Trump respondeu às críticas de Merkel: “Isto vai mudar”

Shawn Thew / EPA

O presidente dos EUA, Donald Trump

O presidente dos EUA, Donald Trump

O presidente norte-americano considerou, esta terça-feira, que a política comercial e militar da Alemanha é “muito má” para os Estados Unidos e alertou que esta situação “vai mudar”.

“Temos um défice comercial enorme com a Alemanha, além de que eles pagam muito menos do que deveriam na NATO e militarmente. Muito mau para os EUA. Isto vai mudar”, escreveu hoje Donald Trump na sua conta no Twitter.

Os comentários de Trump surgem dois dias depois de a chanceler alemã, Angela Merkel, ter assegurado, num comício no domingo, que “os tempos em que se podia confiar nos outros ficaram para trás”, numa referência aos EUA e ao Reino Unido.

O Reino Unido oficializou há poucos meses o início do processo para sair da União Europeia e os Estados Unidos, sob a nova presidência de Donald Trump, têm questionado o papel da NATO e dos aliados que a compõem.

Na cimeira da Aliança, na semana passada em Bruxelas, Trump nunca referiu – como é habitual – o artigo 5 do Tratado do Atlântico Norte, que indica que um ataque contra um dos membros da NATO é um ataque contra todos. Na prática, é o artigo que garante a intervenção, especialmente do aliado mais forte, os Estados Unidos, em caso de agressão.

Merkel explicou que chegou a essa conclusão depois das cimeiras do G7 e da NATO, nas quais ficaram bem patentes as diferenças entre as políticas da nova administração norte-americana e os seus parceiros europeus e ocidentais.

“Nós, os europeus, temos que ser donos do nosso próprio destino”, disse a chanceler, dois dias depois de se ter noticiado que Trump terá qualificado os alemães como “maus, muito maus” num encontro com a cúpula da União Europeia. Os seus assessores afirmaram posteriormente que o Presidente americano se referia exclusivamente ao comércio entre os dois países.

Esta segunda-feira, vários líderes germânicos fizeram alertas no mesmo sentido e dirigiram críticas a Donald Trump depois da cimeira do G7.

O ministro dos Negócios Estrangeiros alemão, Sigmar Gabriel, acusou o Presidente dos EUA de ter uma “visão política míope”, que vai contra os interesses da UE e “enfraquece o Ocidente”.

“Qualquer um que acelere as mudanças climáticas enfraquecendo proteção ambiental, que vende mais armas em zonas de conflito e que não quer resolver politicamente conflitos religiosos está a colocar em risco a paz na Europa”, afirmou.

Por sua vez, o líder da oposição Martin Schulz acusou Trump de “agir como um líder autocrático” e de ter tentado “humilhar” Merkel em Bruxelas.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. O comércio com a Alemanha é ruim? Ninguém os obriga a comprar produtos da concorrência. Se a balança pende a desfavor dos americanos, é porque, ou têm produtos inferiores com preços desvantajosos, ou porque não os sabem vender. O problema deste gajo, é ser mau perdedor, e como tal, a culpa é sempre dos outros. Se continuar neste rumo, vamos ter um lindo resultado.

  2. Este (pato) Donald como furioso Sheriff do Império dos Cowboys (USA e abusa), não desiste de destruir o Planeta.
    Mas o problema é que ainda restam (demasiados) cobardolas subservientes, sempre prontos a obedecer à arrogância do Imperador do Mundo.

RESPONDER

Chama-se Elios, é um drone e vai explorar as profundezas das cavernas de gelo da Gronelândia

Elios é o drone que está a ajudar os investigadores a descobrirem mais sobre os mistérios da Gronelândia. Inserido numa estrutura própria, tem explorado as cavernas de gelo, facilitando assim o acesso a locais mais …

Milhares de pássaros migratórios estão (misteriosamente) a morrer no Novo México

Um elevado número de pássaros migratórios está a morrer em todo o Novo México, numa misteriosa mortalidade em massa que está a preocupar os cientistas. Estima-se que o número de pássaros mortos seja de centenas de …

Crianças inspiram Lego a livrar-se de todas as embalagens de plástico

As peças da Lego podem acabar no oceano durante mais de mil anos, mas os fabricantes dinamarqueses estão a tentar tornar a empresa ecologicamente correta. Na sua última promessa, a Lego vai começar a usar sacos …

Uma cidade chamada "amianto" está a tentar mudar o nome (e a discussão tornou-se tóxica)

Há uma cidade no Canadá chamada Asbesto - um material de construção altamente tóxico. Os habitantes da cidade não estão felizes com este nome, mas a sua mudança também não está a ser fácil. De acordo …

FC Porto 3-1 Braga | Entrada de “dragão”

O FC Porto iniciou a defesa do título nacional com uma vitória importante sobre o Sporting de Braga por 3-1. Os minhotos marcaram primeiro no Dragão, por um ex-portista, mas os descontos do primeiro tempo foram …

Barco navega em forma de coração para agradecer aos habitantes da Nova Escócia

A escuna Bluenose II navegou de forma bastante original no último dia da temporada de 2020. A rota seguida criou a forma de um coração no porto de Lunenburg, na Nova Escócia. De acordo com o …

França bate recorde com 13.498 novos casos. Espanha não vai confinar

A França registou este sábado um recorde diário de casos de covid-19, com 13.498 novos infetados nas últimas 24 horas, anunciou a Agência Nacional de Saúde, acrescentando que, no mesmo período, morreram mais 26 pessoas. No …

Diogo Jota no Liverpool

O Liverpool oficializou hoje a contratação do futebolista internacional Diogo Jota, de 23 anos, num contrato “de longa duração”, sem especificar a duração. A imprensa inglesa tem adiantado que o jogador vai assinar por cinco épocas, …

Companhia aérea australiana oferece voos de 7 horas (para lugar nenhum)

A companhia aérea australiana Qantas anunciou recentemente planos para um voo panorâmico de sete horas que fará um loop gigante em Queensland e Gold Coast, New South Wales e os remotos centros do interior do …

Barack Obama vai publicar um livro de memórias (mas só depois da eleições de novembro)

O livro de memórias do antigo Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, só vai ser publicado depois das eleições presidenciais de novembro. Uma enxurrada de livros políticos chegou às prateleiras nas últimas semanas, no final da …