Navio de guerra americano abateu drone iraniano. Teerão nega o ataque

O Presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou na quinta-feira que um navio de guerra norte-americano destruiu um drone iraniano no estreito de Ormuz, numa altura de tensões crescentes entre os dois países.

O Presidente norte-americano considerou que esta foi a resposta à mais recente “ação hostil” do Irão, apelando a outros países que condenem o que considera serem tentativas do Irão em interromper a liberdade de navegação e o comércio global numa zona marítima estratégica, o Golfo Pérsico.

Donald Trump salientou que o “USS Boxer” tomou medidas defensivas depois de o drone chegar a cerca de um quilómetro do navio de guerra e de ter ignorado vários pedidos para parar, com o Presidente a referir que ameaçou a segurança da embarcação e da tripulação.

Esta é a última de muitas ações provocativas e hostis do Irão contra navios em águas internacionais. Os EUA têm o direito de defender o nosso povo, instalações e interesses e apela a todas as nações que condenem as tentativas do Irão de prejudicar a liberdade de navegação e comércio global”, declarou Trump na quinta-feira, explicando o porquê do ataque ao drone.

O Pentágono também fala em “ação defensiva” mas não confirmou se o drone pertencia ao Irão nem que meios foram utilizados para abater o aparelho.

O incidente ocorreu no mesmo dia em que o Irão apreendeu aquilo a que chamou “uma embarcação estrangeira” por estar a contrabandear petróleo no Golfo Pérsico. O navio foi intercetado perto da Ilha Larak, ao largo da costa do Irão. A apreensão terá ocorrido a 14 de julho, mas só esta quinta-feira foi noticiada.

Não há informações sobre quem é o dono da embarcação. Segundo a Sky News, foram detidas 12 pessoas. O combustível tinha como destino compradores estrangeiros. As autoridades afirmam que não foram apreendidos mais navios. O petroleiro em questão poderá ser o “Riah”, embarcação que pertence aos Emirados Árabes Unidos e que desapareceu em águas iranianas no domingo.

Já esta sexta-feira, o Irão negou as declarações de Trump e afirma que nenhum drone iraniano foi destruído. “Não perdemos nenhum drone no estreito de Ormuz nem em lado nenhum. Receio que o USS Boxer tenha destruído um dos próprios aparelhos por engano!”, escreveu o ministro-adjunto dos Negócios Estrangeiros do Irão, Seyed Abbas Araghchi, no Twitter.

O ministro dos Negócios Estrangeiros do Irão também já tinha negado o ataque ao drone. De visita à sede das Nações Unidas, em Nova Iorque, Mohammad Javad Zarif declarou: “Não temos informação sobre a perda de um drone”.

O Irão abateu recentemente um drone norte-americano que dizia estar a sobrevoar o país, com Donald Trump a afirmar que cancelou, no último momento, um ataque aéreo de retaliação que foi planeado na altura.

As tensões na região do Golfo intensificaram-se desde que os EUA se retiraram, em maio de 2018, do acordo nuclear assinado entre o Irão e as grandes potências em 2015 e repuseram também sanções sobre as exportações de petróleo de Teerão, exacerbando uma crise económica que fez afundar a moeda.

Recentemente, o presidente do Irão, Hassan Rouhani, disse que o país está pronto para negociar com os EUA se Washington levantar as sanções económicas.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

"Lavar as mãos". Vídeo da DGS é o mais popular do ano no YouTube

2020 foi um ano atípico em vários aspetos do quotidiano, obrigando à introdução de novas rotinas e ao reforço de outras por muitos já descuradas. Reflexo dessa disrupção é o ranking anual do YouTube, divulgado esta …

Drenthe falido: "Não é muito importante"

Antigo futebolista do Real Madrid não está preocupado com a declaração feita por um tribunal dos Países Baixos. Drenthe joga numa equipa da terceira divisão nacional. Royston Ricky Drenthe foi, enquanto adolescente, considerado um dos melhores …

Sonda espacial chinesa conclui recolha de amostras da superfície lunar

A sonda chinesa Chang'e 5 concluiu a recolha e armazenamento de rochas e detritos da superfície lunar, e prepara-se para voltar à Terra, informou esta quinta-feira a Administração Espacial Nacional da China. "Às 22 horas de …

Seca obriga Namíbia a por à venda 170 elefantes

A Namíbia, que se encontra em risco de seca, pôs à venda 170 elefantes vivos para reduzir o seu número no território, em parte devido ao crescente conflito entre humanos e animais desta espécie ameaçada …

Benfica 4 - 0 Lech Poznań | “Saco cheio” rumo ao apuramento

Um, dois, três e quatro. Foram estes os golos – apontados por Vertonghen, Darwin Núñez, Pizzi e Weigl – que o Benfica marcou na goleada que aplicou na noite desta quinta-feira ao Lech Poznań, num …

Cientistas encontram evidências de uso de drogas psicadélicas numa caverna com arte rupestre

Uma flor vermelha redemoinhada rabiscada numa parede de uma caverna há cerca de 400 anos é a primeira evidência definitiva de que os nativos norte-americanos consumiam drogas psicadélicas em locais de arte rupestre. Descoberta na caverna …

Musk queria batizar a sua tequila de "Teslaquila", mas o México disse que não

O multimilionário Elon Musk, CEO da Tesla e da Space X, quis batizar a sua tequila de "Teslaquila", mas as autoridades mexicanas impediram a utilização do nome, invocando os direitos do uso da palavra e …

Namíbia acaba de eleger um deputado chamado Adolf Hitler. É ativista e "anti-apartheid"

A Namíbia acaba de eleger nas eleições regionais um deputado chamado Adolf Hitler, um conhecido ativista e "anti-apartheid" em Uunona, a sua cidade natal, localizada no norte do país africano. "Adolf Hitler teve uma vitória …

Empresário de media pró-democracia preso por acusação de fraude em Hong Kong

O dono do jornal antigoverno Apple Daily, Jimmy Lai, conhecido pela luta pela democracia em Hong Kong, foi detido sem fiança, acusado de irregularidades no contrato de 'leasing' do edifício onde está o órgão de …

Novos drones de resgate usam Inteligência Artificial para encontrar pessoas perdidas na floresta

Em situações em que as pessoas se perdem na floresta, o tempo é essencial para resgatá-las, pois quanto mais tempo ficam perdidas mais perigosa a situação se torna. Mas será que existem todas as ferramentas …