Sem tocar nem partilhar brinquedos. Educadores de infância dizem que regras para as creches são “perturbadoras”

hocolibrary / Flickr

A Associação de Profissionais de Educação de Infância (APEI) manifestou este domingo uma “profunda preocupação” sobre as condições de reabertura de creches dentro de uma semana e diz que as recomendações para essa abertura são “profundamente desadequadas”.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) já fez um conjunto de recomendações para a reabertura das creches, que pode acontecer a partir de dia 18, sendo essas recomendações que a APEI vem agora contestar, manifestando-se disponível para colaborar com o Governo e outras entidades com responsabilidade nas respostas às crianças com menos de três anos, para “encontrar as melhores soluções”.

No plano de desconfinamento pós-estado de emergência divulgado pelo governo consta a reabertura de creches com opção de apoio à família a partir de 18 de maio e das restantes creches, ensino pré-escolar e ATL a partir de 1 de junho.

Ainda que tendo consciência do caráter excecional do momento, devido ao novo coronavírus, a associação diz que as propostas para a abertura das creches, a serem cumpridas, “estão objetivamente a lesar o desenvolvimento das crianças”.

“Manter uma distância física de dois metros entre cada criança e impedir que possam interagir entre si, evitar o toque em superfícies, dispor mesas em linha ou crianças colocadas de costas umas para as outras, evitar a partilha de brinquedos e outros objetos, ter adultos de referência (educadoras e auxiliares), com os quais as crianças mantêm vínculos profundos, a usar máscaras, são medidas reveladoras de um desconhecimento sobre a realidade do trabalho educativo em creche e sobre o desenvolvimento das crianças com menos de 3 anos”, alerta a APEI no comunicado.

E acrescenta que essas medidas são acima de tudo “profundamente perturbadoras” já que são também “uma violência contra as crianças”.

“Pegar ao colo, olhar nos olhos e deixar que a criança crie empatia através da expressão facial, falar perto da sua cara e acariciar o seu rosto são afetos que constroem e cimentam as interações e o vínculo entre criança e educador/cuidador. Impedir estas manifestações de afeto ou artificializá-las, com máscaras e distância física, é violentar a relação”, avisa a associação.

Como é “violentar” a criança “aprisioná-la” em mesas, espreguiçadeiras ou parques, quando essa criança está na fase da progressiva autonomia, de explorar os espaços e os materiais e a relação com os outros.

“É difícil compreender como é possível pensar em reabrir as creches com este tipo de recomendações que, é bom clarificar, vão abranger as crianças maioritariamente oriundas de famílias com condições sociais de maior vulnerabilidade e desigualdade socioeconómica, precisamente as que não terão alternativa a não ser a creche, pois as restantes irão optar por mantê-las em segurança, na sua casa“, diz-se ainda no comunicado da associação.

Além de que não se pode, salienta, olhar para as creches “como depósitos de crianças“.

A APEI, no comunicado, não dá soluções para o problema, mas diz que está a promover uma reflexão para preparar um documento sobre a matéria.

Um documento, adianta, que contribua para o respeito pela criança, para a dignificação das creches como espaço educativo de qualidade, para a garantia de condições de higiene, segurança e em estar das crianças, e para a valorização do trabalho pedagógico e de apoio às famílias.

As orientações da DGS para a reabertura das creches estão a ser ultimadas. As normas deverão ser conhecidas na segunda-feira.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Caçador de planetas. NASA espera que o telescópio Roman encontre 100 mil novos mundos

A missão do telescópio espacial Roman da NASA - que será lançado em meados da década de 2020 - deve encontrar pelo menos 100 mil novos exoplanetas, dizem astrónomos. Desde a década de 1990, foram descobertos …

Robôs "burros" trabalham em conjunto para realizar tarefas complexas

Uma nova pesquisa mostra que, ao mesmo tempo que aumentam as interações magnéticas, um enxame de robôs dispersos, chamados BOBbots, pode reunir-se em aglomerados compactos para realizar tarefas complexas. Fazer com que um enxame de robôs …

O uso doméstico de carvão na China resulta em mortes prematuras

Um novo estudo indica que, na China, a poluição da queima de carvão residencial causa um número desproporcional de mortes prematuras por exposição a poluentes minúsculos inaláveis, conhecidos como PM2.5. A combustão do carvão por centrais …

Estudo alerta para níveis preocupantes de produtos químicos tóxicos no leite materno

Um novo estudo, que analisou o leite materno de mulheres americanas quanto à contaminação por PFAS, detetou o produto químico tóxico em todas as 50 amostras testadas, e em níveis quase 2.000 vezes mais altos …

Dinheiro, imóveis e arte. João Rendeiro perde fortuna para o Estado

Um milhão e meio de euros em numerário, contas e ativos bancários, obras de arte e quatro imóveis em Lisboa, Cascais e Oeiras vão ser arrestados a João Rendeiro, ex-presidente do Banco Privado Português (BPP). Segundo …

A primeira eco-casa impressa em 3D "nasceu" em Itália

A empresa de impressão 3D WASP e o Mario Cucinella Architects concluíram a casa TECLA. É o primeiro modelo de habitação eco-sustentável a ser construído a partir de matérias-primas locais usando tecnologia de impressão 3D.  O …

Partido de Le Pen desviou 6,8 milhões de fundos europeus, segundo jornal francês

O partido francês de extrema-direita União Nacional (RN, sigla original), liderado por Marine Le Pen, terá desviado 6,8 milhões de euros de fundos do Parlamento Europeu, revela este domingo um inquérito policial noticiado pelo Le …

Proporção divina. Antiga fórmula grega pode ser responsável pelo sucesso dos musicais

Desde 1972, quando "Jesus Christ Superstar" estreou na Broadway, os mais populares musicais quase unanimemente empregaram uma fórmula centenária conhecida como “a proporção divina” - e, surpreendentemente, parecem tê-lo feito acidentalmente. A proporção divina é um …

Egito já iniciou obras de alargamento do Canal do Suez

A Autoridade do Canal do Suez iniciou este sábado obras para ampliar dez quilómetros do troço sul, onde o navio Ever Given encalhou em março passado, causando o bloqueio de uma das vias de navegação …

Museu do Prado descobre erro de 500 anos numa das suas esculturas

O Museu do Prado, em Madrid, descobriu que uma das suas esculturas, que se pensava ser do século XV, é afinal uma obra do século XX. Em comunicado, o museu espanhol explicou que a escultura – …