Navio de guerra americano abateu drone iraniano. Teerão nega o ataque

O Presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou na quinta-feira que um navio de guerra norte-americano destruiu um drone iraniano no estreito de Ormuz, numa altura de tensões crescentes entre os dois países.

O Presidente norte-americano considerou que esta foi a resposta à mais recente “ação hostil” do Irão, apelando a outros países que condenem o que considera serem tentativas do Irão em interromper a liberdade de navegação e o comércio global numa zona marítima estratégica, o Golfo Pérsico.

Donald Trump salientou que o “USS Boxer” tomou medidas defensivas depois de o drone chegar a cerca de um quilómetro do navio de guerra e de ter ignorado vários pedidos para parar, com o Presidente a referir que ameaçou a segurança da embarcação e da tripulação.

Esta é a última de muitas ações provocativas e hostis do Irão contra navios em águas internacionais. Os EUA têm o direito de defender o nosso povo, instalações e interesses e apela a todas as nações que condenem as tentativas do Irão de prejudicar a liberdade de navegação e comércio global”, declarou Trump na quinta-feira, explicando o porquê do ataque ao drone.

O Pentágono também fala em “ação defensiva” mas não confirmou se o drone pertencia ao Irão nem que meios foram utilizados para abater o aparelho.

O incidente ocorreu no mesmo dia em que o Irão apreendeu aquilo a que chamou “uma embarcação estrangeira” por estar a contrabandear petróleo no Golfo Pérsico. O navio foi intercetado perto da Ilha Larak, ao largo da costa do Irão. A apreensão terá ocorrido a 14 de julho, mas só esta quinta-feira foi noticiada.

Não há informações sobre quem é o dono da embarcação. Segundo a Sky News, foram detidas 12 pessoas. O combustível tinha como destino compradores estrangeiros. As autoridades afirmam que não foram apreendidos mais navios. O petroleiro em questão poderá ser o “Riah”, embarcação que pertence aos Emirados Árabes Unidos e que desapareceu em águas iranianas no domingo.

Já esta sexta-feira, o Irão negou as declarações de Trump e afirma que nenhum drone iraniano foi destruído. “Não perdemos nenhum drone no estreito de Ormuz nem em lado nenhum. Receio que o USS Boxer tenha destruído um dos próprios aparelhos por engano!”, escreveu o ministro-adjunto dos Negócios Estrangeiros do Irão, Seyed Abbas Araghchi, no Twitter.

O ministro dos Negócios Estrangeiros do Irão também já tinha negado o ataque ao drone. De visita à sede das Nações Unidas, em Nova Iorque, Mohammad Javad Zarif declarou: “Não temos informação sobre a perda de um drone”.

O Irão abateu recentemente um drone norte-americano que dizia estar a sobrevoar o país, com Donald Trump a afirmar que cancelou, no último momento, um ataque aéreo de retaliação que foi planeado na altura.

As tensões na região do Golfo intensificaram-se desde que os EUA se retiraram, em maio de 2018, do acordo nuclear assinado entre o Irão e as grandes potências em 2015 e repuseram também sanções sobre as exportações de petróleo de Teerão, exacerbando uma crise económica que fez afundar a moeda.

Recentemente, o presidente do Irão, Hassan Rouhani, disse que o país está pronto para negociar com os EUA se Washington levantar as sanções económicas.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Cientista americana diz estar certa de que a Terra será atingida por asteroide

https://vimeo.com/355132338 Uma cientista americana de uma ONG dedicada a proteger a Terra diz que é 100% certo que um asteroide atingirá o nosso planeta. A cientista é Danica Remy, presidente da Fundação B612. Após um asteroide não …

NASA vai mesmo explorar Europa, a lua de Júpiter que pode ter vida extraterrestre

A NASA deu luz verde a uma missão para explorar uma lua de Júpiter que é considerada um dos melhores candidatos para a vida extraterrestre. A Europa - que é um pouco mais pequena do que …

País de Gales cancela plano controverso de criar "casas de banho robô"

O objetivo da construção era impedir atividade sexual, vandalismo e dormidas nas casas de banho públicas. O projeto ia recorrer às tecnologias de piso sensível ao peso, jatos de água, sensores anti-movimento e alarmes. O conselho …

Sem saber, uma mulher viveu durante 17 anos com a sua "gémea" dentro dela

Uma jovem na Índia, sem saber, viveu com uma das condições médicas mais raras e perturbadoras durante quase duas décadas. De acordo com um relatório de caso desta semana, a mulher tinha um saco que continha …

Novo filme da saga 007 já tem nome e data de estreia marcada

O novo filme da saga 007, realizado por Cary Fukunaga chama-se "No time to die" e estreia-se no Reino Unido e nos Estados Unidos em abril de 2020. "Daniel Craig regressa como James Bond, 007 em... …

Comporta pode tornar-se na nova Ibiza (e tudo começou com a queda do BES)

Após anos de um quase esquecimento, em termos de desenvolvimento imobiliário, a Comporta está a atrair investidores internacionais que encaram a pequena vila de Setúbal como uma "nova Ibiza". Um cenário que está a preocupar …

Família de Aretha Franklin cria fundo para a investigação de cancro raro

Um ano após a morte da cantora, a família de Aretha Franklin criou um fundo de apoio à investigação na área dos tumores neuroendócrinos, a doença rara que se revelou fatal para a celebridade, a …

Sporting vai monitorizar tudo o que se diz e escreve sobre jogadores

A empresa Noisefeed tem uma enorme base de dados relativa à atividade nas redes sociais de milhares de jogadores a nível global. Os jogadores de futebol de todo o mundo usam, cada vez mais, as redes …

Boris janta hoje com Merkel para mudar acordo. Maioria quer novo referendo

A pouco mais de dois meses da data marcada para a saída do Reino Unido da União Europeia, uma nova sondagem mostra que a maioria dos britânico quer que qualquer novo acordo vá a referendo. Um …

Oficial: Pardal Henriques candidato a deputado pelo partido de Marinho Pinto

O advogado Pedro Pardal Henriques anunciou esta quarta-feira que aceitou o convite para encabeçar a lista do PDR a Lisboa, deixando de ser porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas para "não misturar …