Depois de um ano de escândalos, o Facebook descobriu a privacidade

Shawn Thew / EPA

O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg

Mark Zuckerberg prometeu converter o Facebook numa “plataforma de comunicações centrada na privacidade” tomando como referência o WhatsApp, que é propriedade da empresa americana.

Numa carta aberta divulgada online, o co-fundador da rede social mais usada do mundo, Mark Zuckerberg, explicou que as pessoas “cada vez têm mais interesse em conectar-se com outras de forma privada no que seria o equivalente digital de um salão”.

Segundo Mark Zuckerberg, o Facebook viu nos últimos anos que as mensagens privadas, as publicações efémeras (estilo do Snapchat) e a atividade dentro de pequenos grupos na rede social são as áreas de maior crescimento nas interações online.

“Entendo que muita gente pense que o Facebook não pode ou não quer construir este tipo de plataforma centrada na privacidade porque não temos uma boa reputação como construtores de serviços de privacidade e historicamente centramo-nos em ferramentas para partilhar”, admitiu.

No entanto, o executivo se mostrou convencido de que a empresa será capaz de realizar esta conversão “da maneira como desenvolvemos o WhatsApp: centrando-nos no aspeto mais fundamental, a mensagem“.

Zuckerberg indicou que este processo se materializará “nos próximos anos” e que construir-se-á sobre seis princípios: interações privadas, sistemas de encriptação, redução da permanência online das publicações partilhadas, segurança, interoperabilidade e armazenamento seguro de dados.

A aposta em remodelar a rede social é divulgada depois de um ano, no qual a empresa se viu abalada por vários escândalos relacionados com sua gestão da privacidade dos dados dos usuários, que mancharam consideravelmente a sua imagem pública.

A maior polémica que teve que enfrentar começou em março do ano passado, quando foi revelado que a empresa de consultoria britânica Cambridge Analytica utilizou um aplicativo para compilar milhões de dados de usuários da plataforma sem o seu consentimento e com fins políticos.

A empresa serviu-se de dados da rede social para elaborar perfis psicológicos de eleitores, que alegadamente terão vendido à campanha do agora presidente americano, Donald Trump, durante as eleições de 2016, entre outros.

Meses mais tarde, em outubro, o Facebook admitiu também que hackers roubaram dados pessoais de 30 milhões de contas.

ZAP // EFE / Hipertextual

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Too late, Daniel-San…

    Já estou de olho em substitutos do Facebook open source, há muito tempo. O Facebook irá perder utilizadores a olhos vistos, nos próximos anos e definhará como tudo o que cresce pela ganância definha.

  2. Nada que o IPV6, resolve-se. “Morada, código postal.” As mensagens, seriam (são) directas do remetente ao destinatário (sem intervenientes). Cada pessoa teria (tém) um único endereço na internet,

RESPONDER

Sporting 2-1 Santa Clara | Super-Coates volta a ser herói

Arrancado a ferros… à campeão? O Sporting esteve a poucos segundos de registar o terceiro empate em casa, perante um Santa Clara que não foi em nada inferior aos “leões” e até conseguiu ser superior em …

Os gatos demonstram ser menos leais do que os cães (mas pode haver uma razão)

Ainda existe um estereótipo sobre a diferença entre cães e gatos. Normalmente as pessoas associam os cães a animais amorosos e leais, enquanto os gatos são tidos como distantes e indiferentes. Um novo estudo pode …

O mistério do "lago dos esqueletos" na Índia intriga cientistas há décadas

O Roopkund, localizado na parte indiana dos Himalaias, é um lago glacial com centenas de ossos humanos. E ninguém sabe como foram lá parar. Em 1942, um guarda florestal revelou ao mundo a existência deste lago …

A fronteira mais importante da China é imaginária: a Linha Hu

A Linha Hu, também conhecida como linha Heihe-Tengchong, é uma linha imaginária que divida a China em duas partes com áreas quase iguais. Estende-se da cidade de Heihe até Tengchong. Desenhada pela primeira vez em 1935, …

Algumas pessoas moram em aeroportos durante meses (ou até mesmo anos)

Aeroportos não servem de casa apenas para os sem-abrigo. Há pessoas que, involuntariamente ou não, ficam lá durante meses e, em alguns casos, até mesmo anos. Em janeiro, as autoridades de Chicago prenderam um homem de …

Senado da Carolina do Sul aprova fuzilamento como método de execução

Com esta decisão, a Carolina do Sul poderá converter-se no quarto estado do país a incorporar este método de execução de pena de morte, depois do Utah, Oklahoma e Mississípi. De acordo com a agência noticiosa …

"Oxigénio tornou-se ouro". Criminosos lucram com a sua escassez no México

A pandemia de covid-19 deixou a Cidade do México a atravessar uma grande escassez de oxigénio médico. Criminosos estão a aproveitar para lucrar com a situação. A capital mexicana registou um pico de infeções e hospitalizações …

Meteorito do tamanho de um damasco caiu em França (e os astrónomos precisam de ajuda para encontrá-lo)

Os entusiastas do Espaço estão a ser instados a procurar um meteorito do tamanho de um damasco que caiu no fim de semana passado no sudoeste de França.  O meteorito, com peso estimado em 150 gramas, …

Professora pediu a alunos para fingir que eram escravos e escreverem carta para África

Uma professora de uma escola secundária no Mississippi, nos Estados Unidos, está a ser alvo de críticas devido a uma fotografia de um trabalho de casa divulgada nas redes sociais. Foi pedido aos alunos do 8.º …

Obra de Churchill que pertencia a Angelina Jolie vendida por valor recorde

O quadro pintado pelo antigo primeiro-ministro britânico foi vendido por 8,3 milhões de libras. A pintura foi um presente de Winston Churchill para o presidente dos Estados Unidos, Franklin D. Roosevelt, e agora foi leiloada …