Siza Vieira defende que Segurança Social “não falhou” no lay-off

Rodrigo Antunes / Lusa

O ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, defendeu hoje que a Segurança Social “não falhou” na resposta aos pedidos de ‘lay-off’ das empresas, que tiveram um crescimento “avassalador”, mas a oposição contestou esta visão.

Num debate de atualidade sobre “o relançamento da economia pós-covid” na Assembleia da República, o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital foi confrontado pela maioria das bancadas da oposição com o facto de, ao contrário do que tinha sido prometido pelo Governo, os apoios no âmbito do ‘lay-off’ simplificado não terem chegado a todas as empresas até ao final de abril.

Apesar de reconhecer que não foi possível responder a todos os pedidos no prazo previsto, Pedro Siza Vieira defendeu que “a Segurança Social não falhou”.

“Todos os pedidos entrados até 10 de abril serão pagos até 5 de maio”, assegurou, justificando o atraso com o “crescimento absolutamente avassalador” destes pedidos, mas deixando uma palavra de “louvor” aos funcionários da Segurança Social que “trabalharam dia e noite” no seu processamento.

De acordo com o governante, “600 mil portugueses já beneficiaram desse apoio e 150 milhões de euros chegaram à tesouraria das empresas e ao bolso dos trabalhadores independentes”.

Novos apoios para “os mais frágeis”

Pedro Siza Vieira anunciou ainda que o Governo irá lançar apoios sociais para “franjas não cobertas” da população mais frágil, e apelou a um pacto para acelerar o investimento público. O ministro da Economia assegurou que o Governo está preparado para a nova fase de desconfinamento.

“O Governo não tem medo. O Governo ouviu muita gente há dois meses a dizer ‘fechem tudo’, e dissemos que era necessário fechar, acautelando a economia. Agora, é preciso abrir com confiança, assegurar que os passos que damos são passos seguros”, afirmou.

Uma das prioridades desta “nova fase”, apontou, será proteger “os mais frágeis”, nomeadamente franjas da população “que ainda não estão cobertas”.

“O Governo irá fazer aprovar medidas para cobrir casos sociais para os quais ainda não existe no sistema de proteção social uma resposta adequada e fá-lo-á o mais rapidamente possível”, assegurou.

No debate, o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital foi desafiado pelo PS a dar garantias de que irá manter o investimento público previsto, intenção que confirmou, dizendo até que o executivo pretende ir mais longe.

Segundo Siza Vieira, para este ano está previsto um crescimento de 20% do investimento público, para os 4.829 milhões de euros, que, em 2021, crescerá para os 6.221 milhões de euros.

“Temos de fazer mais, temos de ser capazes de assegurar a aceleração da execução do investimento público que já temos consensualizado na sociedade portuguesa. Para isso, é muito necessário que, em conjunto, possamos fazer um pacto”, defendeu.

Siza Vieira apontou a flexibilidade da Comissão Europeia para uma reprogramação da despesa nesta área comparticipada a 100% nesta área no próximo ano.

“Mas só terá impacto se formos capazes de executar a um ritmo que, neste momento, o conjunto da legislação que nos controla nos impede de executar, é para isso que convoco o país”, apelou.

Depois de um período de grande incerteza, o campeonato de futebol português deverá ser retomado no final do mês de maio. A decisão foi adiantada por Pedro Siza Vieira.

“A partir de segunda-feira a prática de desportos individuais ao ar livre será permitida. Depois, no final do mês, poder-se-á retomar a competição profissional na Primeira Liga de futebol”, disse o governante.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Governo aprova 11 milhões de euros para SIRESP de indemnização compensatória

A indemnização compensatória foi aprovada no dia em que o Presidente da República promulgou o decreto-lei que define o modelo transitório de gestão, operação, manutenção, modernização e ampliação da rede de comunicações do Estado SIRESP. O …

Tal como os humanos, há animais que podem sofrer ataques cardíacos (mas é raro)

Todos os dias milhões de pessoas no mundo são vítimas de ataques cardíacos. Mas será possível que também os animais possam passar por isto? Um ataque cardíaco ocorre quando um vaso sanguíneo que distribui sangue oxigenado …

Antigos corais revelam terramoto em "câmara lenta". Durou 32 anos

Uma equipa de investigadores descobriu um terramoto em "câmara lenta" que durou 32 anos - o mais lento já registado. O sismo levou eventualmente ao catastrófico terramoto de Sumatra em 1861. Terramotos de "câmara lenta" ou …

Astrónomos encontram uma das mais antigas estrelas do Universo

Uma equipa de investigadores descobriu uma estrela gigante vermelha a 16 mil anos-luz de distância que parece ser um membro da segunda geração de estrelas do Universo. Embora tenhamos uma boa compreensão da forma como o …

Marinha dos EUA está a desenvolver drones para matar ovos em ninhos de pássaros selvagens

A Marinha norte-americana e a empresa Hitron Technologies uniram esforços para desenvolver um drone autónomo projetado especificamente para procurar e destruir o maior inimigo da Marinha: os pássaros. Os drones, que estão já a ser testados …

Cientistas criam hologramas que se movem pelo ar

Uma equipa de cientistas da Universidade Brigham Young, nos Estados Unidos, conseguiu desenvolver um holograma que projeta imagens em movimento. Se é fã de Star Treck, ficará impressionado com a mais recente inovação. Um grupo de …

Gangue detido por falsificar a especiaria mais cara do mundo

As autoridades espanholas detiveram um gangue que fazia milhões de euros por ano a falsificar a especiaria mais cara do mundo: o açafrão. Os 17 membros da quadrilha foram detidos na região de Castela-Mancha. Os criminosos …

Santuário medieval recebe escultura em pedra que usa máscara contra a covid-19

Uma catedral histórica do Reino Unido renovou um santuário do século XIV, acrescentando um detalhe que coloca em evidência o momento pandémico que o mundo vive. Agora, a nova escultura está a usar uma máscara …

Aos 10 anos, Adewumi chegou à elite mundial do xadrez (e fugiu ao Boko Haram)

Tanitoluwa Adewumi foi perseguido pelo Boko Haram, fugiu da Nigéria e foi sem-abrigo nos Estados Unidos. Agora, com apenas 10 anos, chegou à elite mundial do xadrez. Grande Mestre é um dos títulos vitalícios concedidos pela …

Hegemonia económica da China cada vez mais longe. Queda demográfica coloca Pequim sob pressão

O objetivo do país é tornar-se na maior potência económica do mundo nos próximos anos, mas a corrida pela hegemonia - disputada com os EUA - pode não ser uma meta fácil de alcançar. O …