Turquia divulga gravação com os avisos feitos ao avião russo

Alexander Mishin / Wikimedia

Caça bombardeiro Sukhoi Su-24M da Força Aérea da Rússia

Caça bombardeiro Sukhoi Su-24M da Força Aérea da Rússia

Militares turcos divulgaram esta quinta-feira uma gravação, na qual se podem ouvir os avisos feitos ao avião russo momentos antes de este ter sido abatido.

Segundo Ancara, os registos áudios divulgados esta quinta-feira pelo exército turco provam que houve realmente uma tentativa de aviso aos pilotos do avião russo, um caça Sukhoi Su-24, que depois foi abatido por um F-16 da força aérea turca.

“Aqui a força aérea turca. Estão a aproximar-se do espaço aéreo turco. Dirijam-se para sul imediatamente”, diz uma voz numa das gravações.

Estas provas chegam depois de o único piloto russo sobrevivente ter declarado que, além de não estarem a circular no espaço aéreo turco, não houve qualquer contacto da outra parte para que se afastassem.

“Não houve avisos nem por rádio nem visuais”, afirmou Konstantin Murakhtin.

“Estávamos a voar a uma altitude de 6000 metros em clima completamente claro, e eu tinha o controlo total de nossa trajetória de voo por toda parte”, garantiu.

O incidente aconteceu esta terça-feira e aumentou a tensão entre os dois países, tanto que Vladimir Putin afirmou ter sido uma “facada nas costas” que teria “consequências sérias”.

Apesar de não partir para um confronto militar, já existem sérias evidências de que o Kremlin vai dificultar a vida à Turquia, nomeadamente nos projetos ligados ao setor petroleiro e do turismo.

A juntar a essas medidas, a Rússia anunciou que vai reforçar o controlo sobre as importações de alimentos turcos devido a violações das normas de segurança alimentar, aumentando assim ainda mais a tensão com Ancara.

Cerca de 15% da produção agrícola turca “está com níveis de pesticidas, nitratos e nitritos consideravelmente acima dos limites de segurança”, afirmou esta quinta-feira o ministro da Agricultura Alexander Tkachev.

“Tendo em conta as repetidas violações por parte dos produtores turcos de normas russas, o Governo [russo], através da agência de segurança alimentar, vai reforçar o controlo sobre o fornecimento de produtos agrícolas e alimentos provenientes da Turquia”, adiantou o ministro.

A Rússia vai “levar a cabo fiscalizações adicionais na fronteira e nos locais de produção de alimentos na Turquia”, salientou.

Na consequência deste incidente entre os dois países, França e Estados Unidos apelaram para que os dois tivessem mais calma, uma vez que só com todos os países unidos poderão ser bem sucedidos no ataque contra o Estado Islâmico.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Haverá culpa parte-a-parte! A onda da Rússia deve ser diferente, por isso é que eles nunca respondem quando são intercetados… nós, já tivemos esse exemplo com os nosso caças!

  2. Eu só ouvi algo.. a dizer algo.. sobre um video de um caça já a cair. Isso prova mesmo o quê? Que o caça russo foi avisado em espaço Turco!?? Humm.. então se o caça russo se aproximava da Turquia (segundo o audio).. e foi abatido.. tendo caído ainda em espaço não Turco.. onde estava o caça quando foi abatido?!?

    Pois claro.. estava na Turquia.. e o abate foi justificado!

    Um bomba nesses gajos que se alimentam de petróleo vindo de terroristas é pouco!

    • Exactamente! e ainda por cima dão um “aviso” e abatem o avião 19 segundos depois!
      E sabe-se quem são esses traidores que se alimentam de petróleo terrorista, então não se vê logo?…
      E agora questione-se, quem dá dinheiro a esses mafiosos!! Media, ganhem coragem para divulgar isso!

RESPONDER

"Continua a pairar perigosamente". Relógio do Juízo final mantém-se a 100 segundos do Apocalipse

A Humanidade nunca esteve tão perto do Apocalipse, alertam os cientistas responsáveis pelo "Relógio do Juízo Final", que decidiram mantê-lo na mesma posição do ano passado, a 100 segundos da meia-noite. O relógio, que é uma …

A primeira bateria doméstica de hidrogénio armazena três vezes mais energia do que uma da Tesla

Para usar energia solar doméstica, é preciso gerar energia quando o Sol brilha e armazená-la quando não aparece. Para isto, as pessoas usam normalmente sistemas de bateria de lítio. Porém, a empresa australiana Lavo construiu …

Um oásis LGBTQ, Budapeste é posto à prova pelo populismo e pela pandemia

Budapeste é um oásis para a comunidade LGBTQ, mas a cena drag da capital húngara vê-se ameaçada pela pandemia de covid-19 e pelas políticas conservadoras e populistas de Viktor Orbán. Durante muitos anos, Budapeste desfrutou a …

Coreia do Sul "ressuscitou" voz de uma superestrela. Chovem preocupações éticas

Pela primeira vez em 25 anos, a distinta voz da superestrela sul-coreana Kim Kwang-seok será ouvida na televisão nacional. O famoso cantor folk morreu em 1996. De acordo com a CNN, a emissora nacional da Coreia …

Maioria dos países africanos só terá vacinação em massa a partir de 2023

A maioria dos países africanos só terá imunização em massa a partir de 2023, segundo previsão da The Economist Intelligence Unit, que admite que, com o evoluir da pandemia, muitos dos países mais frágeis possam …

Mulher que "morreu" com covid-19 aparece viva 10 dias após funeral

Uma mulher de 85 anos ficou infetada com covid-19 num lar na Galiza, em Espanha. A 13 de janeiro a família de Rogelia Blanco recebeu a informação do lar de que a mulher tinha falecido. …

Familiares de vítimas na China pressionadas a não falar com OMS

As autoridades chinesas estão a pressionar as famílias das primeiras vítimas da covid-19 para que não entrem em contacto com os investigadores da Organização Mundial da Saúde (OMS) em Wuhan, segundo familiares dos falecidos. Mais de …

Falsas vacinas à venda na Internet são grande risco para a saúde

Embora milhões de pessoas tenham sido já vacinadas contra a covid-19 nos países ricos, proliferam as fraudes na Internet com fármacos falsos que representam um grande risco para a saúde, alertaram peritos das Nações Unidas. As …

Voto prévio no Senado aponta para absolvição de Trump

Na terça-feira, 45 dos 50 republicanos no Senado votaram contra a continuidade do julgamento ao ex-Presidente Donald Trump, considerando inconstitucional que um chefe de Estado que já terminou o mandato seja julgado no Congresso. De acordo …

Estudo revela que um terço dos inquiridos foi vítima de violência doméstica pela primeira vez na pandemia

Quinze por cento dos inquiridos num estudo sobre violência doméstica em tempos de covid-19 reportou a ocorrência deste crime na sua casa e um terço das vítimas disse ter sido agredida pela primeira vez durante …