Tudo em aberto nas negociações do OE. Governo abre a porta ao diálogo (mas a Esquerda desconfia)

António Cotrim / Lusa

O comunista Jorge Pires deixou claro que “não há qualquer negociação” em matéria de Orçamento do Estado para 2020 entre o PCP e o Governo. Já o Executivo de António Costa garante que “há disponibilidade para conversar”.

Esta quinta-feira, Jorge Pires, dirigente do PCP, garantiu que “não há qualquer compromisso com o Governo”. No entanto, em declarações ao Público, o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, discordou, afirmando que “o diálogo está a decorrer e há disponibilidade para conversar até chegar a um entendimento”.

Certo é que a Esquerda está descontente com as negociações do Orçamento do Estado para 2020 (ou com a falta delas). Jerónimo Martins já havia comentado que “o Governo não se está a comprometer connosco” e Catarina Martins acrescentou que o Executivo entregou a proposta de OE “como se tivesse maioria absoluta, ou seja, não refletindo no documento uma negociação”.

Duarte Cordeiro não corrobora a visão dos ex-parceiros de geringonça. Segundo o secretário de Estado, o documento foi entregue no Parlamento a 16 de dezembro e é o resultado de várias conversas que envolveram os líderes do PS, do PCP e do BE.

“Os partidos estabeleceram os seus objetivos políticos e prioridades“, assegurou, referindo-se a todos os partidos que, nos últimos quatro anos, fizeram parte da solução governativa, e ainda o PAN e o Livre. “Têm sido conversas contínuas. É natural que algumas propostas não estejam na sua formulação final, mas quisemos sinalizar que pode haver aprofundamento na especialidade”.

De acordo com o jornal Público, entre os sinais que o Executivo acredita ter dado está a autorização legislativa para reduzir o IVA da eletricidade em função dos escalões de consumo; a norma programática que sinaliza a disponibilidade para aumentar as pensões mais baixas; ou a eliminação dos dependentes da fórmula de cálculo do Complemento Solidário para Idosos.

“São três exemplos claros de matérias que não estavam no programa do PS nem do Governo e que resultam das conversas com os partidos”, afirmou Duarte Cordeiro ao diário, garantindo que “só foram possíveis porque as conversas existiram“.

“A nossa ideia foi responder e dar sinais em relação às matérias para as quais temos disponibilidade de continuar a negociar. Não vejo nenhuma razão para não conseguirmos aprovar o Orçamento”, rematou.

LM, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Homem pede "julgamento por combate" com espadas japonesas para resolver disputa legal com a ex-mulher

Para resolver uma disputa legal com a sua ex-mulher, David Ostrom sugere que seja feito um "julgamento por combate" com espadas japonesas. Há precedentes legais que o podem favorecer em tribunal. O insólito aconteceu no Iowa, …

Crimes violentos podem aumentar drasticamente nos EUA devido ao aquecimento global

O número de crimes violentos nos Estados Unidos pode aumentar drasticamente nos próximos anos devido ao aquecimento global, concluiu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade do Colorado, em Boulder. "Dependendo da rapidez …

Twitter pede desculpa por permitir anúncios direcionados a neonazis

O Twitter emitiu esta quinta-feira um pedido de desculpa público depois de a BBC denunciar que a rede social estava a permitir anúncios direcionados a neonazis, islamofóbicos e outros grupos de ódio. A emisorra britânica …

Carlos Silva alega falta de apoio do PS e anuncia saída da liderança da UGT

O secretário-geral da UGT não é candidato a um novo mandato na central sindical, alegando que o “desgaste tem sido tremendo” e que é visto como força de bloqueio. “Não quero continuar”, “já está decidido e …

A maior aeronave do mundo vai ficar ainda maior. Medirá quase 100 metros

A maior aeronave do mundo vai ficar ainda maior: o dirigível híbrido Airlander 10, que media 92 metros de comprimento, vai bater o seu próprio recorde. De acordo com a emissora britânica BBC, a aeronave passará a …

Mortes nos Comandos. Governo só indemniza famílias se for condenado

O Governo deu ordem para parar as negociações com as famílias dos recrutas que morreram durante o 127.º Curso de Comandos, que decorreu na região de Alcochete, em 2016. Segundo o Jornal de Notícias, o Governo …

Eduardo Cabrita diz que polícias compram equipamento "porque querem"

O ministro da Administração Interna afirmou que os agentes policiais que compram equipamento de proteção do seu próprio bolso fazem-no porque o querem. Numa entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, divulgada este fim-de-semana, o …

Chuva deixa Austrália entre incêndios e cheias. Número de mortos sobe para 29

A chuva trouxe algum alívio aos bombeiros e habitantes do leste da Austrália, mas também causou cheias e novos problemas. As equipas ainda combatem cerca 100 focos de incêndio na região e o número de …

Sem Joacine, nova direção do Livre foi eleita com 95 votos a favor e 15 brancos

Este domingo, no segundo dia do IX congresso do Livre, a nova direção do partido foi eleita com 95 votos a favor e 15 brancos (e não conta com a deputada Joacine Katar Moreira). No final …

Juiz pede escusa do caso dos emails por ser adepto do Benfica

O juiz desembargador apresenta vários motivos para pedir escusa do processo, nomeadamente por ser "sócio do Benfica desde 1968". De acordo com o jornal Público, Eduardo Pires, juiz desembargador do Tribunal da Relação do Porto (TRP), …