Trump testa negativo à covid-19 e já realizou um comício. Sente-se capaz de “beijar homens e mulheres bonitas”

O Presidente dos Estados Unidos regressou, na segunda-feira, aos comícios, horas depois do anúncio de que testou negativo à covid-19, afirmando que se sente poderoso e capaz de beijar a multidão.

Donald Trump subiu ao palco em Sanford, no estado da Florida, e declarou estar de boa saúde, dizendo que se sentia “poderoso” e suficientemente bem para mergulhar na multidão e “beijar os homens e as mulheres bonitas”.

Segundo a agência de notícias Associated Press, o comício realizou-se sem distanciamento social, e o uso de máscaras não era generalizado entre os milhares de pessoas presentes.

A ação de campanha para as presidenciais de 3 de novembro durou cerca de uma hora.

Testes negativos durante “dias consecutivos”

Sean Conley, médico da Casa Branca, garantiu esta segunda-feira que os testes de deteção do vírus da covid-19 que o Presidente norte-americano fez deram negativo “durante dias consecutivos”.

Segundo a nota divulgada pelo médico, e citada por vários meios de comunicação norte-americanos, Trump “fez vários testes antigénio que deram negativo, e mostraram que o vírus que já não está ativo e capaz de se replicar”.

O médico do chefe de Estado norte-americano também não especificou em que dias foram feitos os exames, mas disse que os testes antigénicos não foram os únicos indicadores que determinaram que Trump já não está infetado. A equipa médica que supervisiona o estado de saúde de Trump garantiu que o Presidente já “não é contagioso”.

Já no domingo Trump tinha dito que estava “imune” à covid-19, um dia depois de o seu médico ter afirmado que já não havia o risco de transmitir o vírus. “Parece que estou imune, por, não sei, talvez por muito tempo, talvez por pouco tempo, talvez para toda a vida. Ninguém sabe realmente, mas estou imune”, afirmou em declarações por telefone à Fox News.

Ataques a Biden continuam

Durante o comício que se realizou ontem na Florida, Donald Trump acusou o seu adversário nas eleições presidenciais, Joe Biden, de ser “socialista”. “O meu adversário quer dar tudo a Cuba, e também quer dar tudo à Nicarágua e à Venezuela”, atirou, apelando aos grupos conservadores da Florida, Estado que conta com uma grande diáspora venezuelana e cubana.

Ainda sobre os países da América Latina, Trump abordou a questão da fronteira, insistindo que o México pagará pela construção de um muro, mas destacou a cooperação do governo mexicano para proteger a fronteira. “Há 27 mil soldados mexicanos a proteger a fronteira. O México está muito bem”, referiu.

Trump esteve afastado da campanha eleitoral durante mais de dez dias, depois de ter testado positivo para o vírus a 2 de outubro.

ZAP // Lusa

 

PARTILHAR

RESPONDER

"Covid persistente" atinge cerca de 20% dos curados (mas não recuperados)

Um novo estudo britânico indica que vários pacientes podem apresentar sintomas e sequelas durante vários meses, mesmo depois de testarem negativo. Os casos de “covid persistente” afetam maioritariamente mulheres e idosos. Há ainda muito por descobrir …

Acuña já é destaque em Espanha: "Não é bom nos 100 metros, mas..."

O ex-jogador do Sporting será uma referência para Lopetegui e já demonstrou um grande nível no jogo da Liga dos Campeões contra o Rennes. Marcos Acuña chegou a Sevilha há um mês e meio mas começa …

Portagens devem manter preços em 2021

Os preços das portagens nas autoestradas deverão voltar a manter-se em 2021, a confirmar-se a estimativa da taxa de inflação homóloga, sem habitação, de -0,18% em outubro, divulgada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). A fórmula …

Governo estuda novo confinamento total nas duas primeiras semanas de dezembro

O Governo está a ponderar decretar um novo confinamento total da população portuguesa nas duas primeiras semanas de dezembro. A notícia foi avançada esta sexta-feira pela TVI e, entretanto, confirmada por outros órgãos de informação. O …

Pelo menos 140 pessoas afogam-se no naufrágio mais mortal de 2020

Pelo menos 140 migrantes morreram afogados ao largo da costa senegalesa depois de a embarcação em que seguiam se ter incendiado e naufragado, avançou a Organização Internacional para as Migrações (OIM). O barco transportava 200 pessoas …

Nélson Évora terminou contrato com o Sporting

Nelson Évora, campeão olímpico do triplo salto nos Jogos Olímpicos Pequim2008, vai deixar o Sporting após o fim do contrato com o clube, no sábado, confirmou à "Lusa" fonte oficial do Sporting, esta sexta-feira. O atleta, …

Nova Zelândia aprova eutanásia. Mas rejeita legalização da marijuana

Os neozelandeses aprovaram a eutanásia voluntária, mas rejeitaram a legalização da marijuana para uso recreativo, em dois referendos realizados em 17 de outubro, anunciou esta sexta-feira a Comissão Eleitoral. Cerca de 65,2% dos neozelandeses votaram a …

Governo pondera novas medidas de apoio ao emprego e empresas

O Governo está a ponderar novas medidas de apoio ao emprego e às empresas em resposta ao agravamento da pandemia de covid-19, disse hoje o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro …

Cova da Piedade não joga: "Prefiro perder três pontos do que alguém perder a vida"

O jogo entre Estoril e Cova da Piedade, como se esperava, não vai ser realizado e deverão ser atribuídos três pontos ao Estoril. Diretor do Cova da Piedade não poupa nas críticas. Mais uma partida da …

Investigadores descobrem porque há pessoas infetadas sem sintomas de covid-19

Investigadores do hospital universitário de Aarhus, na Dinamarca, descobriram que algumas pessoas infetadas com o novo coronavírus não desenvolvem sintomas porque este poder ocultar o seu genoma para não ser reconhecido. Como noticiou esta sexta-feira o …