Viajantes de UE e EUA vacinados isentos de quarentena em Inglaterra

Os viajantes oriundos da União Europeia e dos Estados Unidos com vacinação completa contra a covid-19 deixaram esta segunda-feira de ter de cumprir quarentena ao entrar em Inglaterra, Escócia e País de Gales.

A medida entrou em vigor às 04h00 desta segunda-feira, e aplica-se a chegadas da maioria dos países da Europa e da América do Norte, seja para turismo, negócios, visita à família ou participação em eventos desportivos.

Até agora, apenas os cidadãos que tinham recebido as duas doses da vacina no Reino Unido estavam isentos de cumprir a quarentena de 10 dias ao regressar a Inglaterra, com exceção de um país considerado de risco máximo.

A quarentena ainda terá de ser feita ao chegar de um país na lista “amarelo +”, como França, ou no “vermelho” (neste caso num hotel designado), como Índia, Emirados Árabes Unidos e toda a América do Sul.

Para os países classificados pelo Governo britânico como “verde” não é imposta qualquer quarentena, independentemente do estatuto de vacinação.

Apesar da alteração em relação à quarentena, os viajantes terão ainda de fazer um teste antes da partida e um teste no segundo dia após a chegada.

Esta medida era reclamada pelo setor do turismo e por estrangeiros residentes no Reino Unido que ficaram separados dos familiares, em alguns casos durante mais de um ano, devido às restrições impostas pela pandemia.

A mudança é “um desenvolvimento bem-vindo, algo que temos vindo a exigir há muito tempo”, disse o chefe executivo da associação de companhias áreas UK Airlines, Tim Alderslade, à Times Radio.

Tim Alderslade, citado pela agência France-Presse (AFP), acrescentou que a medida originou “um aumento de cerca de 300% nas reservas para os EUA”.

A medida também foi saudada por muitas pessoas que estavam esta segunda-feira de madrugada no aeroporto de Heathrow, em Londres, como Sue Blake, 72 anos, e Michael Blake, 71, que aguardavam a chegada de Nova Iorque do neto de 8 anos, segundo a AFP.

Desde o início da pandemia, o Reino Unido registou mais de 129.000 mortos, sendo um dos países europeus com mais vítimas mortais, em mais de 5,8 milhões de casos de infeção com o vírus SARS-CoV-2, que provoca a doença.

O país está atualmente a sofrer uma onda epidémica atribuída à variante delta, apesar de um declínio notório de novos casos de infeção na última semana.

De acordo com os dados mais recentes sobre a pandemia no Reino Unido, nos últimos sete dias houve 187.548 pessoas com teste positivo à covid-19, uma diminuição de 30% no número de casos, comparando com os sete dias anteriores.

Esta melhoria, bem como o progresso da vacinação (72% dos adultos totalmente vacinados no Reino Unido), está a levar a pedidos crescentes para que o Governo de Boris Johnson flexibilize as restrições fronteiriças, que deverão ser atualizadas dentro de uma semana.

A nível mundial, a pandemia de covid-19 provocou mais de 4,2 milhões de mortos em mais de 198,2 milhões de casos de infeção, segundo um balanço divulgado hoje pela AFP.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Inteligência Artificial está a "alimentar" a violação dos direitos humanos, alerta ONU

Num novo relatório, a Organização das Nações Unidas (ONU) alertou os países que o uso imprudente de Inteligência Artificial (IA) pode estar a pôr em causa o respeito pelos direitos humanos. Michelle Bachelet, Alta Comissária das …

Foi viajar e não voltou. O misterioso desaparecimento de Gabby Petito (e do namorado)

Gabrielle Petito, uma jovem norte-americana de 22 anos, desapareceu misteriosamente. Gabby foi viajar com o namorado, que voltou para casa sozinho e não quis contar o que aconteceu — e agora também está desaparecido. Gabby Petito, …

Aos 101 anos, Ginny é a "Senhora Lagosta" e não planeia reformar-se

Virginia Oliver continua a trabalhar na pesca da lagosta, apesar de já ter 101 anos de idade. 'Ginny' não planeia reformar-se e já se tornou um meme na internet. Virginia 'Ginny' Oliver tem 101 anos e …

Dinamarca. Reclusos condenados a prisão perpétua proibidos de iniciar novos romances

Os reclusos que cumprem prisão perpétua na Dinamarca serão proibidos de iniciar novos relacionamentos amorosos, decisão proposta pelo governo após uma jovem de 17 anos se apaixonar por Peter Madsen, que assassinou a jornalista Kim …

Casal queria que o seu filho se chamasse Vladimir Putin. A Suécia não deixou

Na Suécia, os pais são obrigados a comunicar os nomes dos seus filhos recém-nascidos ao Skatteverket nos primeiros três meses a partir do nascimento. Um casal sueco, que vive na cidade de Laholm, foi proibido pela …

44 jogos seguidos sem ganhar. Mas o presidente não está preocupado

O Atlético Mogi não vence qualquer jogo oficial há mais de quatro anos. Perdeu em 42 desses 44 duelos. 17 de Junho de 2017 foi o último dia em que o Atlético Mogi venceu um jogo …

Autárquicas: António Costa promete que os municípios terão mais mil milhões de euros

O secretário-geral do PS, António Costa, indicou hoje, em Celorico de Basto, no distrito de Braga, que os municípios “vão passar a ter, a partir de abril, mais mil milhões de euros que acompanham a …

Mais de trinta anos após ter sido lançada ao mar no Japão, mensagem em garrafa é encontrada no Hawaii

Durante uma viagem ao Hawaii, uma jovem de apenas 9 anos encontrou uma garrafa que foi lançada ao mar há mais de trinta anos. Esta continha uma mensagem que, posteriormente, acabou por revelar uma experiência …

Mais 939 infeções, sete mortes e nova redução nos internamentos

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 939 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, sete mortes atribuídas à covid-19 e nova redução nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos. De acordo com o boletim epidemiológico da …

Milionário norte-americano Robert Durst condenado por matar melhor amiga

O milionário norte-americano Robert Durst, tornado famoso por um documentário do canal HBO, foi condenado na sexta-feira num tribunal de Los Angeles, nos Estados Unidos, por matar a melhor amiga, um crime que remonta a …