“Uma obscenidade”. Carta de felicitações de Guterres a Assad indigna activistas

UNHCR / Flickr

O Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados, António Guterres

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres

Uma carta enviada pelo secretário-geral das Nações Unidas António Guterres ao presidente sírio Bashar al-Assad, felicitando-o pelo dia da independência do país, provocou a indignação de activistas sírios, que condenam o gesto para com “um homem implicado num ataque com gás sarin”.

Segundo a agência oficial síria SANA, “o presidente sírio, Bashar al-Assad, recebeu uma carta de congratulações do secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres“, por ocasião do Dia da Independência da Síria, celebrado no dia 18 de Abril.

Na carta, diz a agência, António Guterres “exprime nesta ocasião as mais calorosas congratulações ao povo da Síria e ao seu governo”, acrescentando que “conta com o envolvimento da Síria para construir uma ONU mais forte”.

Fonte oficial do gabinete do secretário geral da ONU confirmou à revista Sábado o envio da carta ao presidente sírio, acusado pela comunidade internacional de usar armas químicas, mas garante que “é apenas uma carta genérica que celebra os dias nacionais dos países espalhados pelo mundo”.

A carta que enviámos não é uma carta personalizada. Enviamos uma carta genérica a qualquer país que celebre o seu dia nacional”, explicou à Sábado a mesma fonte.

A missiva de António Guterres, contudo, foi bastante mal recebida pelos rebeldes que combatem o regime sírio e por diversas organizações de defesa dos direitos humanos, que não entendem “como é que as Nações Unidas felicitam um homem implicado num ataque com gás sarin contra o seu próprio povo”.

“Só podem estar a brincar com as pessoas que estão aqui. Bashar al-Assad está envolvido num ataque com gás sarin contra o seu próprio povo”, lamenta Bilal Adbdul Kareem, activista com mais de 57 mil seguidores no Twitter. “Meio milhão de mortos, ataques com gás, e recebe felicitações?”, pergunta o jornalista sírio.

A jornalista Noga Tarnopolsky, especialista em assuntos internacionais que colabora com jornais como o The New York Times e Washington Post ou o espanhol El País, vai mesmo mais longe, e classifica a carta de António Guterres como uma “obscenidade”.

“Aqui está, a obscenidade de Guterres, tal como anunciada por Assad”, diz a jornalista.

O regime de Damasco tem sido acusado pela comunidade internacional de recorrer ao uso de armas químicas na luta contra a oposição a Bashar al-Assad.

Em agosto de 2015, o Conselho de Segurança da ONU aprovou por unanimidade a criação de um grupo de peritos para investigar os responsáveis pelo uso de armas químicas na Síria.

A missão dos peritos, segundo o texto da resolução, era “identificar, tanto quanto possível, indivíduos, entidades, grupos e governos” responsáveis pela organização, patrocínio ou perpetração de ataques com gás de cloro.

A resolução surgiu após a guerra civil na Síria ter atingido níveis inéditos de violência, e de um ataque químico com gás de cloro ter feito dezenas de vítimas na cidade de Saraqeb, no norte do país.

Em dezembro do ano passado, a ONU aprovou a criação de uma outra comissão, para investigar a responsabilidade pela ocorrência de crimes graves, violações das normas internacionais humanitárias e de direitos humanos nas últimos anos na Síria.

No dia 4 de abril, um ataque com gás sarin, um poderoso agente neurotóxico, fez 87 mortos na cidade de Khan Sheikhun, na província de Idleb. A autoria do ataque foi atribuída ao regime sírio, acusação que Damasco rejeita totalmente.

O programa de armas químicas de Al-Assad foi teoricamente desmantelado em 2013, fruto da pressão dos EUA e da Rússia, depois de um ataque com gás sarin em Damasco ter provocado a morte a cerca de 1400 pessoas.

A guerra na Síria fez já mais de 320.000 mortos desde 2011.

ZAP //

PARTILHAR

52 COMENTÁRIOS

    • “Sim”… realmente um tal Bilal Adbdul Kareem é mesmo alguém fidedigno para dizer o que quer que seja… não hajam duvidas…
      Basta aparecer algum anormal a dizer umas bacoradas fora de contexto para se criar uma vaga de acéfalos que vão logo atrás do que dizem sem querer saber de mais nada… e depois os outros é que não têm capacidade ou é que são frouxos…

    • Já tu, coitado… nem capacidade para ler e interpretar uma noticia, tens!…
      De qualquer modo, a ONU tem que rever o procedimento e deixar de enviar cartas automáticas/genéricas!

      • Com essa de rever procedimentos… tenho que concordar…
        Contudo… bem ou mal… o al-Assad, continua a ser o representante “legal” daquele “país”…

  1. Sabemos, porque a história recente nos demonstrou, todos os interesses/envolvimento de potências hostis
    a determinados regimes e o modo como agem para os derrubar nem que para isso, provoquem milhares de vítimas e destruam o património desses países, financiando movimentos terroristas, alimentando uma imprensa cúmplice. Tudo o que se passou e passa nas últimas décadas, no próximo Oriente, ex-Jugoslávia e Norte de África está na memória de todos, só os anões é que não enxergam os factos e vão atrás da propaganda, basta criar uma vaga de fundo e a plebe age por reflexo condicionado, condenando sem provas. A acusação de que o Iraque possuía armas de destruição maciça, foi o exemplo acabado da mentira criminosa.

  2. Bem… já começaram a “minar” o homem…
    A própria resposta da ONU diz tudo… que “é apenas uma carta genérica que celebra os dias nacionais dos países espalhados pelo mundo”… e mais, “A carta que enviámos não é uma carta personalizada. Enviamos uma carta genérica a qualquer país que celebre o seu dia nacional”…
    E goste-se ou não… com atrocidades ou sem elas… Bashar al-Assad ainda é o representante legal da Síria…
    Mas há logo quem tente minar… e os “carneiros” que vão logo atrás…
    E mais… o que diz um tal Bilal Adbdul Kareem… é que não me diz nada mesmo… pois tirando os Curdos, há muito tempo que os outros “rebeldes” deixaram de ser verdadeiros rebeldes e que na realidade são verdadeiros terroristas…

  3. Se a notícia diz que a ONU a envia a todos os países, também a manda aos Estados Unidos que têm guerras no ativo em vários países… Isso não faz de António Guterres frouxo, faz é da ONU uma agência mal organizada… A carta é “chapa 5″…

  4. A ONU é um deposito de dinheiro de guerra. Lembra-se do passado de Guterres (2001)? Um bom presidente ou diretor têm de ter a seu lado pessoas competentes e não “afilhados”, muitas vezes impostos para que tenhamos determinados cargo. depois dá nisto. Daqui a pouco os rebeldes passam a ter razão.

  5. Grande Homem! Grande Português! Grande Secretário-Geral da ONU! Os cães ladram e a caravana passa, lá diz o ditado! Tanto ruído devido a uma simples carta tipo? Deploráveis e falaciosas atitudes.

  6. Não ficaram todos orgulhosos da nomeação,???? Agora aguentem com as atitudes idiotas efroyxas de quem nunca fez nada sobre os refugiados e agora menos ainda na ONU….

    • A destilar ódio, estupidez e ignorância dessa maneira, de certeza que deves ter uma vida mesmo muito triste!!
      Tens que ser mais forte e tentar mudar essa atitude, senão…
      O Guterres fez bastante pelos refugiados (tendo em conta o contexto e os fundos/poderes que tinha), e, como parece que nem isso sabes, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (onde ele esteve durante 10 anos) é um orgão da ONU!!!
      Como vês, a ignorância é mesmo atrevida…

  7. lá porque o antonio é portugues não quer dizer que t~em razão nem o melhor presindente da onu, este homem (Bidal Abdul) têm razão se acontecesse cá em portugal o mesmo lá, já não intrepetavamos a carta como genérica, um terrorista é o que esse fp é (o presidente da siria) não há carta para pessoas como essa

  8. A Elsa M. costuma tomar chá de vinagre ao pequeno-almoço? Vai ver que é isso que a faz tão azeda. Azeda e injusta ou então ignorante. Teve um mundo inteiro a apoiar António Guterres e por isso lá está. Uma pessoa que fala assim não percebe nada do que se passa no mundo e não deve omitir opiniões amorfas e ofender quem merece todo o nosso respeito.

  9. É tanta a mediocridade, ódio e manipulação que excede o delírio. Guterres felicitou Assad? Já para não colocar uma questão a nível de nações: a Síria bombardeou Belgrado? A Síria bombardeou a Líbia? A Síria destruiu o Iraque? Será que líbios, afegãos, sérvios, iraquianos, vietnamitas vão insultar o Secretário Geral da ONU quando ele felicitar os USA em 4 de Julho, ou a França em 14.Julho? E porque há tantos portugueses mais extremistas que os extremistas de países imperiais? Incultura, mediocridade, ignorância, inveja, maldade, ódio pelos mais fracos?

    • Amigo Manuel, uma pergunta rápida de resposta fácil:
      Sabe quantos hospitais foram bombardeados na Síria nos últimos dois anos? E por quem?
      Pronto, foram duas perguntas.

        • Eu por acaso sei a resposta a uma delas. 4 vezes. Nos últimos meses houve 4 hospitais bombardeados na Síria. Em todos eles houve mortos e feridos, incluindo médicos e crianças. Dois deles eram da AMI.

          A resposta à segunda pergunta é mais complicado.
          O primeiro hospital foi bombardeado pelos EUA. Parece que foi um engano. Os EUA assumiram que bombardearam o hospital, foi um erro, fizeram uma investigação, apresentaram desculpas pelo engano, o general responsável foi responsabilizado, e apareceu a pedir desculpas na TV. Shit happens. Numa guerra, shit happens a lot.
          O bombardeamento foi bombardeado nas notícias, durante dias e dias só se falou nos patifes que tinham bombardeado o hospital da AMI na Síria.
          Curiosamente, poucas semanas depois, outro hospital da AMI foi bombardeado, e morreu gente. E curiosamente, houve mais 2 hospitais bombardeados na Síria nos últimos tempos.
          E quem foi? Mistério!
          Parece que os americanos não foram, porque se tivessem sido esses patifes, não se tinha falado de outra coisa.
          Em pelo menos dois dos casos, “parece que os mísseis eram russos”, e “parece que há algumas possibilidades de terem sido os russos”.
          E silêncio.
          Não houve escândalo.
          Nunca mais se ouviu falar do assunto.
          Nunca mais se soube quem foram os patifes desta vez.
          E isto é que é honestidade intelectual.

          • Já agora FSC sabe quem armou os rebeldes?
            É que o presidente sírio tinha sido eleito democraticamente lembra-se?
            Cá por Portugal tivemos uma ditadura durante 50 anos e ninguém veio armar o Zé povinho, tivemos que nos resolver sózinhos e é assim que deve ser caro FSC!
            Daqui vai também o meu respeito e admiração por António Guterres português de que muito me orgulho!

  10. Tanta expectativa à volta deste senhor que me parece andar um pouco frouxo e a ser verdade esta carta dá indícios de ser mais um elemento que faz parte do baile mandado em que chafurda a politica mundial e assim sendo continuaremos a ter mais do mesmo.

  11. O aquela coisa que está como fantoche na Siria já deveria ter sido abatido.Os sirios falam da carta da ONU,mas o que eles tem feito para o tirar do poder.É dificil.Os EUA num dia destruiam aquele país,e,os inocentos seriam aos milhares.Se formos investigar,a Libia,Igipto,Iraque,Siria, e tudo começou no Iraque,o Bus,filho ele foi o causador destes conflitos,hoje vive muito bem no Texas onde ele quer e entende,eles não merecem estar neste planeta.

  12. Penso que foi uma das poucas coisas correctas feitas por Guterres. Nada se provou, e Assad é o Representante do Governo da Síria. Parabéns.

    • Como assim nunca se provou? Em que planeta é que vive? Está a colocar em causa se o Assad é ou não um ditador sanguinário que mata o seu povo?
      Já nem os russos, aliados políticos do regime sírio, negam que Assad é um ditador sanguinário – o que defendem é que mais vale manter no poder um ditador sanguinário que mata o povo de forma controlada (principalmente se for “um ditador dos nossos”), do que tirar do poder o ditador sanguinário (como os americanos fizeram no Iraque ou na Líbia) e deixar o povo descontrolado a matar-se sozinho.
      Parabéns? Coisa certa?
      Nem sequer o gabinete do próprio Guterres diz isso. “Ah, desculpem, aquilo foi sem querer, era uma carta tipo, mandamos a toda a gente”.
      Tem à sua volta algum campo de distorção da realidade? Espera que nos deixemos afectar também por esse campo?

          • Eu respondo: Que tal provar que foi ele que fez o ataque químico? Tem provas ou dá como certo as informações dos EUA (os mesmos que disseram que havia armas de destruição maciça no Iraque)? Tem? Os russos não negam… E isso faz que seja verdade? Até pode ser um “ditador sanguinário”, mas não existem quiasquer provas (excepto rumores – que não são provas, caso não saiba) que comprovem hipótese.
            Mas… Será que o FSC é apologista do “culpado antes de ser considerado culpado”? Então, nesse caso, está certo. Pena que para si, a maioria da humanidade não se rege por essa máxima (emboar haja algumas exepções).

            • Sim, exactamente! Sabe porque é que vou dando como certas as coisas que os americanos vão dizendo? Porque NÃO ENCONTRARAM ARMAS no Iraque! Espantoso, não é?
              É essa a diferença entre uma democracia, com os seus podres, e qualquer dessas ditaduras da moda, aos olhos de tantos tão reluzentes.
              É o escrutínio!
              Os imbecis dos americanos tiveram que ter um pretexto para ir ao Iraque (que, já agora, o Sadam até já tinha dado, invadindo uma nação soberana, que pediu ajuda, e bombardeando os curdos com gás mostarda – lembra-se, ou também acha que não havia provas?)
              Depois, os imbecis dos americanos tiveram que pedir autorização aos senados e afins, às ONUs, e aos seus aliados, a quem tiveram que convencer que o Sadam tinha armas de destruição massiva.
              Depois de invadir o Iraque, estiveram 6 meses à procura das famosas ADM. 6 meses. E nada! Não encontraram as p das armas. Incompetentes!
              6 meses depois, o Rumsfeld teve que ir à TV dizer “oops, parece que afinal não havia lá armas”.
              Incompetentes!
              Porque se fossem os russos a tratar do assunto, não tinha havido cimeiras, não tinha avido autorizações, não tinha havido pretextos, e, garantidamente, havia armas. Porque os russos de certeza que as encontravam. Haviam de aparecer armas. One way, or the other.
              Porque só mesmo os imbecis dos americanos é que estão 6 meses a controlar um território e não conseguem “encontrar” a p das armas.
              E essa imbecilidade, curiosamente, conforta-me.

            • Tal como pergunto abaixo, há provas de que o Pinochet era um facínora? E eu tenho que apresentar provas do que quer que seja, para poder dizer, se me apetecer, que o Pinochet era um facínora? E vai dizer-me que o Pinochet era um facínora e apresentar-me já aqui as provas, ou vai-me dizer que, perante a falta de provas que tem, tem que repensar tudo o que pensou até agora e não pode dizer que o Pinochet era um facínora?

      • Nada se provou. O Observatório Sírio dos Direitos Humanos é um (1) tipo sediado num apartamento em Londres.

        • Eu não referi nenhum Observatório. Mas lá por isso, a ONU é um tipo num apartamento? As resoluções que tomaram, inicialmente com o voto da Rússia, não aconteceram? Provada ou não a sua autoria, os bombardeamentos com armas químicas não aconteceram? Não morreram 1400 pessoas num bombardeamento em Damasco? Foram os Americanos ou os Israelitas ou os Franceses e ninguém soube/denunciou? O Assad é um santo? O pai dele era um santo ainda maior? Há ditadores sanguinários bons e ditadores sanguinários maus?
          Nada se provou. Isso é o que se pode dizer de quase tudo o que se diz de todos os ditadores. Pinochet? Nada se provou.

    • Especialmente num lugarejo sem interesse militar, só para ficar mal na fotografia… seria mesmo esperto.
      Entretanto, os usa, já no século 19, pespegaram SEM AUTORIZAÇÃo um navio bem grande num porto de cuba (nesse época sob tutela espanhola), e após 3 semanas, o navio “explodiu”. Foram os malvados espanhóis gritaram aos 7 ventos os vendidos do costume!!! Iniciou-se a 2ª guerra dos malditos usa, dessa vez com espanha, que perdeu por ter barcos de madeira e cuba… passou para as patas dos usa. Esta técnica da pulhice-monstra transvestida de virtude, é como se vê algo que vem de longe. Cada vez que políticos us e as suas prostitutas jornalísticas se puserem a berrar contra alguém, é melhor perceber que se trata de um assalto e nada mais. Não complicar. É mesmo simples.

      • E não era preciso andar tanto para trás na história! Basta ver o que se passou no Iraque e o que os EUA ganharam com isso!

  13. Foi a primeira vez que a ONU mandou este tipo de carta à Síria?
    Parece-me que não.
    Onde estavam então os “indignados”?

  14. Guterres esteve bem. Assad é o Presidente da Síria. Quem se escandaliza melhor faria em insistir numa investigação independente aos supostos bombardeamentos que, arrisco-me a afirmá-lo, Guterres sabe muito bem que são mentira. De facto, estando a ganhar a guerra e tendo por detrás a Rússia e o Irão, que sentido faria este tal ataque? Já o ISIS (ou os ditos “moderados”), só teriam a ganhar com um deslize da parte de Assad… Em política, o que parece é.

  15. Torna-se difícil compreender a indignação de alguns, implicados em atrocidades várias, sabendo-se que não foi o Estado Sírio a utilizar as armas químicas, pois elas já tinha sido destruídas há muito tempo e com observadores internacionais. Os indignados deviam procurar as causas deste e doutros conflitos idênticos que tiveram origem na invasão de países soberanos para lhes extorquir os recursos naturais e conquistar posições geoestratégicas a nível mundial. E quem procede assim é o imperialismo estado unidense que se auto intitula o paradigma da democracia, mas pretende ser o polícia do mundo.

RESPONDER

Cofre de antigo caçador de vampiros vai a leilão no Reino Unido. Está repleto de objetos

O cofre de um caçador de vampiros do século XIX vai ser leiloado em Dervyshire, no Reino Unido, informou a leiloeira Hansons. Em causa está uma caixa antiga, forrada a seda vermelha e decorada com …

Bombeiro morre no combate a um incêndio na Serra da Lousã

Um bombeiro morreu este sábado durante o combate a um incêndio na Serra da Lousã, disse à agência Lusa o presidente da Câmara da Lousã, Luís Antunes. O autarca desconhece as circunstâncias em que ocorreu a …

Cientistas descobrem os defeitos dentários que apodrecem os dentes

Os resultados deste novo estudo contribuem para o desenvolvimento de novos tratamentos para as cáries dentárias. Os investigadores capturaram o esmalte num detalhe sem precedentes. Uma equipa de investigadores está muito perto de descobrir aquilo que …

Balões da Google já "espalham" Internet nas vilas remotas do Quénia

Em 2013, surgiu a ideia de enviar balões para o Espaço próximo para conectar pessoas em locais do mundo sem Internet. A ideia, que parecia uma loucura, já é realidade. Depois de uma longa série de …

Descoberta nova espécie de dinossauro carnívoro em Portugal

Um novo género e espécie de dinossauro carnívoro terópode, cujos fósseis foram escavados em arribas dos concelhos de Torres Vedras e da Lourinhã, foi agora descrito na revista internacional "Journal of Vertebrate Paleontology" por paleontólogos …

The Crown. Afinal, vem aí uma sexta temporada

Peter Morgan, criador, produtor e argumentista de The Crown, anunciou esta quinta-feira (9), através do Twitter da plataforma de streaming Netflix, que a série britânica terá uma sexta temporada. “Quando começamos a discutir as histórias da …

Observatório Gaia revoluciona o rastreamento de asteroides

O observatório espacial Gaia da ESA é uma missão ambiciosa que tem o objetivo de construir um mapa tridimensional da nossa Galáxia, fazendo medições de alta precisão de mais de mil milhões de estrelas. No entanto, …

Tempestades de relâmpagos mataram 147 pessoas na Índia em apenas 10 dias

Tempestades de relâmpagos mataram 147 pessoas no estado de Bihar, no norte da Índia, no espaço de dez dias, noticia a AFP, que escreve que os números podem aumentar nos próximos tempos devido às alterações …

Investigação portuguesa descobriu 14 espécies marinhas com potencial para produção de antibióticos

Uma investigação conjunta da Universidade de Aveiro e da Universidade Católica descobriu 14 novas espécies e um género de fungos marinhos, com potencial para produção de antibióticos, revelou esta segunda-feira fonte académica. "Neste momento, estão a …

Impossíveis de cumprir. Directores preocupados com novas regras para as escolas

As orientações da Direcção Geral de Saúde (DGS) para as escolas com vista ao regresso das aulas presenciais, em Setembro, estão a preocupar os directores dos estabelecimentos de ensino. Isto porque as consideram impossíveis de …