Super tufão Haiyan pode ter provocado mais de 10.000 mortos só na província de Leyte

Rj Luckyone / Facebook

Passagem do super tufão Haiyan nas Filipinas (foto: Rj Luckyone / Facebook)

Passagem do super tufão Haiyan nas Filipinas (foto: Rj Luckyone / Facebook)

O super tufão Haiyan, que sexta-feira atingiu o centro do arquipélago das Filipinas poderá ter provocado 10.000 mortos apenas na ilha de Leyte, anunciou hoje a polícia regional.

“Tivemos uma reunião ontem à noite com o governador e com base nas estimativas do Governo, para já, existem cerca de 10.000 vítimas (mortos)”, disse Elmer Soria, chefe da polícia regional aos jornalistas presentes em Tacloban, a capital devastada da província de Leyte.

O número de vítimas da tempestade que registou ventos médios de 235 quilómetros por hora e com rajadas a subirem até aos 315 quilómetros por hora é, no entanto, ainda muito provisório dado que as equipas de socorro estão agora mais concentradas em Leyte e não há ainda dados fiáveis doutras zonas da região, apesar da maioria das vítimas poder estar concentrada nesta região do centro das Filipinas.

O número final de vítimas mortais da passagem do super tufão Haiyan pelas Filipinas só serão conhecidos nos próximos dias quando as autoridades de socorro conseguirem chegar aos locais mais remotos do centro e sul do arquipélago, recentemente devastado por um forte sismo e agora atingido pelo super tufão.

Até agora, mais de 600.000 pessoas foram deslocadas de suas casas. A tempestade, uma das mais fortes de sempre a atingir o planeta, dirige-se agora para o Vietname.

Vietname prepara chegada de tufão Haiyan e desloca 600.000 pessoas

Mais de 600.000 pessoas foram deslocadas de suas casas no Vietname devido à aproximação do super tufão Haiyan que provocou um número ainda indeterminado de mortos à sua passagem no centro das Filipinas.

“Deslocamos as pessoas de mais de 174.000 casas, o que equivale a mais de 600.000 pessoas”, disse um responsável pelo socorro no Vietname que trabalham há vários dias para tentar minimizar o impacto da tempestade no país.

Pentágono envia ajuda às Filipinas

O Pentágono anunciou sábado que vai disponibilizar ajuda às Filipinas com meios navais e aéreos para fazer face a necessidades após a passagem do super tufão Haiyan.

O comunicado do Secretário de Estado da Defesa dos Estados Unidos, Chuck Hagel, surgiu ainda quando o número de vítimas mortais estava estimado em 1.200 pessoas e já nessa altura os norte-americanos garantiam disponibilizarem helicópteros, aviões e equipamentos de busca e salvamento marítimo a pedido das autoridades das Filipinas.

“O Secretário Hegel deu instruções ao Comando do Pacífico para que apoiem a ação humanitária norte-americana nas Filipinas após a passagem do tufão Haiyan”, refere a nota.

Bruxelas e Reino Unido libertam fundos de apoio às vítimas

A Comissão Europeia e o Governo britânico anunciaram hoje que vão libertar três milhões de euros e 5,9 milhões de euros, respectivamente, para ajudar as Filipinas depois das 500 mil vítimas e devastação causadas pelo tufão Haiyan.

Os fundos da Comissão Europeia “irão cobrir as necessidades mais urgentes nas zonas mais afectadas” pelo tufão, no centro do arquipélago, disse a Comissão Europeia em comunicado.

As autoridades filipinas contabilizam agora mais de 10.000 mortos e 2.000 desaparecidos na catástrofe.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Como nasceu o mito dos vampiros? Mais doenças e menos Drácula

Os vampiros são um mito com séculos de história e que podem estar associados a doenças como a raiva e a pelagra — e não ao Drácula. O vampiro é uma imagem comum na cultura pop …

Edifícios impressos em 3D pelo exército norte-americano

Exército dos EUA pode agora imprimir edifícios de cimento em 3D em zonas de desastre

O objectivo da tecnologia é facilitar a construção de casas e pontes quando são precisas com urgência em zonas afectadas por catástrofes. O Corpo de Engenheiros do exército norte-americano pode agora imprimir quartéis, bunkers e outras …

Monumento Pillar of Shame, na Universidade de Hong Kong

Pillar of Shame foi, em tempos, um testemunho da liberdade de Hong Kong. Agora, dizem-lhe adeus

Em tempos, a escultura Pillar of Shame, plantada na Universidade de Hong Kong, foi um testemunho das liberdades da cidade. Agora, está a ser removida. Exposta há mais de 20 anos na Universidade de Hong Kong, …

Arquitetura em nome do amor. Homem constrói casa giratória para que a esposa possa escolher a vista

Na Bósnia, um autodidata de 72 anos construiu uma casa invulgar: a habitação gira 360 graus para mudar de vista. Algumas das mais bonitas obras arquitetónicas do mundo nasceram em nome do amor. É o …

Novo SEF deverá chamar-se Agência para as Migrações e Asilo

Afinal, já não vai haver um Serviço de Estrangeiros e Asilo (SEA) para substituir o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), mas sim uma Agência Portuguesa para as Migrações e Asilo (APMA). De acordo com o …

Pinto da Costa, presidente do FC Porto, com o guarda-redes Diogo Costa

Diogo Costa renova com o FC Porto até 2026

O guarda-redes Diogo Costa renovou contrato com o FC Porto até 2026, anunciaram os dragões, na tarde deste sábado. Diogo Costa, de 22 anos, aproveitou a lesão de Marchesín no início da temporada e assumiu a …

O algoritmo das plataformas de streaming afeta o que vemos (e quem somos)

As plataformas de streaming usam um algoritmo que afeta aquilo que vemos e o que queremos ver, moldando a nossa personalidade. Squid Game, o drama coreano distópico da Netflix, tornou-se a série mais vista lançada pela …

BPN e Banif custam mais do que alívio de IRS e subida de pensões

A despesa prevista no OE2022 para os veículos financeiros dos antigos Banif e BPN supera o valor previsto para medidas como o alívio no IRS e o aumento extra das pensões. Tal como destaca o Dinheiro …

A praia de Katoku, no Japão.

Praia intocada no Japão é uma das últimas do país. A sua pureza está a ser violada

A praia em Katoku, no Japão, é parte do Património Mundial da UNESCO. A construção de um paredão está a dividir a população local. Nesta praia cercada por montanhas em Katoku, no Japão, quase não há …

"Amazónia está próxima do ponto de não retorno", alerta ex-ministra brasileira

Ex-ministra brasileira do Meio Ambiente alertou, este sábado, para a aproximação da Amazónia de uma catástrofe ambiental de proporções planetárias, durante um evento da Universidade Estadual da Califórnia, Santa Bárbara (UCSB). "A Amazónia já está próxima …