Termas e fresco erótico já podem ser visitados em Pompeia

Cesare Abbate / Parco Archeologico di Pompei

Fresco do mito grego “Leda e o Cisne” encontrado em Pompeia.

Pompeia decidiu abrir ao público pela primeira vez a Via Vesúvio, área da antiga cidade romana onde os visitantes poderão agora ver frescos recém-descobertos, bem como termas projetadas para serem a “jóia” da cidade.

A área em causa, conta o jornal local Vesuvio Live, localiza-se no sítio arqueológico Regio V, no sul de Itália, onde trabalham ainda várias equipas de especialistas. Cerca de um terço da cidade aguarda ainda por trabalhos arqueológicos.

O espaço abriu ao público pela primeira vez na passada segunda-feira, 25 de novembro, permitindo que os visitantes possam ver alguns dos últimos achados, entre os quais está o fresco erótico de “Leda e o Cisne”.

A abertura aconteceu depois da apresentação do livro “Pompeia. O tempo recuperado. As novas descobertas” de Massimo Osanna, o diretor do sítio arqueológico de Pompeia.

De acordo com a AFP, os visitantes poderão também visitar um complexo de termas nunca concluído, que foi projetado para ser a “jóia” de Pompeia. O espaço, recentemente escavado, acabou por ser destruído com a erupção do Monte Vesúvio em 79 d.C.

Os arquitetos “foram inspirados pelos banhos termais do imperador Nero, em Roma. Os quartos aqui [em Pompeia] seriam maiores e mais claros, com piscinas de mármore”, disse Massimo Osanna em declarações à mesma agência noticiosa.

Frescos recém-descobertos

Em novembro passado, o Parque Arqueológico de Pompeia anunciou a descoberta de um fresco erótico do mito grego de “Leda e o Cisne” em boas condições de conservação, entre as ruínas da antiga cidade romana. Os arqueólogos acreditam que terá decorado o quarto de algum endinheirado da cidade romana, possivelmente um comerciante.

“Leda e o Cisne” é um dos mitos mais marcantes da mitologia grega, tendo inspirado diversos artistas renascentistas italianos, nomeadamente Leonardo da Vinci, Michelangelo e Tintoretto, bem como muitos artesãos e poetas ao longo dos séculos.

Já em fevereiro, as equipas voltaram a encontrar um fresco mitológico na mesma área: a imagem retrata a cena de Narciso cativado pelo seu próprio reflexo.

Na mitologia grega, Narciso era um caçador, filho do deus do rio Cefiso e de uma ninfa de nome Liriope. Apesar de ser incrivelmente bonito, conta a mitologia, Narciso nunca se prendeu a nenhum interesse amoroso, deixando várias pretendentes devastadas.

A figura mitológica era muito popular na arte romana e deu também origem ao termo narcisismo, que significa um interesse excessivo na própria imagem.

Mais recentemente, e na mesma área arqueológica de V, arqueólogos encontraram um fresco “extremamente realista” de dois gladiadores numa luta sangrenta. Os especialistas explicaram que o fresco agora encontrado retrata o triunfo de um lutador fortemente armado (murmillo) sobre o seu adversário (um trácio sangrento).

Todos estes achados poderão ser agora visitados em Pompeia, a antiga cidade romana que se localiza no golfo italiano de Nápoles.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. O nome correto desse tipo de painel antigo é afresco e não “fresco” como diz a matéria. Tenham mais zelo com suas edições, pois esse tipo de erro acarreta em perca de credibilidade.

  2. Desculpe, favor desconsiderar meu comentário, vi apenas agora o “pt” do site (por isso a diferença da grafia)…
    Obrigada!

RESPONDER

Estúdios de tatuagens podem reabrir na segunda-feira

Os estúdios de tatuagens e de ‘bodypiercing’ vão poder reabrir na segunda-feira juntamente com outros serviços de atendimento ao público e comerciais, mas terão de funcionar mediante marcação prévia e cumprindo as regras sanitárias. Na resolução …

As rãs de cristal revelaram uma nova forma de camuflagem

As rãs de cristal são bem conhecidas pela sua pele transparente, mas, até agora, o motivo desta curiosa característica não tinha recebido atenção experimental. Uma equipa de cientistas da Universidade de Bristol, no Reino Unido, da …

Pescador encontra destroços de navio que terá naufragado há mais de 200 anos

Arqueólogos mexicanos localizaram os destroços de um navio na costa do estado de Quintana Roo, no México, e acreditam que o mesmo terá naufragado há mais de 200 anos. De acordo com a BBC, o naufrágio …

Bloco apoia travão ao desconfinamento na região de Lisboa

O Bloco de Esquerda apoiou o adiamento do levantamento de restrições impostas pela pandemia na região de Lisboa e Vale do Tejo, destacando que é importante aumentar a vigilância nas empresas de construção e trabalho …

Descoberto "cemitério" de mamutes nos arredores da Cidade do México

Investigadores descobriram um "cemitério" com cerca de 60 mamutes nos arredores da Cidade do México, avança o Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH) do país. De acordo com o site Live Science, a descoberta aconteceu, …

David Luiz confirma rumores. Regresso "vai acontecer se o presidente permitir e os adeptos quiserem"

David Luiz confirmou este sábado os rumores que davam conta que o Benfica e o jogador estavam a negociar um eventual regresso do brasileiro à Luz. Em entrevista ao desportivo Record, David Luiz confirmou a …

Cães treinados para proteger animais selvagens salvam 45 rinocerontes

Há inúmeras razões que explicam o motivo pelo qual os cães são conhecidos como o melhor amigo do Homem. Além de leais e inteligentes, dão sempre o corpo às balas, mesmo nos piores momentos. Quarenta e …

Fez-se história. Foguetão da SpaceX lançado com sucesso rumo à EEI

O primeiro foguetão concebido e construído por uma empresa privada, a SpaceX, de Elon Musk, levando a bordo dois astronautas foi lançado este sábado na presença do Presidente do Estados Unidos, Donald Trump. O lançamento decorreu …

"A Rússia não permitirá a privatização da Lua", avisa Roscosmos

A Rússia não permitirá a privatização da Lua, independentemente de quem avance a iniciativa, avisou o chefe da agência espacial russa (Roscosmos), Dmitri Rogozin, em entrevista ao jornal Komsomólskaya Pravda. "Não permitiremos que ninguém privatize a …

Plataforma flutuante extrai energia das ondas, do vento e do Sol

A empresa alemã Sinn Power criou uma plataforma marítima flutuante capaz de gerar energia renovável a partir de ondas, vento e energia solar. A plataforma híbrida combina turbinas eólicas, painéis solares e coletores de energia das …