Táxis da Europa em greve contra aplicações de partilha de carros

(dr) UBER

Os taxistas de algumas das capitais da Europa estão em greve esta quarta-feira como protesto contra as empresas de veículos de turismo com motorista e contra as plataformas online de partilha de carros, as “car pools”, cuja concorrência consideram desleal.

O movimento começou em Londres, lançado pelos famosos Black Cabs, e já tomou conta de Paris, Roma e Madrid.

Esta greve, inédita na Europa, tem o objetivo de denunciar a concorrência, segundo os taxistas, desleal, dos “carros de turismo com motorista”: podem ser chamados através de uma app no telemóvel, não têm de ter formação específica para conduzir um táxi, e têm tarifas mais baratas.

Em Madrid, as duas maiores associações de táxis iniciaram uma greve de 24 horas em protesto contra a “intrusão” na sua atividade de plataformas ou aplicações de partilha de carros, sem licença de transporte público.

O protesto, que começou às 6h de hoje (5h em Lisboa) e que se prolonga até à mesma hora desta quinta-feira, surge num momento de polémica sobre a proliferação deste tipo de plataformas, que já existem em dezenas de cidades de todo o mundo.

A greve de Madrid, marcada pela Asociación Gremial de Auto Taxi e a Federación Profesional del Taxi, coincide com manifestações convocadas em toda a Espanha pelas organizações nacionais de táxi Fedetaxi, Unalt, CTE e Uniatramc.

Em comunicado conjunto, as duas associações madrilenas afirmam que a greve é contra a “continuada intrusão que sofre o setor do táxi em toda a Espanha”, com a chegada de várias aplicações para partilha de carros particulares.

Os taxistas consideram que estas empresas operam em território espanhol com veículos particulares e condutores particulares, “algo que vai contra o que estabelece a legislação espanhola em matéria de transportes terrestres em automóveis de turismo”.

cabify.es

-

As organizações nacionais, por seu lado, exigem ao Governo que tome medidas contundentes para travar aplicações como a Uber, por incumprir toda a lei de transporte.

Esta semana, o Governo espanhol esclareceu, em comunicado, que multará anúncios, plataformas ou aplicações de partilha de carros, sem licença de transporte público, com sanções que vão de 600 euros para o utilizador a seis mil para a empresa ou indivíduo anunciador.

As multas podem mesmo aumentar até 18 mil euros em casos de reincidência, explicou fonte do executivo, referindo-se às medidas que já existem na legislação de transporte público em Espanha.

Esta é a resposta de Madrid à polémica causada em Espanha pela proliferação de serviços, já existentes em dezenas de cidades em todo o mundo, para partilhar carro, como é o caso da Uber, Cabyfy ou EasyTaxi.

Os responsáveis de uma outra plataforma de partilha de carros, a Blablacar, insistem que esta polémica não se lhes aplica.

A Economia da Partilha

Estas aplicações permitem que os utilizadores tenham acesso a transporte em carros privados com condutores previamente inscritos, mas que não necessitam de qualquer licença que é obrigatória para outros transportes públicos.

Aplicações como esta são a ponta de lança da dita “share economy” (economia da partilha) que já abrange serviços como transporte, alimentação e até hotelaria, oferecendo serviços mais baratos aos utilizadores e dinheiro extra aos fornecedores privados do serviço.

No caso dos carros, o aumento do número de utilizadores, em cidades como Madrid e Barcelona, está a suscitar amplas críticas por parte do setor do táxi e dos autocarros, que têm mesmo marcada uma greve para quarta-feira.

O Ministério do Fomento recorda que em Espanha fornecer serviços de transporte sem a devida licença é um “infração muito grave” a que os próprios utilizadores estão também sujeitos, com multas de entre 401 e 600 euros.

Elementos dos Serviços de Inspeção de Transporte Terrestre garantirão o cumprimento da legislação vigente, perante “o aparecimento de empresas que oferecem plataformas de contratação de serviços de transporte de viajantes em veículos particulares”.

pierredimitri / Linkedin

Pierre-Dimitri Gore-Coty, Regional General Manager da UBER

Pierre-Dimitri Gore-Coty, Regional General Manager da UBER

A posição espanhola contrasta com a da Comissão Europeia, que recentemente considerou que partilhar gastos de viagem em carros particulares, em longas distâncias, não devia ser proibido.

Questionado recentemente pela Lusa sobre esta polémica, Pierre-Dimitri Gore-Coty, responsável da Uber no norte e ocidente europeu, explicou que modelos como os de partilha de carros suscitam debate porque são “novidades”.

Mas, ao mesmo tempo, insistiu que aplicações como a Uber devem suscitar é “debate sobre a excessiva regulação em setores como os dos táxis” e não necessariamente em bloqueios a quem procura alternativa.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Carros de turismo com condutor? Sempre existiram, chama-se “táxis sem distintivo” que na realidade até têm, é aquele círculo azul com um “A” branco…

    “Formação específica para conduzir um táxi”??? Que formação? Falar de futebol, de política ou do tempo que faz?
    Deve ser gozo… se fosse necessária qualquer formação específica para além de formação cívica – não circular nos corredores de transportes públicos, não buzinar instintivamente por tudo e por nada ou não atender telemóveis enquanto conduzem – e saberem onde são as ruas – coisa que muitos não sabem – a maioria dos taxistas estava no desemprego…

    “Concorrência desleal”? Alguém me pode impedir de partilhar o meu carro com outras pessoas e que elas contribuam para o combustível e o desgaste?

    Taxistas, é o século XXI, espremam a massa cinzenta (coisa difícil) e ofereçam propostas alternativas e vantajosas ou então, aguentem-se e fechem a torneira do choradinho…

RESPONDER

Parlamento tem dois deputados infetados, um inconclusivo e quatro isolados

O parlamento informou esta terça-feira ter sido notificado da existência de dois deputados com teste positivo ao novo coronavírus, um com teste inconclusivo, que será repetido, e ainda outros quatro em isolamento profilático por determinação …

Proibição de circulação. Governo rejeita ter "vários pesos e várias medidas"

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, rejeitou esta terça-feira que o Governo tenha “vários pesos e várias medidas” tendo em conta as exceções à circulação dos cidadãos entre concelhos entre 30 de outubro e …

Pfizer pode ter vacina ainda neste ano. Guterres exige que esteja “disponível e acessível” para todos

A farmacêutica Pfizer está otimista em relação à perspetiva de fornecer uma vacina contra a covid-19 ainda em 2020. O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, exigiu que esteja “disponível” e “acessível” para todos. Albert Bourla, …

Nem um carro consegue esmagar este besouro indestrutível

O diabólico besouro de ferro tem um dos mais resistentes exoesqueletos naturais. A forma como este animal consegue sobreviver pode inspirar o desenvolvimento de novos materiais com a mesma dureza. Engenheiros da Universidade da Califórnia e …

OSIRIS-REx recolheu demasiadas amostras do Bennu (e está a perder parte delas)

A NASA revelou que a sonda OSIRIS-REx conseguiu recolher uma grande amostra de partículas do asteróide Bennu - tanto material que fez com que a tampa do compartimento não fechasse corretamente. Na semana passada, a sonda …

Cientistas captam atmosfera de um extraordinário exoplaneta que não deveria existir

Uma equipa de cientistas da Universidade do Kansas, nos Estados Unidos, captou a atmosfera de um exoplaneta "que não deveria existir" ao analisar dados do telescópio TESS da agência espacial norte-americana (NASA). O planeta em causa …

Refrigerantes light causam o mesmo risco de doenças cardíacas que bebidas normais

Um novo estudo da Universidade Sorbonne, em Paris, descobriu que bebidas adoçadas artificialmente - como as light, diet e zero - podem ser tão prejudiciais para o coração quanto os refrigerantes normais. Os investigadores, que acompanharam …

“Monstro patológico”. Documento revela que Henrique VIII planeou decapitação de Ana Bolena

Uma equipa de investigadores encontrou um livro que contém instruções específicas do rei Henrique VIII que mostram que o monarca queria que a sua segunda esposa, Ana Bolena, fosse executada. Neste documento, o rei Henrique VIII …

Robô humanóide sem cabeça empilha e carrega caixas (e já está à venda)

A fabricante de robôs Agility construiu um robô humanóide bípede chamado Digit, que consegue carregar caixas e que está a ser vendido por 250 mil dólares. De acordo com o TechXplore, o robô Digit foi projetado …

Porto 2-0 Olympiacos | Chama do “dragão” trava gregos

O FC Porto venceu na noite desta terça-feira o Olympiacos por 2-0, numa partida relativa à segunda jornada do Grupo C da Liga dos Campeões, sob o olhar dos cerca de 3750 adeptos que se …