Depois de um ano de escândalos, o Facebook descobriu a privacidade

Shawn Thew / EPA

O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg

Mark Zuckerberg prometeu converter o Facebook numa “plataforma de comunicações centrada na privacidade” tomando como referência o WhatsApp, que é propriedade da empresa americana.

Numa carta aberta divulgada online, o co-fundador da rede social mais usada do mundo, Mark Zuckerberg, explicou que as pessoas “cada vez têm mais interesse em conectar-se com outras de forma privada no que seria o equivalente digital de um salão”.

Segundo Mark Zuckerberg, o Facebook viu nos últimos anos que as mensagens privadas, as publicações efémeras (estilo do Snapchat) e a atividade dentro de pequenos grupos na rede social são as áreas de maior crescimento nas interações online.

“Entendo que muita gente pense que o Facebook não pode ou não quer construir este tipo de plataforma centrada na privacidade porque não temos uma boa reputação como construtores de serviços de privacidade e historicamente centramo-nos em ferramentas para partilhar”, admitiu.

No entanto, o executivo se mostrou convencido de que a empresa será capaz de realizar esta conversão “da maneira como desenvolvemos o WhatsApp: centrando-nos no aspeto mais fundamental, a mensagem“.

Zuckerberg indicou que este processo se materializará “nos próximos anos” e que construir-se-á sobre seis princípios: interações privadas, sistemas de encriptação, redução da permanência online das publicações partilhadas, segurança, interoperabilidade e armazenamento seguro de dados.

A aposta em remodelar a rede social é divulgada depois de um ano, no qual a empresa se viu abalada por vários escândalos relacionados com sua gestão da privacidade dos dados dos usuários, que mancharam consideravelmente a sua imagem pública.

A maior polémica que teve que enfrentar começou em março do ano passado, quando foi revelado que a empresa de consultoria britânica Cambridge Analytica utilizou um aplicativo para compilar milhões de dados de usuários da plataforma sem o seu consentimento e com fins políticos.

A empresa serviu-se de dados da rede social para elaborar perfis psicológicos de eleitores, que alegadamente terão vendido à campanha do agora presidente americano, Donald Trump, durante as eleições de 2016, entre outros.

Meses mais tarde, em outubro, o Facebook admitiu também que hackers roubaram dados pessoais de 30 milhões de contas.

ZAP // EFE / Hipertextual

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Too late, Daniel-San…

    Já estou de olho em substitutos do Facebook open source, há muito tempo. O Facebook irá perder utilizadores a olhos vistos, nos próximos anos e definhará como tudo o que cresce pela ganância definha.

  2. Nada que o IPV6, resolve-se. “Morada, código postal.” As mensagens, seriam (são) directas do remetente ao destinatário (sem intervenientes). Cada pessoa teria (tém) um único endereço na internet,

RESPONDER

O primeiro drone acrobático tripulado de sempre é testado a fazer piruetas

Um novo vídeo mostra que o "Big Drone", da Drone Champions AG, é capaz de fazer acrobacias alucinantes com um passageiro dentro. A tecnologia dos drones melhora de vento em popa com o passar dos anos …

Fenómeno extremo ameaça corais na Grande Barreira na Austrália. E já matou quase metade

A Grande Barreira de Coral da Austrália pode estar a enfrentar a terceira "descoloração" no espaço de cinco anos, fenómeno provocado por um aumento da temperatura das águas do mar. Como avançou o Expresso, este fenómeno …

Trump critica cerimónia dos Óscares, "Parasitas" e Brad Pitt

O Presidente norte-americano criticou a cerimónia dos Óscares, esta quinta-feira, nomeadamente a atribuição do prémio de Melhor Filme para o sul-coreano "Parasitas" e ainda o ator Brad Pitt. Na noite desta quinta-feira, num comício em Colorado …

Paris lança número de emergência para fazer frente à crise de percevejos

O Governo francês lançou uma campanha, esta quinta-feira, para fazer frente à crise de percevejos que se instalou em Paris. Segundo a agência France-Press, citada pelo The Guardian, casas e hotéis da capital francesa estão a …

"Radical chique" e "ressentido". Filho de Paulo Branco pode ter sido o pivot do escândalo sexual em França

Juan Branco, o filho do produtor de cinema Paulo Branco, é o homem do momento em França. O advogado de 30 anos saltou para as luzes dos média no âmbito da divulgação do vídeo sexual …

Alcochete. "Se Mustafá estivesse lá aquilo não tinha acontecido"

O arguido Emanuel Calças disse, esta sexta-feira, em tribunal que, se Mustafá estivesse com o grupo que invadiu a academia do Sporting, "aquilo não tinha acontecido". "Tenho a certeza de que se o Mustafá estivesse presente …

Coronavírus ameaça o têxtil português (mas também é uma "oportunidade")

O sector têxtil nacional está ameaçado e pode parar a produção já em Março. Tudo devido à falta de matéria-prima que vem da China e que se deve à epidemia do novo coronavírus. A "situação …

Governo diz que prejuízo da TAP "não foi um desvio qualquer" e que já devia ter tido lucro em 2018 e 2019

O ministro das Infraestruturas disse, esta sexta-feira, que o orçamento que a comissão executiva da TAP apresentou ao Conselho de Administração para 2018 e 2019 previa lucro e que o prejuízo de 105,6 milhões "não …

João Lourenço duplica valor de subsídio de antigos Presidentes de Angola

O Presidente angolano, João Lourenço, duplicou o valor do subsídio de fim de mandato pago a antigos chefes de Estado, mas cortou outras regalias, nomeadamente a nível da segurança e quadro de pessoal. O decreto-presidencial 32/20, …

FC Porto castigado com um jogo à porta fechada

O FC Porto foi punido com um jogo à porta fechada, esta sexta-feira, devido a "um ato de ofensa corporal a agente desportivo" na final da Taça de Portugal. A punição aplicada pelo Conselho de Disciplina …