“Shutdown” nos EUA. Trump ameaça prolongar encerramento de serviços federais durante “muito tempo”

Michael Reynolds / EPA

O presidente dos EUA e os líderes republicanos e democratas do Congresso terminaram esta quarta-feira a reunião sem progressos sobre o encerramento parcial de serviços federais dos EUA, que já dura há 12 dias.

“Não acho que tenha sido feito algum algum progresso em particular. Esperamos que, de alguma forma, nos próximos dias ou semanas possamos chegar a um acordo”, disse o líder da maioria republicana, Mitch McConnell, aos jornalistas à saída da reunião.

Trump avisou antes da reunião que manterá o encerramento da administração pelo tempo “necessário” e, depois de sugerir uma colaboração com os democratas, insistiu nas suas exigências de financiamento do muro fronteiriço com o México.

Na reunião na Casa Branca, os líderes democratas pediram a Trump que reabrisse imediatamente a parte da administração que está paralisada, deixando para breve o debate sobre a segurança na fronteira do país. A democrata Nancy Pelosi garantiu na reunião que a sua intenção e dos seus colegas é “acabar amanhã com o encerramento parcial administrativo”.

“Amanhã vamos votar um pacote legislativo para reabrir com base nas leis que foram previamente aprovados pelo senado republicano, e uma legislação separada para aprovar o financiamento para a Segurança Nacional até 8 de fevereiro”, disse.

Pelosi explicou que a aprovação desta segunda iniciativa “daria mais 30 dias” para que democratas, republicanos e Trump negociassem fundos para a segurança das fronteiras dos EUA, sem a necessidade de o Governo ser parcialmente fechado.

Desde 22 de dezembro que o Governo entrou no seu terceiro encerramento parcial depois de a negociação entre republicanos e democratas no Congresso ter chegado a um impasse com a exigência de Trump de incluir na proposta orçamental mais de 5 mil milhões de dólares para o muro da fronteira. Tanto a Casa Branca quanto McConnell rejeitaram a proposta democrata.

Donald Trump ameaçou que o shutdown pode prolongar-se durante “muito tempo”. “Creio que as pessoas pensam que eu tenho razão”, disse o presidente depois da reunião.

Embora Trump permaneça firme na sua intenção de manter a administração parcialmente fechada se não conseguir financiar o muro, o Presidente disse esta quinta-feira que o México já está a pagar a sua construção através do acordo de livre comércio renegociado no ano passado, conhecido como T-MEC. No entanto, esse acordo comercial ainda não foi aprovado pelo Congresso dos EUA e, portanto, não entrou em vigor.

O encerramento parcial dos serviços nos EUA afeta agências de dez departamentos do executivo, bem como dezenas de parques nacionais, que geralmente são uma grande atração turística. Esta situação também afeta 800 mil dos 2,1 milhões de trabalhadores federais, que não recebem ordenado enquanto o Governo permanecer fechado.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. ou me dão um chupa-chupa ou faço uma birra e bato os pes no chao
    é assim o “maior” de um pais
    será que ja publicou a birra no twitter?

RESPONDER

Bombeiros protestam contra a proposta do Governo

De acordo com o sindicato, a proposta do Governo "significa uma desvalorização enorme na carreira". Além disso, critica a ideia de haver uma carreira única de sapadores e municipais nivelada por baixo. Bombeiros municipais e sapadores …

Há uma parte da Antártida que está a encolher (mas não era suposto)

Quando os cientistas falam sobre o derretimento da Antártida, geralmente estão a referir-se à Antártida Ocidental, onde gigantescos glaciares costeiros estão a derramar grandes quantidades de água. Mas, do outro lado das montanhas transantárticas a leste, …

A cor dos olhos pode explicar porque é que as pessoas ficam tristes no inverno

Tempo mais frio e noites mais longas fazem algumas pessoas sentir-se tristes. A isso, dá-e o nome de Transtorno Afetivo Sazonal (TAS). Embora o TAS seja uma forma reconhecida de depressão clínica, os especialistas ainda estão …

Há vida pós-LHC. CERN planeia acelerador de partículas dez vezes mais potente

O futuro da Física de Partículas começa a ganhar forma. O CERN (Laboratório Europeu de Física de Partículas) detalhou esta terça-feira os seus planos para o novo acelerador de partículas que irá suceder o Grande …

DARPA quer construir robôs conscientes usando cérebros de insetos

A DARPA quer construir robôs conscientes usando cérebros de insetos, uma forma de criar novos modelos de inteligência artificial eficientes, que poderiam ser usados para explorar a própria consciência. Ao contrário dos humanos, os insetos operam …

Bombas de Wendell e Bruno Fernandes apuram Sporting para meias da Taça

Remates de Wendell e de Bruno Fernandes decidiram o jogo a favor da equipa 'leonina', que na próxima fase da competição defronta o Benfica, numa eliminatória disputada a duas mãos. Numa primeira parte marcada pelo domínio …

Romeo, a rã mais solitária do mundo, encontrou finalmente a sua Julieta

Romeo, que até então era considerado o último representante da sua espécie (Telmatobius yuracare), deixou de ser a rã "mais solitária do mundo" graças a uma equipa de cientistas que encontrou uma fêmea da mesma …

Stephen King salvou a secção de crítica literária de um jornal através do Twitter

Um jornal da terra natal de Stephen King lançou-lhe um desafio e o escritor norte-americano decidiu aceitar, conseguindo angariar os assinantes necessários para financiar a continuidade da secção de crítica literária. Um jornal local norte-americano viu-se …

Detido hacker que pirateou emails do Benfica

Rui Pinto, o 'hacker' português que terá acedido ilegalmente aos e-mails do Benfica, foi detido na Hungria, disse hoje à agência Lusa fonte policial. O alegado pirata informático que terá roubado e divulgado correspondência electrónica do …

Governo May sobrevive. Moção de censura trabalhista rejeitada

O Parlamento britânico rejeitou hoje uma moção de censura ao Governo conservador da primeira-ministra Theresa May, com 325 votos contra e 306 a favor. A moção foi apresentada na terça-feira à noite pelo Partido Trabalhista, depois …