“Não é deserção, porque não deveríamos estar aqui”. Tropas russas conspiram para deixar guerra “estúpida”

2

Alessandro Guerra / EPA

Uma chamada telefónica intercetada pela inteligência ucraniana sugere que soldados russos estão a conspirar para deixar a guerra juntamente com altas patentes do exército.

A inteligência militar da Ucrânia divulgou uma gravação de uma chamada intercetada em que soldados russos conspiram com os seus próprios comandantes para abandonarem a guerra na Ucrânia.

O soldado que se ouve na chamada está destacado em Donetsk, região ocupada pelas tropas russas, e queixa-se que ele e outros no seu batalhão estão tão mal equipados que até as forças chechenas que lutam a seu lado gozam com eles.

“Todos que estão aqui… estou a dizer-lhe… todos estão a planear abandonar no dia 26″, diz o suposto soldado, citado pelo The Daily Beast.

“Isso não é estúpido?”, pergunta um aparente familiar. “Não é estúpido estarmos aqui?”, responde o soldado.

Os soldados não são os únicos a ponderar abandonar o território ucraniano. “Um comandante de batalhão vai partir connosco e até um coronel do Estado-Maior”, diz o combatente russo na chamada telefónica.

“Eles não nos fornecem nenhum [equipamento]”, diz ainda o soldado, acrescentando que as espingardas dadas aos atiradores são “de 1945”.

“Não é deserção, porque não deveríamos estar neste território. […] Atravessamos a fronteira como 200″, diz o combatente, usando um termo militar russo para os mortos em batalha. “Na realidade, não estamos aqui. Então, se eles dizem que sou um desertor, foda-se, não estou aqui. Prove o contrário”.

Este é apenas um dos vários exemplos de gravações divulgadas pela inteligência ucraniana nestes últimos dias. Haverá até casos de soldados russos que falam em ferir-se de propósito numa tentativa desesperada de serem retirados da guerra.

Um outro áudio revelado esta quinta-feira mostra uma alegada conversa entre dois soldados russos, em que um deles sugere que o outro dispare contra a sua própria perna.

“Pega na arma de outra pessoa, uma ucraniana, e dá um tiro nas pernas”, aconselha o amigo.

  ZAP //

2 Comments

  1. A propaganda e a contra-informação ucraniana é muito boa, melhor que a dos russos. Aprendeu com o seu líder, o comediante…

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.