“Shutdown” nos EUA. Trump ameaça prolongar encerramento de serviços federais durante “muito tempo”

Michael Reynolds / EPA

O presidente dos EUA e os líderes republicanos e democratas do Congresso terminaram esta quarta-feira a reunião sem progressos sobre o encerramento parcial de serviços federais dos EUA, que já dura há 12 dias.

“Não acho que tenha sido feito algum algum progresso em particular. Esperamos que, de alguma forma, nos próximos dias ou semanas possamos chegar a um acordo”, disse o líder da maioria republicana, Mitch McConnell, aos jornalistas à saída da reunião.

Trump avisou antes da reunião que manterá o encerramento da administração pelo tempo “necessário” e, depois de sugerir uma colaboração com os democratas, insistiu nas suas exigências de financiamento do muro fronteiriço com o México.

Na reunião na Casa Branca, os líderes democratas pediram a Trump que reabrisse imediatamente a parte da administração que está paralisada, deixando para breve o debate sobre a segurança na fronteira do país. A democrata Nancy Pelosi garantiu na reunião que a sua intenção e dos seus colegas é “acabar amanhã com o encerramento parcial administrativo”.

“Amanhã vamos votar um pacote legislativo para reabrir com base nas leis que foram previamente aprovados pelo senado republicano, e uma legislação separada para aprovar o financiamento para a Segurança Nacional até 8 de fevereiro”, disse.

Pelosi explicou que a aprovação desta segunda iniciativa “daria mais 30 dias” para que democratas, republicanos e Trump negociassem fundos para a segurança das fronteiras dos EUA, sem a necessidade de o Governo ser parcialmente fechado.

Desde 22 de dezembro que o Governo entrou no seu terceiro encerramento parcial depois de a negociação entre republicanos e democratas no Congresso ter chegado a um impasse com a exigência de Trump de incluir na proposta orçamental mais de 5 mil milhões de dólares para o muro da fronteira. Tanto a Casa Branca quanto McConnell rejeitaram a proposta democrata.

Donald Trump ameaçou que o shutdown pode prolongar-se durante “muito tempo”. “Creio que as pessoas pensam que eu tenho razão”, disse o presidente depois da reunião.

Embora Trump permaneça firme na sua intenção de manter a administração parcialmente fechada se não conseguir financiar o muro, o Presidente disse esta quinta-feira que o México já está a pagar a sua construção através do acordo de livre comércio renegociado no ano passado, conhecido como T-MEC. No entanto, esse acordo comercial ainda não foi aprovado pelo Congresso dos EUA e, portanto, não entrou em vigor.

O encerramento parcial dos serviços nos EUA afeta agências de dez departamentos do executivo, bem como dezenas de parques nacionais, que geralmente são uma grande atração turística. Esta situação também afeta 800 mil dos 2,1 milhões de trabalhadores federais, que não recebem ordenado enquanto o Governo permanecer fechado.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. ou me dão um chupa-chupa ou faço uma birra e bato os pes no chao
    é assim o “maior” de um pais
    será que ja publicou a birra no twitter?

RESPONDER

Covid-19 já matou mais no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães da II Guerra

A pandemia de covid-19 já matou mais pessoas no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães durante a II Guerra Mundial. O novo coronavírus oriundo da China já matou cerca de 50.000 pessoas em território …

Estudo mostra que os cães querem mesmo resgatar os seus donos do perigo

Um novo estudo mostra que os nossos amigos de quatro patas querem realmente salvar-nos em momentos de aflição, mas desde que saibam como o fazer. De acordo com o site Science Alert, os investigadores reuniram 60 cães …

Derek Chauvin foi detido, mas os precedentes mostram que o polícia pode sair impune

Derek Chauvin, o polícia responsável pela morte de George Floyd, foi detido e aguarda a sua primeira audiência. No entanto, há precedentes que sugerem que o agente pode sair impune. Derek Chauvin tem a sua primeira …

Cientistas encontram dois fragmentos do meteorito de Barcelona

Cientistas espanhóis encontraram dois pequenos fragmentos do chamado meteorito de Barcelona, que caiu, há mais de 300 anos, no dia de Natal. No dia 25 de dezembro de 1704, um meteorito rasgou os céus e caiu …

"Pressionaram-me para o denunciar". Higuita recorda amizade com Escobar

A relação de amizade entre René Higuita e Pablo Escobar levou a que o ex-futebolista fosse seguido pelas autoridades. A polícia chegou a pressioná-lo para denunciar Escobar. O antigo internacional colombiano René Higuita é provavelmente uma …

George Floyd. Portugal junta-se às manifestações mundiais contra o racismo

Cinco cidades portuguesas juntam-se hoje à campanha de solidariedade mundial contra o racismo, associando-se à luta pela dignidade humana na sequência da morte, a 25 de maio, do afro-americano George Floyd, sob custódia da polícia …

Covid-19. México investiga mercado negro de atestados de óbito falsos

As autoridades da Cidade do México anunciaram que estão a investigar um suposto mercado negro de atestados de óbito relacionado com a covid-19, no dia em que o país registou 625 mortes nas últimas 24 …

Astrónomos descobrem "réplica" do Sol e da Terra a três mil anos-luz

O que diferencia esta descoberta de outros exoplanetas parecidos com a Terra é que a sua estrela tem uma semelhança impressionante com o nosso Sol. Entre os dados da missão Kepler, uma equipa de investigadores identificou …

Sem romarias e festas, milhares de famílias estão a entrar em falência

Milhares de famílias cujo rendimento depende das romarias e festas populares estão a atravessar sérias dificuldades económicas. Os prejuízos ultrapassam os 50 milhões de euros. A suspensão das festas populares e romarias religiosas em todo o …

Corpo de Maria Velho da Costa ficou 11 dias na morgue. Filho critica MP e fala em "massacre psicológico"

Os restos mortais da escritora Maria Velho da Costa, que faleceu a 23 de Maio, ficaram no Instituto de Medicina Legal, em Lisboa, durante 11 dias, sem que a família tivesse conhecimento de que já …