi publicado esta terça-feira e as conclusões mostram resultados animadores. Quase um …

Portugueses não sabem fazer queixa contra discriminação (e acham que não vale a pena)

Quase toda a gente já ouviu falar de discriminação ou crimes de ódio, mas a maioria tem dificuldade em distinguir os conceitos, desconhece o que fazer perante um caso ou a quem recorrer para fazer …

Imigrantes que entraram ilegais em Portugal terão visto desde que tenham um ano de descontos

Os imigrantes que se encontram em Portugal a trabalhar e a descontar para a Segurança Social há pelo menos 12 meses vão poder ter a autorização de residência mesmo que não tenham entrado no país …

Estudantes no Porto até aos 15 anos vão andar gratuitamente de metro e autocarro

A Câmara do Porto vai garantir passes gratuitos para residentes estudantes na cidade até aos 15 anos, complementando a medida do Governo que prevê a gratuitidade do título de transporte até aos 12 anos. O anúncio …