Lista do Chega estava ilegal. Ventura considera paridade nas legislativas um “absoluto disparate”

Mário Cruz / Lusa

O deputado do Chega, André Ventura

O deputado único do Chega considerou esta segunda-feira que a lei da paridade aplicada às listas para as legislativas é “um absoluto disparate”, em reação à notícia da revista Sábado dando conta que a lista em que foi eleito não cumpriu este requisito legal.

A revista Sábado noticiou que a lista de candidatos pelo círculo de Lisboa que o partido Chega apresentou às eleições legislativas do ano passado não cumpriu a paridade de género, uma vez que nos 24.º, 25.º e 26.º lugares surgem três homens: Armando Sérgio Soares de Assunção, Mário Filipe França Santos e Pedro Witt Caeiro.

A Lei da Paridade nos Órgãos Colegiais Representativos do Poder Político, nos quais se inclui a Assembleia da República, indica que “não podem ser colocados mais de dois candidatos do mesmo sexo, consecutivamente, na ordenação da lista” de candidatos.

Segundo a publicação, esta questão foi identificada por um cidadão e comunicada à secretaria-geral do Ministério da Administração Interna e à Comissão Nacional de Eleições (CNE).

A Sábado indica que, apesar de admitir que o não cumprimento da paridade implica “a rejeição de toda a lista”, a CNE descarta responsabilidades, apontando que segundo a Lei Eleitoral da Assembleia da República cabe ao “juiz presidente da comarca com sede na capital do distrito ou região autónoma que constitua o círculo eleitoral” verificar “a regularidade do processo, a autenticidade dos documentos que o integram e a elegibilidade dos candidatos”.

Confrontado com esta situação, o presidente do Chega, e único deputado eleito pelo partido em 2019, pela referida lista, referiu desconhecer esta questão e disse à agência Lusa que “independentemente de ter sido cumprido ou não [o requisito], esta paridade na lista de deputados é um absoluto disparate“.

As pessoas têm de ser escolhidas por mérito e não pelo sexo, raça, etnia ou religião”, acrescentou André Ventura, na altura cabeça de lista do Chega por Lisboa.

Questionado se receia as consequências desta situação para o partido, como uma possível perda do mandato, o deputado respondeu que “a vontade do povo não pode ser anulada por requisitos absurdos”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Rua! Não cumpre a lei deve ir embora! Isto não se trata de opinar se a lei é bonita ou feia. Há lei, deve ser cumprida, se não cumpriram devem ser penalizados… Os políticos devem dar o maior exemplo nestas questões legais! Se não, não passam de marginais!

  2. Não tem mal nenhum. A lei é para os outros. O Sr. Dr. André Ventura só cumpre as leis que, para ele, ‘fizerem sentido’ (as que lhe forem favoráveis).

    De qualquer das formas, se a coisa azedar, basta-lhe pôr um cachecol vermelho e branco ao pescoço para que quem confunde bola com tudo o resto, o defenda.

    PS. Quanto mais depressa este senhor for corrido dos corredores de poder em Portugal, melhor.

RESPONDER

Sporting SAD com prejuízo de 33 milhões de euros. Varandas fala em "Novo Sporting"

Presidente leonino justifica maus resultados financeiros com o "contexto mundial de crise, com consequências na quebra de transação de jogadores e das receitas operacionais pela ausência de público nos estádios”. A Sporting SAD apresentou um resultado …

Livro revela que antepassados de Joe Biden possuíam escravos

Uma investigação revelou que dois antepassados de Joe Biden, Presidente dos Estados Unidos, foram proprietários de três escravos. Dois antepassados do lado paterno do Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, eram proprietários de três escravos. Segundo …

Mudanças às regras do teletrabalho só serão votadas depois das autárquicas

O Parlamento só deverá votar os projetos de lei para alterar as regras do teletrabalho após as eleições autárquicas, com o pedido de adiamento do prazo para a apresentação a empurrar a votação final global …

Portugal é o país do mundo com maior taxa de vacinação completa

Esta quarta-feira, Portugal é o país do mundo com maior percentagem de população com a vacinação contra a covid-19 já completa. Portugal é o país em todo o mundo com uma maior percentagem da população já …

Quase todos os presidentes da câmara tentam a reeleição. Mais de metade entra no último mandato

Eleições de 2025 começam já a ser preparadas pelos partidos, dada o número significativo de autarcas que atinge o número máximo de mandatos permitidos por lei. As eleições autárquicas de 26 de setembro serão marcadas por …

"Portugal em situação única no mundo". Peritos defendem o fim de todas as restrições (só há duas dúvidas)

Os especialistas responsáveis pela definição das medidas contra a pandemia de covid-19 vão defender, nesta quinta-feira, na reunião do Infarmed, o fim de todas as restrições obrigatórias, considerando que chegou o momento da "libertação total". …

Associação Mutualista Montepio com prejuízo consolidado de 86 milhões em 2020

A Associação Mutualista Montepio teve um prejuízo consolidado de 86 milhões de euros em 2020, após um lucro de nove milhões de euros em 2019, penalizado pelas perdas de 81 milhões de euros do Banco …

"Uma morte horrível". Suspeitas de erro clínico no caso de mulher atacada por bode

O Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) abriu um inquérito à morte de uma mulher de 81 anos que foi atacada por um bode. Há suspeitas de que houve um erro clínico, com uma alegada …

"Ontem estava fantástico, hoje arrasta os pés". Ex-secretária falou da saúde de Salgado após uma vida de trabalho

A saúde de Ricardo Salgado está a degradar-se e sente-se, sobretudo, ao nível da memória, contou a secretária do ex-banqueiro, Tereza Araújo, em tribunal no âmbito do julgamento do antigo presidente do Grupo Espírito Santo …

Com foco na sustentabilidade, Apple anuncia iPhone 13

Os fãs da Apple conheceram ontem as novidades da marca para a próxima temporada. O evento de terça-feira é a iniciativa anual mais importante para a tecnológica norte-americana. Foram apresentados novos iPhones. O evento ficou marcado …