É provável que estejamos a viver numa simulação, diz Elon Musk

Elon Musk acha que todos nós estamos presos numa pseudoexistência. Para o empresário, o Paradoxo de Fermi só tem uma explicação: estamos todos a viver numa simulação.

No popular podcast do comediante Joe Rogan, The Joe Rogan Experience, o fundador e CEO da SpaceX começou por explicar que o Universo tem 13,8 mil milhões de anos, e, assim sendo, qualquer civilização que tenha surgido teve muito tempo para aprimorar o seu conhecimento tecnológico.

“Se assumirmos qualquer taxa de melhoria, ou os jogos serão indistinguíveis da realidade ou a civilização irá acabar. Uma destas duas hipóteses vai acontecer”, disse Elon Musk. “Portanto, estamos muito provavelmente numa simulação.”

Embora seja apenas uma probabilidade, “eu acho que existem inúmeras simulações”. “Podemos também chamá-las de realidade ou multiverso.”

Além disso, o empresário acrescentou que se a sua hipótese for mesmo verdade, o substrato deve ser muito “chato”. “Por que motivo iríamos criar uma simulação que fosse chata? Pelo contrário, faríamos certamente uma versão muito mais interessante do que a realidade básica.”

A verdade é que diversos físicos, cosmólogos e filósofos, à semelhança de Elon Musk, consideram a hipótese da simulação convincente.

Segundo esta hipótese, se até mesmo uma civilização alienígena avançada, com uma predileção pela criação de simulações, surgisse, poderiam consequentemente surgir milhares – ou talvez até milhões ou biliões – de universos “falsos”. Descobrir a verdade seria uma tarefa verdadeiramente difícil para os habitantes desses reinos, porque todas as evidências que pudessem reunir iriam ser plantadas pelos criadores desse mundo.

De facto, a ideia da simulação é uma das muitas explicações para o famoso Paradoxo de Fermi. E parece ser a favorita do empresário. Resta saber se numa outra simulação, Elon Musk continuaria a ser o CEO da Tesla e da SpaceX. Ou se existiria sequer.

ZAP // Space.com

PARTILHAR

12 COMENTÁRIOS

  1. Este Musk é um sabichão das dúzias, que é como quem diz, um especialista em aproveitar o trabalho alheio. Essa teoria não é dele, não é nova. Assim como pegou no nome do “incompreendido” Nikola Tesla para dar nome ao seu carrinho a pilhas, vem agora armado em físico teórico visionário e iluminado.

      • …e onde diz que não é? De qualquer forma, é óbvio que a teoria não é dele, mas pelos vistos vou ter que anexar desenhos para melhor compreensão quando comentar neste espaço. O que está em causa, é mais uma vez Musk aproveitar-se dos outros em benefício próprio. Mas é melhor ficar por aqui porque parece que é um dos “adoradores” do Elon Musk e de tudo o que ele representa. E antes que responda a dizer onde está escrito que é, leia melhor, porque eu digo “parece” que é. Passar bem,

  2. Xiça ôo souza, tu és lixado hein?! Carrinho a pilhas? Sabichão as duzias? Físico teórico, visionario e iluminado? Até me perdi…

  3. Será q o Musk não é um Et disfarçado? Sua tecnologia primaria deixa ultrapassado os grandes feitos de foguetes mísseis logisticas eletrônica dos engenheiros militares ou civis. É só apreciar seus foguetões. Voltam pra casa pianinho. Eita.

RESPONDER

Depois do "selo Brexit", os correios da Áustria emitem o "selo corona" impresso em papel higiénico

O serviço postal da Áustria uniu dois pontos da pandemia do novo coronavírus ao criar um selo impresso em papel higiénico que, segundo os correios, as pessoas também podem, a qualquer momento, usar para ajudar …

A Moog celebra os 100 anos do Theremin com um novo instrumento: o Claravox Centennial

Este ano marca o 100º aniversário do Theremin - um dos primeiros instrumentos musicais completamente eletrónicos, controlado sem qualquer contacto físico pelo músico. Para celebrar vai ser lançado o Claravox Centennial. Foi em 1920 que Leon Theremin, …

Depósito inexplorado na Sibéria tem uma das maiores reservas de ouro do mundo

O maior produtor de ouro da Rússia, PJSC Polyus, anunciou esta semana que o seu depósito inexplorado em Sukhoi Log, na região siberiana de Irkutsk, possui uma das maiores reservas mundiais deste metal preciosos. De …

Os novos iPhones não trazem carregador. Apple poupa muito nos custos, mas não no ambiente

A Apple decidiu vender os seus novos iPhones sem carregador ou auscultadores, alegando que a alteração tem em conta o ambiente, uma vez que serão utilizados menos produtos na embalagem dos telemóveis, mas os especialistas …

Caça ao tesouro secular. Lendária ilha pode esconder Santo Graal, manuscritos de Shakespeare e jóias reais

Perto da Nova Escócia, no Canadá, há uma lendária ilha com misteriosos túneis e estranho artefactos. Há quem acredite que esconde o Santo Graal, os manuscritos de Shakespeare e um tesouro de um capitão. Porém, …

Aprender "baleiês" pode evitar choque de navios com o animal

Uma equipa de cientistas da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, tem uma nova ideia para salvar as baleias-azuis em migração das colisões com navios. Durante a época de migração das baleias-azuis, os animais enfrentam sérios …

Afinal, os carros elétricos não são a melhor resposta para combater as alterações climáticas

Os carros elétricos, surgem como alternativas mais sustentáveis aos veículos a gasolina ou gasóleo, podem não ser a melhor forma de combater as alterações climáticas no âmbito dos transportes, de acordo com um novo estudo. …

Seria Jesus um mágico? Há arte romana que parece sugerir que sim

Em alguma arte antiga, Jesus é retratado a fazer milagres com algo na mão que parece ser uma varinha. Investigadores sugerem que se trata de um cajado, que era usado como símbolo de poder. Segundo a …

Nem todos os clubes estão a afundar – alguns estão a prosperar durante a pandemia

Nem todos os clubes estão a sofrer às mãos desta pandemia de covid-19. Alguns deles têm conseguido bons resultados financeiros apesar da crise. A covid-19 provou ser um adversário devastador para o desporto profissional em todo …

Kibus: o aparelho que vai revolucionar a forma como os nossos cães se alimentam

Ter cães como melhores amigos pode ser muito benéfico, mas também traz a sua dose de trabalho e responsabilidades. Levar ao veterinário, dar banho, levar a passear, brincar, dar de comer... No fundo é como …