Testes por saliva usados em eventos-piloto antes de festivais de verão

Antonia Hayes / Flickr

Os agentes ligados a festivais e concertos e a Direção-Geral de Saúde (DGS) vão realizar várias experiências-piloto para se perceber em que moldes se podem concretizar os festivais de música no verão. Uma das ideias é usar testes à covid feitos a partir da recolha da saliva.

De acordo com a TSF,  os eventos-piloto só deverão avançar após o atual confinamento, prevendo-se que tal ocorra a partir de abril. A ideia prevê que duas salas de espetáculo sirvam como laboratório para os festivais de verão. Em Lisboa, será o Campo Pequeno e, no Porto, o Pavilhão Rosa Mota.

Os participantes têm de fazer um teste rápido à covid-19 até 72 horas antes do evento, repetem o teste à entrada para o recinto e, passados 14 dias, respondem a um questionário e fazem um novo despiste à covid-19. Ainda assim,  uso de máscara deverá ser obrigatório.

Tanto em Lisboa como no Porto deverão ser realizados vários eventos-teste, cada um com condições diferentes. Poderão ser usados os testes à saliva ou por zaragatoa. O objetivo é encontrar a melhor solução para aplicar aos milhares de festivaleiros que este verão desejam ir a um festival.

Ao ECO, Álvaro Covões, diretor-geral da Everything Is New, diz acreditar que em Portugal os festivais de verão devem voltar a partir de “julho ou agosto”.

“A expectativa é a de que os festivais de verão, bem como todas as festividades que acontecem nessa estação, possam retomar a sua atividade já em 2021”, refere.

Isto porque, por essa altura, estará já no horizonte a imunidade de grupo que, como nos relembra o responsável da empresa que organiza eventos como o NOS Alive, deverá ser atingida no mês de agosto, de acordo com as mais recentes informações divulgadas pelo coordenador da task force para o Plano de Vacinação.

O promotor de eventos revela que o que está agora a ser planeado “com o Governo e com a Direção-Geral da Saúde” passa pela “organização de eventos-teste, provavelmente em abril”, que permitam a realização de “ensaios clínicos que se foquem numa eventual introdução do sistema de criação de bolhas“, esclarece Álvaro Covões.

Se tudo correr como planeado, e se o Governo e as autoridades de saúde derem luz verde, o modelo avança no verão.

Ainda não há data para estes eventos-piloto, uma vez que está dependente do calendário que o Governo vier a estabelecer para o desconfinamento.

Ana Isabel Moura Ana Isabel Moura, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Já pode "adotar" um pedaço de Notre-Dame para ajudar na sua reconstrução

Uma organização está a dar a oportunidade de o público ajudar na reconstrução de artefactos específicos da catedral de Notre-Dame, em França, que foi parcialmente destruída por um incêndio em 2019. De acordo com a cadeia …

Proporção divina identificada na gerbera

Descobrir como se formam os padrões distintos e omnipresentes das cabeças das flores tem intrigado os cientistas há séculos. Quando se pede a alguém que desenhe um girassol, quase todas as pessoas desenham um grande círculo …

Audi apresenta o novo Q4 e-tron que traz uma autonomia até 520 km

Ainda antes do verão, a Audi vai colocar no mercado o seu primeiro SUV elétrico concebido de raiz e não adaptado a partir de uma plataforma concebida para motores a combustão. O Q4 e-tron destaca-se pela …

Vanuatu em alerta depois de um corpo com covid-19 ter dado à costa

Vanuatu proibiu viagens de e para a sua principal ilha três dias depois de ter dado à costa um corpo de um pescador filipino, que testou positivo à covid-19. De acordo com a Radio New Zealand, …

Cientistas russos querem criar a primeira vacina comestível contra a covid-19

O Instituto de Medicina Experimental de São Petersburgo, na Rússia, anunciou o seu plano de concluir dentro de um ano os testes pré-clínicos da primeira vacina comestível do mundo contra o novo coronavírus. Em entrevista à …

Em plena crise política, o país mais pobre das Américas ainda não recebeu nenhuma vacina

Numa altura em que a maior parte dos países já têm o processo de vacinação a decorrer, o governo do Haiti ainda não garantiu uma única dose da vacina contra o coronavírus. O país mais pobre …

Afinal, Leonardo da Vinci não esculpiu o busto de Flora

Está terminada a controvérsia que durou mais de cem anos após a aquisição do Busto de Flora em 1909, por Wilhelm von Bode. A datação por radiocarbono revelou, recentemente, que a obra não foi …

Crise climática "implacável" intensificou-se em 2020, diz relatório da ONU

Houve uma intensificação "implacável" da crise climática em 2020, com a queda temporária nas emissões de carbono devido ao confinamento a ter um impacto pouco significativo nas concentrações de gases de efeito de estufa, revelou …

Já se sabe o que causou a misteriosa "tempestade de asma", que vitimou dez pessoas em 2016

Em 2016, na cidade de Melbourne, aconteceu o evento de "tempestade de asma" mais grave do mundo. Os cientistas descobriram agora o culpado. No dia 21 de novembro de 2016, as urgências de um hospital em …

Carlos César reivindica papel do PS na construção da democracia e no combate à corrupção

O presidente do PS defendeu, esta segunda-feira, que se deveu ao seu partido o aprofundamento da democracia e os avanços no combate à corrupção, embora admitindo desvios", "erros" e "omissões num ou outro momento da …