SIRESP, Odemira, cuidadores informais e TAP. Marcelo diz que está “preocupado”

Mário Cruz / Lusa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

Esta terça-feira, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, fez uma visita à região de Caminha e mostrou-se preocupado com vários temas de atualidade. 

“As pessoas estão no meio da pandemia, estão com problemas, com dificuldades económicas e sociais, é natural que tenham outras coisas na cabeça, mas as que puderem têm de estar atentas a este problema”, começou por dizer Marcelo Rebelo Sousa sobre a limpeza dos terrenos florestais, que tem de ser realizada até 31 de maio.

Em relação ao SIRESP, segundo conta o jornal Público, o Presidente mostrou-se satisfeito pelo facto de ter sido encontrada uma saída para garantir que, este ano, as comunicações de emergência não sejam postas em causa.

“Independentemente da solução que venha a ser adotada, este ano não há problema. Há uma solução que permite ganhar tempo para resolver o problema jurídico”, afirmou. “Há um problema jurídico, o problema que espere um bocadinho. Estamos em cima do verão. Daqui a um mês podemos estar perante um problema de fogos florestais”.

Relativamente ao caso de Odemira, Marcelo defendeu que “têm de se retirar muitas consequências políticas” sobre a situação dos trabalhadores agrícolas imigrantes, apontando que esta reflexão “não pode depender de haver problemas de saúde”.

Nesse sentido, o Presidente da sinaliza que tem de haver uma maior “fiscalização”, “tem que se apurar se há ou não uma situação que convida àquilo que são atuações criminais”, bem como refletir-se “a sério” sobre a situação vivida pelos trabalhadores imigrantes em Portugal. “Fala-se de inclusão, mas a inclusão é muito relativa”, avisa.

Por fim, o Chefe de Estado alertou que estas reflexões não podem “depender de haver problemas de saúde” que levam a que estas situações sejam trazidas para a agenda pública.

Em relação à TAP, Marcelo afirmou que há “duas boas razões” para os portugueses estarem “atentos e permanentemente preocupados” com a situação da TAP.

Marcelo lembrou que a TAP tem tido uma “posição estratégica” para Portugal, sobretudo nas ligações com as comunidades emigrantes espalhadas pelo mundo e com certos mercados que “têm sido fundamentais” para o turismo nacional. Além disso, sublinhou que “há dinheiros públicos envolvidos”.

“Há duas boas razões para os portugueses estarem atentos e permanentemente preocupados. O que se espera é que as questões jurídicas e outras que possam existir não afetem o essencial que é o interesse do país”, disse ainda.

Por fim, questionado sobre os cuidadores informais, Marcelo manifestou-se preocupado com o número “muito pequeno” de pessoas que conseguiram o estatuto de cuidadores informais, sublinhando que quer perceber o que se passa com a lei.

É uma questão que me preocupa muito. Eu acho que há muitíssimos mais cuidadores informais do que aqueles que ficam registados. Não sei se são dezenas de milhares ou centenas de milhares, mas é só olhar para as famílias que têm cuidadores informais da própria família ou outros. E fico preocupado quando se faz uma lei e no fim aparecem 2000 ou 3000 cuidadores informais que preenchem os requisitos”, referiu.

O Presidente adiantou que vai reunir-se em breve com as associações representativas dos cuidadores informais, para perceber o que se passa com a lei. Ressalvou ainda que “a lei em si mesma era promissora“, vincando que é preciso perceber se há algum problema na sua aplicação.

ZAP // Lusa

 

PARTILHAR

RESPONDER

O dilema de Costa nas negociações: de um lado a esquerda que quer "destroikar", do outro Centeno que deixa avisos

António Costa vai dar início às negociações sobre o Orçamento do Estado em julho, mas está numa encruzilhada: se, de um lado, tem a esquerda a pressioná-lo com o dossiê do Código do Trabalho; do …

"Dever de neutralidade". Portugal não assinou carta contra a Hungria pelos direitos LGBTI

O Governo de António Costa está a ser duramente criticado por ter recusado subscrever uma carta assinada por 13 Estados-membros da União Europeia (UE) contra a Hungria, na defesa dos direitos LGBTI neste país. O …

Jogos de futebol emocionantes podem (literalmente) parar o coração

Um equipa de investigadores descobriu que um jogo de futebol emocionante, que deixa as pessoas stressadas ou zangadas, pode provocar um ataque cardíaco. Em 2014, a Alemanha venceu a Argentina na final do Campeonato Mundial de …

PSD aprovou lei que mantém libertação de presos

Num texto conjunto com o PS, no ano passado, o PSD propôs que a vigência do regime de perdão de penas no âmbito da covid-19 terminasse "na data a fixar em lei própria". O líder do …

Exoneração de encarregado da Câmara de Lisboa congelada. Falta divulgar relatório da auditoria

A exoneração do encarregado de proteção de dados, na sequência do envio de dados de manifestantes para várias embaixadas estrangeiras, só se irá materializar caso Fernando Medina garanta a aprovação em Reunião de Câmara. O Expresso …

Antecipada vacinação de idosos e funcionários de lares por vacinar

Os idosos e funcionários dos lares que estiveram infetados há mais de três meses vão ser vacinados contra a covid-19, antecipando para metade o prazo previsto para receberem a vacina, anunciou a task force da …

Não são só os humanos. As temíveis baleias assassinas também têm amigos íntimos

As baleias assassinas têm uma vida social muito parecida com a dos humanos. A observação de 22 animais durante 10 dias mostrou que estes contam com uma complexa teia de relacionamentos, incluindo amizades íntimas. As baleias …

Estudo revela que a Terra sofreu uma inclinação de 12 graus há 84 milhões de anos

Um novo estudo revelou que, há cerca de 84 milhões de anos, a Terra sofreu uma inclinação de 12 graus, contrariando a teoria de que o eixo de rotação do planeta tem sido estável nos …

Famosa teoria de Stephen Hawking sobre buracos negros confirmada

Usando ondulações no espaço-tempo causadas pela fusão de dois buracos negros distantes, uma equipa de cientistas conseguiu provar uma das teorias mais famosas de Stephen Hawking. A teoria da área do buraco negro, que Stephen Hawking …

Mayflower 2.0: um navio autónomo pilotado por IA está a refazer a viagem do original

Quatro séculos e uma pandemia depois de o Mayflower original ter zarpado do porto de Southampton, numa jornada histórica para a América, outro veículo pioneiro com o mesmo nome partiu para refazer a mesma viagem. O …