Tudo em aberto nas negociações do OE. Governo abre a porta ao diálogo (mas a Esquerda desconfia)

António Cotrim / Lusa

O comunista Jorge Pires deixou claro que “não há qualquer negociação” em matéria de Orçamento do Estado para 2020 entre o PCP e o Governo. Já o Executivo de António Costa garante que “há disponibilidade para conversar”.

Esta quinta-feira, Jorge Pires, dirigente do PCP, garantiu que “não há qualquer compromisso com o Governo”. No entanto, em declarações ao Público, o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, discordou, afirmando que “o diálogo está a decorrer e há disponibilidade para conversar até chegar a um entendimento”.

Certo é que a Esquerda está descontente com as negociações do Orçamento do Estado para 2020 (ou com a falta delas). Jerónimo Martins já havia comentado que “o Governo não se está a comprometer connosco” e Catarina Martins acrescentou que o Executivo entregou a proposta de OE “como se tivesse maioria absoluta, ou seja, não refletindo no documento uma negociação”.

Duarte Cordeiro não corrobora a visão dos ex-parceiros de geringonça. Segundo o secretário de Estado, o documento foi entregue no Parlamento a 16 de dezembro e é o resultado de várias conversas que envolveram os líderes do PS, do PCP e do BE.

“Os partidos estabeleceram os seus objetivos políticos e prioridades“, assegurou, referindo-se a todos os partidos que, nos últimos quatro anos, fizeram parte da solução governativa, e ainda o PAN e o Livre. “Têm sido conversas contínuas. É natural que algumas propostas não estejam na sua formulação final, mas quisemos sinalizar que pode haver aprofundamento na especialidade”.

De acordo com o jornal Público, entre os sinais que o Executivo acredita ter dado está a autorização legislativa para reduzir o IVA da eletricidade em função dos escalões de consumo; a norma programática que sinaliza a disponibilidade para aumentar as pensões mais baixas; ou a eliminação dos dependentes da fórmula de cálculo do Complemento Solidário para Idosos.

“São três exemplos claros de matérias que não estavam no programa do PS nem do Governo e que resultam das conversas com os partidos”, afirmou Duarte Cordeiro ao diário, garantindo que “só foram possíveis porque as conversas existiram“.

“A nossa ideia foi responder e dar sinais em relação às matérias para as quais temos disponibilidade de continuar a negociar. Não vejo nenhuma razão para não conseguirmos aprovar o Orçamento”, rematou.

Liliana Malainho LM, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

CGTP volta à rua com concentrações nos distritos e greves e plenários nas empresas

A CGTP vai voltar à rua pela valorização dos salários e do emprego e o respeito pelos direitos individuais e coletivos. A CGTP volta à rua com uma Jornada Nacional de Luta descentralizada para exigir melhores …

27 reúnem-se numa videocimeira para discutir restrições e a aceleração do processo de vacinação

Esta quinta-feira, os 27 reúnem-se virtualmente, numa cimeira coordenada, a partir de Bruxelas, pelo presidente do Conselho Europeu Charles Michel.  Segundo apurou a TSF, na videocimeira desta quinta-feira, os governos deverão reconhecer que a situação epidemiológica …

Em risco de perder a imunidade, Puigdemont fala em "pressão espanhola"

Carles Puigdemont, Toni Comín e Clara Ponsati estão em risco de perder imunidade. O ex-presidente do governo da Catalunha fala em "pressão espanhola" no Parlamento Europeu. O levantamento da imunidade de Carles Puigdemont e de dois …

Plano de desconfinamento a circular nas redes sociais é falso. Governo faz denúncia ao Ministério Público

Esta quinta-feira, começou a circular nas redes sociais um alegado plano de desconfinamento que teria início já no mês de março. O Governo já veio avisar que o documento é falso e vai fazer uma …

Carlos Carreiras diz que "Passos Coelho não é passado, é presente"

O presidente da Câmara de Cascais voltou a criticar a liderança do líder do PSD e, em sentido contrário, deixou rasgados elogios ao seu antecessor. Numa entrevista ao jornal Público e à rádio Renascença, Carlos Carreiras …

PSP diz que jovem que se gabou de violação no Instagram pode ter "fantasiado"

A Polícia de Segurança Pública (PSP) de Viseu afirma que "tudo leva a crer" que o jovem que assumiu, em direto no Instagram, ter violado uma rapariga estivesse a fantasiar. A PSP de Viseu identificou o …

Termina hoje o prazo para validar faturas para apresentar no IRS

Os contribuintes têm até esta quinta-feira para validar e verificar as faturas de 2020 no Portal e-fatura e que vão servir de base no cálculo das deduções no IRS. Há já vários anos que as deduções …

“Foi torturada”. Princesa Latifa escreve carta à polícia a pedir que investigue desaparecimento da irmã

Latifa escreveu à polícia britânica em 2019. O caso da sua irmã Shamsa, raptada em Inglaterra há mais de vinte anos, tem muitas semelhanças com o drama agora vivido pela princesa. A princesa Latifa, filha do …

Pelo menos oito mortos após golpe de Estado em Myanmar. ONG pedem embargo ao fornecimento de armas

Pelo menos oito pessoas morreram em Myanmar, como resultado da violência desencadeada após o golpe de Estado realizado pelos militares a 1 de fevereiro, segundo a Associação de Assistência aos Prisioneiros Políticos (AAPP). Até agora, o …

24 mil milhões até 2025 e 100% renovável até 2030. Eis o novo plano estratégico da EDP

A EDP apresenta esta quinta-feira o seu novo plano estratégico, comprometendo-se a investir 24 mil milhões de euros até 2025 na transição energética e anunciando o objetivo de até 2030 se tornar 100% verde. Na nota …