/

Só 0,1% dos totalmente vacinados adoeceram. Graça Freitas admite alívio de medidas em setembro

11

José Sena Goulão / Lusa

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas.

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, revelou que apenas 0,1% das pessoas vacinadas com duas doses contraiu o vírus e mostrou-se convicta de que, a partir de setembro, vai ser possível retirar as restrições e aprender a viver com a covid-19.

Das quase três milhões de pessoas que levaram as duas doses da vacina, 3.580 contraíram o vírus, ou seja, 0,1% do total de inoculados foi infetado após a vacinação. Em entrevista ao Jornal de Notícias e à TSF, a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, reconheceu existirem “pequenas diferenças” entre as marcas.

“Teoricamente as vacinas são mais ou menos semelhantes, mas em termos da sua efetividade há pequenas diferenças, de facto há, das várias marcas”, afirmou.

“Há até pequenas diferenças entre as duas vacinas mRNA. Neste momento, pelo menos na Europa e nos Estados Unidos, nos países que fazem mais estudos, há uma assimetria imensa no fornecimento das vacinas. E, portanto, as vacinas que são mais estudadas são aquelas em que há mais milhões de doses administradas”, completou.

Na mesma entrevista, a responsável disse acreditar que Portugal poderá voltar a retomar alguma da normalidade já em setembro.

As autoridades de saúde preveem que 80% da população tenha recebido, até ao final desse mês, pelo menos uma dose da vacina, com 70% a estar já completamente vacinada. A previsão conta já com o pressuposto de que a vacinação de crianças entre os 12 e os 15 anos contra a covid-19 será autorizada.

“Há sempre uma margem de erro em todas estas previsões, quando dizemos 70% ou 80% temos um intervalo de confiança. Se isso acontecer, e apesar de termos a variante Delta em circulação, dá-nos já um nível de imunidade bastante bom. Não havendo risco zero, e dependendo, mais uma vez, da situação epidemiológica nessa altura, creio que a tendência será para assumir a nossa vida com alívio das medidas”, salientou Graça Freitas.

Ainda assim, é preciso ter em conta que, “de vez em quando, teremos de fechar a torneira, porque o vírus está com maior capacidade de expandir”.

Questionada sobre a declaração do Presidente da República – que, no final de junho, disse que as autoridades sanitárias deveriam explicar publicamente o motivo para ser imposto isolamento ao primeiro-ministro, apesar de vacinado com as duas doses e possuir um certificado digital covid-19 – Graça Freitas disse que era um reparo “pertinente” .

“Acho que foi um reparo pertinente porque, de facto, a ideia que as pessoas têm é que as duas doses da vacina são completamente efetivas. Mas, neste momento, nós ainda não temos tanta certeza sobre essa proteção. Ou seja, nós sabemos que duas doses mais 14 dias na maior parte das pessoas resultam e as pessoas estão protegidas. Mas ainda há uma percentagem que não fica imunizada”, explicou a responsável.

“Portanto, ainda havendo aqui uma margem de incerteza, se há um contacto de alto risco, pelo princípio da precaução, as autoridades de saúde recorrem a um regime de isolamento, já não dos 14 dias, mas encurtado para dez dias com dois testes, um feito no início e outro feito depois no fim da doença”, justificou.

  ZAP //

11 Comments

  1. 0.1 dos totalmente vacinados? E se o numero de infetados na população geral for 0.1 ou menos? Servem de quê estes números?

    • Há pouco detalhe na forma como é explicado, sim, mas repare que basta considerar o número de casos ativos hoje (46000) para perceber que se há 3650 casos entre vacinados, há pelo menos mais de 42000 entre não vacinados, o que em 7 milhões de não vacinados corresponde a 0,6%. Este é um mínimo absoluto, já que não estamos a considerar os casos que apareceram desde que começaram a haver pessoas completamente vacinadas. Outra estratégia é olhar para o número de infetados diários nas faixas etárias que já estão quase totalmente vacinadas – percebemos aí também uma extrema diminuição. Estes 0,1 ainda são elevados, mas devem corresponder a uma capacidade de evitar a doença em mais de 90% das situações em que seria contraída, o que é muitíssimo relevante para a inversão do processo

  2. A montanha parou um rato,a !
    O pico é daqui a ??? ‘Daqui a ??? dias !
    A terceira vaga , terá o pico na segunda semana, ..
    Portugal está na quarta vaga !!
    Portugal em Setembro , está todo vacinado e imune !!
    Se não sabem, calem-se e façam o que munca fizeram .Não brinquem aos confinamentos !!! Onde estão as autoridades?? Vamos estar aqui a controlar até às .. depois podem passar a vontade, é a leitura wue wuslquer cidadão ao suposto controle do confinamento . Respeitem quem está confinado desde Março de 2020 .
    E façam o que sempre deveria yer sido feito .
    Cuidem-se.

  3. Agora é em Setembro, só não disse ainda de que ano! Quanto mais falam mais erram, de manhã sai uma notícia ou nova medida, à tarde já temos outra!

    • Acho que será no dia 30 de fevereiro de 2022, por exemplo, mais ou menos às 21h36 e sete segundos. 😉

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.