Trump reclama “autoridade absoluta” e quer reabrir a economia

Michael Reynolds / EPA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

O Presidente dos EUA, Donald Trump, quer reabrir a economia, alegando que tem autoridade absoluta para tomar as decisões no país face à pandemia de covid-19.

Esta segunda-feira, pela primeira vez na sua história e face à propagação da pandemia de covid-19, os Estados Unidos declararam o estado de calamidade em todo o território. Agora, Donald Trump reclamou autoridade absoluta no combate ao novo coronavírus. O presidente dos Estados Unidos quer reabrir a atividade económica no país.

“O Presidente dos Estados Unidos é que manda. Se não tivéssemos estado aqui para os estados, teríamos tido um problema neste país como nunca antes viram. Quando alguém é o Presidente dos Estados Unidos, a autoridade é total e é assim que tem de ser. É total. Os governadores sabem isso”, disse Trump, na madrugada desta terça-feira.

Os rumores de que o presidente norte-americano planeava despedir o perito em doenças infecciosas e conselheiro de saúde da Casa Branca, Anthony Fauci, também foram desfeitos.

“Essa discussão nos media é ridícula — o presidente Trump não vai demitir Fauci“, escreveu o porta-voz da Casa Branca, Hogan Gidley, num comunicado partilhado no Twitter. “O Dr. Fauci continua a ser um consultor da confiança do presidente Trump”.

“Foram os democratas e os media que ignoraram o coronavírus quando se concentraram no impeachment”, refere Gidley, citado pela AFP. O porta-voz escreve ainda que Trump tomou uma “ação ousada e decisiva para salvar vidas americanas proibindo voos da China e da Europa”.

Os rumores surgiram após Donald Trump ter partilhado um tweet com a hashtag “#FireFauci”, algo que se pode traduzir por “Despedir o Fauci”.

Os Estados Unidos contaram, em 24 horas, 1.509 mortos devido ao novo coronavírus, um número quase idêntico ao de domingo, indicou a Universidade Johns Hopkins. Assim, o número total de mortes desde o início da pandemia no país subiu para 23.529, sendo os Estados Unidos a nação mais atingida pela doença respiratória covid-19, de acordo com os dados de segunda-feira.

Mais de 550 mil pessoas estão infetadas, referiram os centros de prevenção e de luta contra as doenças (CDC) norte-americanos.

Também na segunda-feira, o estado de Nova Iorque, centro da epidemia nos Estados Unidos, ultrapassou a barreira dos dez mil mortes causadas pela covid-19. O governador do estado, Andrew Cuomo, considerou que “o pior já passou”, salientando que, pela primeira vez numa semana, o número de óbitos diário baixou para níveis inferiores a 700.

Para o diretor dos CDC, Robert Redfield, os Estados Unidos estão a “aproximar-se do pico” da doença.

“Estamos prontos a instalar milhares [de camas] mais caso sejam necessário. Penso que não vamos precisar, porque parece que atingimos um patamar e em vários casos [os números] estão a baixar”, afirmou o Presidente norte-americano, na conferência de imprensa diária sobre a situação da covid-19.

Donald Trump indicou ainda que os Estados Unidos tinham realizado perto de três milhões de testes de despistagem. “Três milhões, mais do que qualquer outro país”, destacou, na segunda-feira.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Tem toda a razão Senhor Presidente, e uma competência que advém do cargo que “vossa excelência” “superiormente” desempenha, mas o Povo Americano também tem autoridade absoluta para oferecer-lhe um bilhete de ida.

RESPONDER

Disney+ alerta para estereótipos racistas. Filmes clássicos com avisos sobre "maus tratos"

Embora já exibisse mensagens padrão desde o ano passado, a nova plataforma de vídeo Disney+ mostra agora um aviso, que não pode ser passado à frente, no início de vários filmes clássicos - como Dumbo …

Curados da covid-19 continuam com sintomas meses depois de terem contraído o vírus

Um estudo da Universidade de Oxford indica que 64% dos pacientes hospitalizados com o novo coronavírus apresenta falta de ar 2 a 3 meses depois de serem infetados. E quase 40% tem sintomas de depressão. Já …

Portugal vai estar no Mundial sub-20 (sem jogar o apuramento)

Todas as fases do Europeu sub-19 foram canceladas e a seleção portuguesa foi uma das eleitas para participar no Mundial do próximo ano. Portugal já sabe que vai estar na fase final do Mundial sub-20 (se …

Novos implantes cardíacos podem salvar 10 mil vidas por ano

O chamado envelope antibiótico envolve o implante cardíaco e previne infeções no paciente. Por ano, morrem cerca de 10 mil pessoas devido a infeções geradas pelo implante. O pacemaker é um pequeno aparelho que é colocado …

Banda dá concerto com músicos e público envoltos em bolhas de plástico para evitar contágio

A banda norte-americana Flaming Lips utilizou bolhas insufláveis ​​de tamanho humano num concerto em Oklahoma, uma solução para proteger os músicos e o público do novo coronavírus, enquanto tenta encontrar uma forma segura para atuar …

EUA. Especialista diz que as próximas semanas "vão ser as mais negras de toda a pandemia"

Um especialista em doenças infecciosas disse que no caso dos Estados Unidos, as próximas seis a 12 semanas vão ser as mais negras de toda a pandemia de covid-19. Michael Osterholm, diretor do Centro de Investigação …

Chelsea inscreve... Petr Cech

Antigo guarda-redes poderá voltar aos relvados nesta época, embora seja pouco provável, para já. Petr Čech entrou em campo pela última vez em maio de 2019, há quase um ano e meio. Já tinha anunciado a …

Disparos de satélites e naves do Star Trek? Relatório revela como seria uma guerra no Espaço

A criação da Força Espacial dos Estados Unidos evocou todos os tipos de noções fantasiosas sobre o combate no Espaço. Assim, um novo relatório explica o que é física e praticamente possível quando se trata …

Japão prepara-se para lançar água tratada de Fukushima no mar

O Japão vai libertar mais de um milhão de toneladas de água tratada da usina nuclear de Fukushima no mar, numa operação que levará cerca de 30 anos para ficar concluída. Ambientalistas e pescadores locais …

Turismo de mergulho? Submarino da "frota perdida" de Hitler aguarda o seu destino no fundo do Mar Negro

Coberto por “redes fantasmas” deixadas por pescadores, os destroços de um submarino U-20 enviado para o Mar Negro pela Alemanha nazi tornou-se recentemente tema de um documentário produzido na Turquia. Localizado a uma profundidade de 20 …