“Siuuu later”. Ronaldo não quis o United e agora o United não quer Ronaldo

A tensão entre Erik ten Hag e Cristiano Ronaldo é destaque na imprensa inglesa. Carragher diz que o clube já não quer o internacional português.

Cristiano Ronaldo foi um dos atletas dos red devils que deixou o Estádio de Old Trafford antes do fim do amigável do Manchester United contra o Rayo Vallecano (1-1) no domingo passado.

“Certamente que não apoio isto. É inaceitável. Para qualquer um. Somos uma equipa e têm que ficar até ao fim”, avisou Erik ten Hag depois de ter sido confrontado com o comportamento dos seus atletas.

A novela de Cristiano Ronaldo e do Manchester United já deu voltas e reviravoltas. Falou-se no interesse do jogador em sair do clube, mas o internacional português veio a público desmentir as notícias. Depois, perante os rumores que circulavam na imprensa, Erik ten Hag garantiu que Ronaldo não estava à venda e não iria sair.

Na partida frente ao Rayo Vallecano, Cristiano Ronaldo recebeu uma reação mista dos adeptos. Quando o nome de Ronaldo foi anunciado pelo speaker, houve uma divisão nos adeptos, com alguns a assobiarem o avançado e outros a aplaudirem.

Mais do que nunca, os adeptos e a própria direção do clube parecem estar em conflito com o português. Esta quinta-feira, a imprensa britânica deu enorme destaque à tensão entre Cristiano Ronaldo e Erik ten Hag. “Siuuu later”, escreveu o Star Sport, por exemplo, em alusão à possível saída do jogador.

“Não creio que Ten Hag o queira”

O ex-internacional inglês Jamie Carragher acredita que Erik ten Hag e o balneário do Manchester United têm esperança que Cristiano Ronaldo encontre outro clube.

“Sempre pensei que foi uma contratação bizarra. Senti que isto ia acontecer, mesmo que as coisas lhe tivessem corrido bem”, disse o agora comentador desportivo.

“Assinou por dois anos, com outro de opção. Eu nem queria acreditar. Ele nunca aceitaria ficar em segundo plano, mas sabemos que quando se chega a determinado ponto da nossa carreira, não somos o mesmo jogador. E a carreira dele prolongou-se tanto porque ele é um grande profissional. O facto de ter 37 anos — 38 na próxima época — faz com que não seja o mesmo jogador. É um grande marcador de golos, mas não é o mesmo jogador”, acrescentou.

Carragher vai mais longe e diz que já nem o próprio treinador nem os colegas de equipa querem o internacional luso.

“Posso estar enganado, mas nenhum clube da Europa o quer. E penso que se perguntarem ao Ten Hag, não creio que ele também o queira. Nem tenho a certeza se o balneário do Manchester United também o quer”, atirou.

Saha acusa Ronaldo de egoísmo

Louis Saha, antigo companheiro de equipa de CR7 no United, acusou-o de pensar apenas em si mesmo.

“É irrealista Ronaldo pedir ao clube que se adapte a ele e ao seu sonho. No ano passado, se tivessem ganho a Liga dos Campeões e a Premier League, ele poderia ficar porque teria participado nisso. Mas foi irrealista pensar que a sua chegada iria mudar tudo”, começou por dizer o francês, em declarações à Sky Bet.

“Não sou Cristiano, mas enquanto adepto do Manchester United, sinto que ele não tem mostrado o suficiente, que está apenas a pensar em si mesmo. Não vou julgá-lo, porque ele é um jogador brutal e eu não estou na sua posição, mas adoraria que ficasse”, concluiu.

O portal 90min escreve que os red devils começam a pensar num substituto para Ronaldo e estão de olhos postos em Jamie Vardy. O internacional inglês marcou 17 golos em 33 jogos, na época passada.

  Daniel Costa, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.