Turquia abateu caça russo, piloto capturado por rebeldes sírios

O primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu, anunciou esta terça-feira que vai comunicar à NATO e à ONU ter abatido um caça-bombardeiro russo na fronteira com a Síria.

O avião é um dos que participa nos bombardeamentos na Síria e a informação surge pouco depois de as autoridades turcas terem revelado que abateram um avião militar junto à fronteira com a Síria, por este ter violado o seu espaço aéreo.

“Um avião Su-24 russo foi abatido porque violou o espaço aéreo turco, apesar dos avisos”, disse a presidência turca, citada pela agência noticiosa francesa AFP.

O  Sukhoi Su-24 russo terá sido abatido por um caça F-16 da força aérea turca.

Moscovo, no entanto, nega a violação de espaço aéreo. O ministério da Defesa russo indicou que o caça Suhkoi “manteve-se sempre e exclusivamente em espaço aéreo sírio”, o qual nunca deixou, e que “este é um incidente diplomático muito sério“.

Os pilotos do bombardeiro conseguiram ejetar-se do avião, segundo a Defesa russa, que desconhecia na altura o seu paradeiro.

Entretanto, segundo notícia avançada pela cadeia de televisão turca CNN-Turk, filial turca da CNN, um dos pilotos do caça-bombardeiro abatido foi capturado por rebeldes sírios.

O piloto foi capturado por rebeldes sírios turcomenos que combatem o regime de Bashar al-Assad nas montanhas próximas da fronteira da Turquia, junto à província de Hatay, no sul do país, acrescentou a mesma fonte.

Putin diz que abate de avião foi “facada nas costas” que terá consequências

O presidente russo, Vladimir Putin, afirmou hoje que o abate de um avião russo pela Turquia junto à fronteira com a Síria foi “uma facada nas costas” que vai ter “consequências sérias” nas relações entre os dois países.

“A perda de hoje foi uma facada nas costas que nos foi dada por cúmplices de terroristas”, disse Putin numa conferência de imprensa conjunta com o rei da Jordânia, Abdallah II.

“Não posso descrevê-lo de outra forma”, disse Putin.

“Naturalmente vamos analisar tudo o que se passou. E os eventos trágicos de hoje vão ter consequências sérias para as relações russo-turcas”, advertiu.

Putin assegurou que o SU-24 não ameaçava a Turquia e que sobrevoava território sírio, a quatro quilómetros da fronteira.

Reunião extraordinária da NATO sobre abate de avião russo pela Turquia

A NATO vai realizar hoje uma reunião extraordinária, a pedido da Turquia, sobre o abate de um avião russo na fronteira turco-síria, disse um responsável da Aliança Atlântica.

“A pedido da Turquia, o Conselho do Atlântico Norte vai realizar uma reunião extraordinária às 17:00 (16:00 TMG e Lisboa). O objetivo desta reunião extraordinária é a Turquia informar os aliados sobre o abate de um avião russo”, disse a fonte, citada por agências internacionais.

O Conselho do Atlântico Norte reúne os embaixadores dos 28 Estados membros da NATO.

O Ministério da Defesa russo disse não poder precisar as causas da queda do avião, mas assegurou que “o avião manteve-se sempre e exclusivamente em espaço aéreo sírio, como ficou registado nos radares”.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Os Turcos sentiram-se ameaçados pelo avião Russo, pois este andava a combater os jiahdistas que são amigos dos turcos desde sempre, é uma autêntica provocação á nação russa e pode haver consequências desagradáveis.

    • Se o avião foi abatido na Turquia como é que o piloto foi capturado na Síria? Por bem menos já se começaram guerras catastróficas. Assim como assim pode ser que partam isto tudo de uma vez. Zerar tudo e começar de novo!

      • exactamente 🙂

        para além do mais, a que acrescentar que a Turquia é um dos Países que recentemente Putin “desmascarou” como clientes do ISIS em petróleo.

        talvez a intenção fosse proteger algum fornecimento……

  2. Os turcos são uns mentirosos,eles protejem os grupos que combatem o Assad,quem está a ganhar com o negócio são eles,desde as ajudas que o ocidente está a dar por causa dos refugiados aos negócios do petróleo.Só um pequeno exemplo,os turcos tinham uma estátua do seu fundador o Kemal Atatürk,em território Sírio,que era protegida por uns 40/50 soldados turcos,nunca foi atacada,por nenhum grupo rebelde,quando a guerra em Kobani se intensificou o excercito turco(uns 400/500)foram lá buscar a estátua e a guarnição que a defendia. Por isso a Turquia que é um regime ditaturial disfarçado de democracia.

RESPONDER

Rui Rio continua "em ponderação" e não anunciará qualquer decisão na quarta-feira

A Comissão Política Nacional do PSD vai reunir-se na próxima quarta-feira, mas o presidente do partido não falará ainda publicamente sobre o seu futuro político e continua “em ponderação”, disse à Lusa fonte oficial social-democrata. Segundo …

Ministério nega "situação anómala" de alunos ainda sem professores

Milhares de alunos continuam sem professores um mês depois de as aulas terem começado e o Ministério da Educação diz não ter sido informado de qualquer “situação anómala ou de uma falta sistémica de docentes”. Ainda …

Gage Skidmore

John Bolton denunciou pressão sobre a Ucrânia dois meses antes de sair da Casa Branca

John Bolton, o antigo conselheiro de Segurança Nacional norte-americano que saiu do cargo em setembro em confronto com Donald Trump, fez saber aos advogados da Casa Branca, em julho, que estava em curso uma campanha …

Homem que violava e trancava mulher sem comida tinha sido absolvido do mesmo crime

Um homem de 38 anos que ficou em prisão preventiva por suspeitas de crimes de violência doméstica agravada, violação e sequestro agravado contra a companheira, já tinha sido absolvido antes pela prática do mesmo crime …

Portugal é dos países da UE que mais progrediram na igualdade de género

Portugal está a progredir para uma plena igualdade de género mais rapidamente do que a média da União Europeia, revela o Instituto Europeu para a Igualdade de Género, que coloca o país em 16.º posição, …

"Sem água potável e a urinar em latas". Assim vivem os seguranças dos jogadores do Real Madrid

A União Geral dos Trabalhadores (UGT) de Espanha, um sindicato operário, denuncia as "péssimas condições" laborais dos seguranças que fazem vigilância a alguns jogadores do Real Madrid, nas suas moradias particulares. "Não há 'guaritas' de vigilância …

Ricardo Serrão Santos vai ser o novo ministro do Mar

O ex-eurodeputado socialista Ricardo Serrão Santos vai ser o novo ministro do Mar, no executivo de António Costa. A notícia foi avançada pela Antena Um/Açores e confirmada pelo Diário de Notícias.  Doutorado em Biologia pela Universidade …

Ex-presidente da Câmara da Covilhã começa a ser julgado por peculato

O antigo presidente da Câmara da Covilhã e também ex-vice-presidente do partido Aliança começa, esta terça-feira, a ser julgado em Castelo Branco, acusado de peculato e prevaricação. A SIC noticiou no fim-de-semana de 16 e 17 …

Dois anos depois dos fogos, há mais de 200 casas excluídas do processo de reconstrução

Dois anos depois dos incêndios na zona centro do país, mais de 200 casas de primeira habitação continuam excluídas do processo de reconstrução. Apesar de as obras estarem licenciadas, as habitações foram chumbadas pela Comissão de …

Professor que pediu dinheiro emprestado para se inscrever como candidato é o novo Presidente da Tunísia

Kais Saied, um professor de Direito reformado, conservador e visto como um homem intocado por qualquer suspeita de corrupção, vai ser o próximo Presidente da Tunísia, segundo os resultados à boca das urnas publicados na …